Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Proibição de sacolas plásticas começa dia 25/1

Por Karen Santiago | 22/01/2012

sacolas1

DivulgaçãoProibição divide consumidores e exige mudança de atitude deles

As sacolinhas plásticas usadas para carregar as compras nos supermercados das cidades de Itapecerica, Embu das Artes e Taboão da Serra, além de toda São Paulo estão com os dias contados. A partir de quarta-feira, dia 25 de janeiro, as embalagens começam a ser vendidas.

A medida divide e provoca muita discussão entre as pessoas que estão acostumadas a utilizar a sacola para outras coisas, além das compras, como sacos de lixo, por exemplo, e tem como objetivo proteger a natureza uma vez que as sacolas demoram 300 anos para se decompor.

O lembrete da proibição está espalhado por todos os supermercados. Os consumidores têm agora as opções de levarem as compras em caixas de papelão (distribuídas gratuitamente pelos comércios), mochilas, sacolas retornáveis, que variam de acordo com o peso, ou trazidas da própria casa.

Para Alexandra Silveira e Silvana Graniero a iniciativa é ótima devido à necessidade de preservação ao meio ambiente. “Acabo usando a sacolinha de plástico como saco de lixo, mas já tenho a consciência da importância de preservar o meio ambiente. Mas, já sei quais procedimentos tomar. Infelizmente a lei só será respeitada, se afetar o bolso mesmo”, comentou Alexandra. “Ajuda também na redução de custos”, completou Silvana.

As principais reclamações, por causa da mudança, são das pessoas que vão aos supermercados de ônibus ou de motocicleta, que não conseguem carregar as compras nas mãos, ou em caixas de papelão. A sacola retornável trazida de suas casas, também ficam fora de cogitação, afirmam elas.

“A lei pode ser favorável para quem tem carro, agora quem anda de moto, bicicleta ou de ônibus e quiser fazer compras está com um grande problema, porque não consegue carregar as compras sozinho”, reclamou João Carlos de 24 anos.

O acordo que proíbe a distribuição gratuita de sacolas plásticas foi sancionado em maio do ano passado e entra em vigor na próxima quarta prevê que 1.300 mercados de toda São Paulo entrem na campanha.

A gerente da rede de lojas, Extra, de Taboão, que não quis se identificar, afirmou a reportagem do Jornal na Net que o supermercado já está sinalizando as mudanças e proibições. “As sacolas são vendidas e disponibilizamos gratuitamente caixas de papelão”, frisou.

Conheça o texto da proibição

Além do banimento da sacolinha, o texto prevê também que os estabelecimentos comerciais devem estimular o uso de sacolas reutilizáveis, que sejam confeccionadas com material resistente e que suportem o acondicionamento e transporte de produtos e mercadorias em geral.

Os comerciantes também serão obrigados a afixar placas informativas, com dimensão determinada, junto aos locais de embalagem de produtos e caixas registradoras, com o seguinte dizer: “Poupe recursos naturais! Use sacolas reutilizáveis”.

A proibição da sacolinha plástica não se aplica aos invólucros originais das mercadorias, às embalagens de produtos alimentícios vendidos a granel ou daqueles que vertam água. A fiscalização será feita pela Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente. A multa pode variar entre R$ 50 e R$ 50 milhões, segundo informações do site Exame.com

32º

karina

foi legal essa descoberta

31º

Haru

Concorco - Do que adianta vai demorar mais o planeta vai morrar mesmo. falo assim mais tento fazer minha parte para ajudar no meio ambiente. agora acabou vc voltando para casa e passar no mercado para comprar aquela besteirinha para comer, com isso você vai ter que ir em casa e voltar para rua com um gasto maior e mais riscos. para mim é só para eles ganharem money mesmo

30º

Marcelo Nery Neves

Até que enfim a atitude foi tomada, parabéns a indústria do plástico que mostrou sua força. www.2hnembalagens.com.br

29º

Otilio Nuno Lopes

Absurda essa lei.Causa situaçoes embaraçosas ao consumidor.O Kassab que nao conseguiu fazer a coleta seletiva, isso sim , benefico ao meio ambiente, se uniu aos donos de supermercados, que talvez irao financiar seu partido politico.So querem aumentar seus lucros.

28º

regina

Gente, este tipo de situação de sacolas ecologica vai beneficiar apenas os de classe alta, "fabricantes e donos de supermercados" pois de classe media e baixa vão se ferrar, pois cobrando $ 0,59 cada uma, quem é trabalhador que tem uma familia imensa e faz compra para o mes ,quanto vai ter que economizar para pagar as sacolas de super mercados? isto é uma cachorrada, pois se fizer uma compra e ter que comprar 50 sacolas para embalar esta, vai ter um gasto de $ 29,50 por mes, uma caixa de leite contendo 10 embalagem, vai pagar $23,oo, quem compra 2 caixas, vai ter que deixar de comprar uma para pagar as sacolas. Mais uma pouca vergonha de nossos governos ,abrir mão para uma pouca vergonha destas,tem gente ganhando muuuito nesta situação, o povo tem que pensar mais na hora de dar (devíamos cobrar ao em vez de dar pois assim ficaríamos quites, pois palhaçada por palhaçada, se tudo é cobrado por que não o nossos votos, quem sabe assim cobrando caro ,estes vão pensar muito na hora de nos ferrar) seus votos, pois a cada dia que passa temos mais e mais novidades inconveniente e de mal grado para a população.Eu não pago as sacolas, não porque eu não posso , mas para ajudar aqueles que não tem condições de comprar, pois se comprar vai ter que tirar da boca de seus filhos algo necessário , para comprar sacolas. Brasileiros, vamos dar um pouco mais de valor em nosso Pais, vamos acabar com as corrupções dos milionários, vamos nos unir e não pagar pelas sacolas, com isto estaremos ajudando nossos irmãos de classe media e pobre, como os donos de mercados davam sacolas e não cobravam por elas, agora eles sim, tem todo obrigação de continuar a dando sacolas, pois sempre pagaram por elas, nos temos direito de receber do comerciantes sacolas, pois já pagamos muito caro pelos produtos adquiridos de seu comercio, pois todos os dias é um preço diferente nas mercadorias, ainda nossos governos dizem que não houve inflação, para eles nunca vai haver , pois não sabem o quanto é sacrificado o ganho do trabalhador, e ainda pagamos imensos impostos sobre produtos ,isto tudo é para dar aos governantes direito de viver maravilhosamente bem, sem ter que pensar o que vai comer ou dar a seus filhos amanhã. Se lutarmos pelos nossos direitos venceremos, mas se abaixarmos a cabeça para tudo, eles vão continuar a nos ferrar . se ficarmos quietos a cada dia que passa vão aparecer mais e mais decretos e leis para ferrar nós cidadãos.

27º

sara

ñ sei porque asacolinha parou de fabrica o mundo vai tar senpre poluido

26º

Denis Octavio

Preocupação com o meio ambiente ou uma oportunidade de aumentar os lucros, penso que seja a segunda hipótese. Com essa medida ainda continuaremos a depositar os lixos em sacos, sacolinhas plásticas, por uma razão simples, não é como antigamente que colocávamos lixos diretos nos latões. Estamos adquirindo uma atitude menos higiênica, pois em razão da economia usaremos caixas de papelão que ficam nos estoques, podendo ter roedores e insetos defecando nas caixas. Uma lei ineficaz, que só para aumentar os custos e não se leva a lugar nenhum, temos que adotar sim medidas ecológicas, mas racionalmente. Onde foi parar a idéia de reciclagem.

25º

Paulo Kantor

Cinicamente desavergonhada a posição de alguns mercados como Pão de Açucar e Carrefour que não abaixaram o preço de venda ao consumidor de seus produtos, ao liberarem-se do fornecimento gratuito das sacolinhas plásticas. PROPOSTA: QUE SE PEÇA QUE AS TAIS sacolas biodegradáveis sejam dadas de graça como o eram as ora inimigas. MAS VENDÊ-LAS, ISSO PODE, NÉ, exploradores Diniz, Carrefour e Casino ?????

24º

Paulo Sergio Diorio Fernandes

Acho uma palhaçada, um desreipeito ao consumidor os sacos de lixo preto demoram muito mais tempo para se desfazer na natureza e esta nas prateleiras para ser comprado, pergunto aos senhores abaixaram o imposto dos produtos, nao e claro, somos palhaços mesmo ne.

23º

Robson

Eu estou com a maioria das pessoas que são contra a proibição da distribuição gratuita de sacolas plásticas nos supermercados e varejos em geral e sou a favor daquelas que acham se tratar-se de um problema de falta de educação a ser conscientizada pelo governo. O fato encerra um escandaloso interesse econômico; os supermercados e varejos em geral já embutiam nos preços dos produtos o custo das sacolas de plástico e agora querem cobrá-las! Como escreveu um leitor acima, o que era despesa oara as grandes redes de supermercados virou receita! Até quando o povo vai ser enganado assim?

22º

Millene

Bom, as pessoas ao invés de falarem do problema que seje a preservação do meio ambiente ou a legislação, procuram desculpas em qualquer ou em outras coisas para se justificar. Justificam se por culpar a sociedade, a classe social a legislação ou até mesmo o próprio consumidor que consome o outro produto, ficando na estagnação. Para que temos que pagar mais caro em sacolas retornaveis??? - você paga se quiser, você pegar um mochila sua e colocar todos os produtos!! O que adianta fazer sacolas biodegradáveis ou não utlizar uma sacola que demora mais de 10 anos para se decompor e é feita de petróleo se consomir pets e outras embalagens? - o que adianta continuar tendo sacolas plastica, só se for a comodidade. Seria mais uma conquista.. tudo é evolução e aos poucos garrafas pet são recicladas, embalagen tbm fazemos desde artesanatos até painel para energia solar e ateh mesmo casa... tudo é aos poucos!! Sacos de lixo!! alguém falou em sacos de lixo, a legislação fala o que ela fala... ACORDO sobre sacos plasticos em MERCADO! aonde tem sacos de lixo nisso?? eeee se bobear por causa desse bendito PRECONCEITO nem imaginam que até deve separar o lixo em periferia, e até trabalhos de reciclagem devem ter..... tem coisas que a vida ensina!!!!! ADAPTAÇÂO, EVOLUÇÃO E FAÇA diferença... COMODIDADE!!! ESTAGNAÇÂO!!! saia de sua casa, faça algo de bom, VIVA de vez ficar aih no seu mundinho......

21º

Millene

Bom, as pessoas ao invés de falarem do problema que seje a preservação do meio ambiente ou a legislação, procuram desculpas em qualquer ou em outras coisas para se justificar. Justificam se por culpar a sociedade, a classe social a legislação ou até mesmo o próprio consumidor que consome o outro produto, ficando na estagnação. Para que temos que pagar mais caro em sacolas retornaveis??? - você paga se quiser, você pegar um mochila sua e colocar todos os produtos!! O que adianta fazer sacolas biodegradáveis ou não utlizar uma sacola que demora mais de 10 anos para se decompor e é feita de petróleo se consomir pets e outras embalagens? - o que adianta continuar tendo sacolas plastica, só se for a comodidade. Seria mais uma conquista.. tudo é evolução e aos poucos garrafas pet são recicladas, embalagen tbm fazemos desde artesanatos até painel para energia solar e ateh mesmo casa... tudo é aos poucos!! Sacos de lixo!! alguém falou em sacos de lixo, a legislação fala o que ela fala... ACORDO sobre sacos plasticos em MERCADO! aonde tem sacos de lixo nisso?? eeee se bobear por causa desse bendito PRECONCEITO nem imaginam que até deve separar o lixo em periferia, e até trabalhos de reciclagem devem ter..... tem coisas que a vida ensina!!!!! ADAPTAÇÂO, EVOLUÇÃO E FAÇA diferença... COMODIDADE!!! ESTAGNAÇÂO!!! saia de sua casa, faça algo de bom, VIVA de vez ficar aih no seu mundinho......

20º

Daniela vieira

eu acho um absurdo essa lei que proíbe a sacolinha plastica, o governo não pensou muito para fazer essa lei, não pensou nos pobres que fica cada fez pior para nós porque eles cobram mais nos produtos para poder ter sacolas para gente levar nossas compras, sou totalmente contra essa lei.

19º

julia

mas quen disse que o mundo nao temsalvacao so vo cÊ que nao dfeve ter;

18º

Marcio Lima

O pior de tudo é que tem gente, que acha que o mundo ainda tem salvação!

17º

david

não é proibido , procure se informar melhor

16º

Nene

Encontro algumas pessoas na rua com umas sacolas de algodão cru, pendurada nos ombros com a seguinte frase escrita na sacolas: " Eu faço a diferença uso sacola retornável". A primeira coisa que vem na minha mente é: Que adianta usar àquelas bolsas, para encher de embalagens plásticas. Se a cidadã vai comprar iogurte, xampu, margarina, saco-lixo, et,... É muita hipocresia!!! Usar sacolas retornáveis para colocar um monte de produtos embalados em pláticos é um grande faz de conta.

15º

irene corte

Não sei quem de quem parte essas ideias, mas não faz sentido. Hoje mais de 90% das embalagens de marcadorias que se encontram nas prateleiras dos supermercados são de plástico. Estão jogando nas costas dos consumidores uma culpa que eles não têm. Podem até proibirem as sacolas pláticas, mas só depois de todas aquelas mercadorias como: água, refrigerante, arroz, iogurte, etc, etc. etc, ... estivem dentro de embalagens não pláticas.

14º

Ediné P. L. Conde

Eu estou com a maioria das pessoas que são contra a proibição da distribuição gratuita de sacolas plásticas nos supermercados e varejos em geral e sou a favor daquelas que acham se tratar-se de um problema de falta de educação a ser conscientizada pelo governo. O fato encerra um escandaloso interesse econômico; os supermercados e varejos em geral já embutiam nos preços dos produtos o custo das sacolas de plástico e agora querem cobrá-las! Como escreveu um leitor acima, o que era despesa oara as grandes redes de supermercados virou receita! Até quando o povo vai ser enganado assim? Existe um supermercado em Caraguatatuba/SP, que continua fornecendo gratuitamente as sacolinhas de plástico, porém, elas já são biodegradáveis! Por que os outros supermercados não fazem o mesmo? Seria uma maneira simpática de "segurar" o consumidor. Ah! Tal supermercado é o Shibata, que tem uma loja na entrada da cidade e outra no centro.

13º

Raphael A. S. Filho

Absurdo!!!!!! o que era despesa para as grandes redes de supermercados virou receita. Porque não acabam com as garrafas PET.???????????????? Assistam a este video www.youtube.com/watch?v=rq3nyZvmaag

12º

FLÁVIA

Sou contra a medida de proibir a distribuição gratuita de sacolas em supermercados e varejos em geral. O Papa Paulo VI disse que “o mundo vai mal porque quer dar soluções fáceis para problemas difíceis”. Isto é, não se cura câncer com novalgina. Sempre achei incompreensível eliminar as sacolas plásticas: um produto bom, barato, 100% reciclável, e em si mesmo nada tóxico e poluente. Seu mau uso sim pode ser poluente, mas isso é problema de Educação e não de meio ambiente. Então, o que se deve fazer? Qual a solução correta? EDUCAR O POVO e não retirar a sacola útil, pratica, barata e confortável. Se for para proibir tudo que o povo não sabe usar corretamente, vamos ter de proibir a fabricação de motos, carros, revólveres, cerveja, vinho, remédios… e também todos os sacos plásticos além da sacola. Não conheço um só país que proíbe a sacola. Mas em todos eles a educação é boa. Sacola no chão é multa na hora em alguns países.Há um provérbio chinês que diz: “Se queres colher por um ano semeia o grão; por dez anos, planta a árvore; por cem anos, educa o povo”. Quando o povo e o nosso governo vão aprender essa lição? Não nos deixemos enganar por soluções “fáceis, cômodas, baratas, e inócuas”; pois, entre elas está a eutanásia, o divórcio, e tantas falsidades e imoralidades… Uma ultima observação: Aquela sacola plástica na boca da tartaruga não está lá porque é uma sacola plástica. Está lá porque alguém a jogou no mar ou em um local inadequado que acabou indo para o mar. Sacolas e qualquer outro tipo de lixo devem ter tratamento adequado e isso dá trabalho, não gera votos e custa alguma coisa em termos de infraestrutura, educação e consciência.

11º

FLÁVIA

Sou contra a medida de proibir a distribuição gratuita de sacolas em supermercados e varejos em geral. O Papa Paulo VI disse que “o mundo vai mal porque quer dar soluções fáceis para problemas difíceis”. Isto é, não se cura câncer com novalgina. Sempre achei incompreensível eliminar as sacolas plásticas: um produto bom, barato, 100% reciclável, e em si mesmo nada tóxico e poluente. Seu mau uso sim pode ser poluente, mas isso é problema de Educação e não de meio ambiente. Então, o que se deve fazer? Qual a solução correta? EDUCAR O POVO e não retirar a sacola útil, pratica, barata e confortável. Se for para proibir tudo que o povo não sabe usar corretamente, vamos ter de proibir a fabricação de motos, carros, revólveres, cerveja, vinho, remédios… e também todos os sacos plásticos além da sacola. Não conheço um só país que proíbe a sacola. Mas em todos eles a educação é boa. Sacola no chão é multa na hora em alguns países.Há um provérbio chinês que diz: “Se queres colher por um ano semeia o grão; por dez anos, planta a árvore; por cem anos, educa o povo”. Quando o povo e o nosso governo vão aprender essa lição? Não nos deixemos enganar por soluções “fáceis, cômodas, baratas, e inócuas”; pois, entre elas está a eutanásia, o divórcio, e tantas falsidades e imoralidades… Uma ultima observação: Aquela sacola plástica na boca da tartaruga não está lá porque é uma sacola plástica. Está lá porque alguém a jogou no mar ou em um local inadequado que acabou indo para o mar. Sacolas e qualquer outro tipo de lixo devem ter tratamento adequado e isso dá trabalho, não gera votos e custa alguma coisa em termos de infraestrutura, educação e consciência.

10º

Suellen

Essa Lei é necessária porem errada. Mais de 50% das coisas que ultilizo contém plástico, será que vão proibir 50% de tudo que eu uso. Essa proibição não dará certo sem concientizar o ser humano que jogam lixo nas ruas. Tomara que haja uma liminar para barrar essa lei

Roberto Farina

A Alexandra Silveira diz "Para Alexandra Silveira e Silvana Graniero a iniciativa é ótima devido à necessidade de preservação ao meio ambiente. “Acabo usando a sacolinha de plástico como saco de lixo, mas já tenho a consciência da importância de preservar o meio ambiente... " e agora ela vai colocar o lixo onde, na lata ou comprar saco plastico que dá na mesma?????

Edson

Sr.Edi todos pagam a garrafa de plastico que vem os refrigerantes e nem por isso deixam de jogarem no lixo que acabam parando nos mesmos lugares e ai o que vc acha?

werner bazilio

Ser sustentável é poder fazer do lixo um ato de amor ao próximo com a doação de tudo o que pode ser reaproveitado para doação a Cooperativas de reciclagem. Em nossa residência geramos apenas 5 kilos de lixo por mês, apenas com a implantação da Coleta Seletiva e coleta de óleo de cozinha usado, onde doamos ó óleo para a Ong Biobrás e os materiais recicláveis limpos e secos são encaminhados para a Cooperativa Vitória da Penha- fone: 2541-9298 – contato: Sr. Massao. Nossa arrecadação em 2010 foi de 740 toneladas de material reciclável limpo e seco, e nossa meta para 2011 será de arrecadar mais de 900 toneladas com o Projeto Lixo Zero. Todas as nossas ações são divulgadas no site: http://www.comunidadebancodoplaneta.com.br – basta pesquisar como Projeto Lixo Zero. Fazemos coleta em qualquer local da Zona Leste, inclusive em condomínios, e não apoiamos empresas que tenham interesse financeiro na separação do lixo, pois nossa ação é somente social e sem fins lucrativos, nossa meta é apenas geração de trabalho e renda para famílias carentes e catadores de rua. wbazilio@sabesp.com.br

Inão

Ô comentario 4,pelo menos agora para gerar mais lixo que a sociedade já gera ,pelo menos vai ter de pagar. Vamos rever o conceito de consumo,os recursos naturais nao sao infinitos..pense.

ADRIANO

Essas normas já existem em outros lugares,não foram vistos sacolas de lixo espalhadas pelas ruas. Uma coisa que é certo,será o aumento do valor desses sacos "pretos". Estava lendo que o aumento pode chegar a 100%. É melhor começar a se adaptar,fui ao mercado semana passada e tive que comprar sacolsas retornaveis. 2,50retornaveis,

Inae Fonseca Rosas

Essa proibição das sacolinhas não é uma causa verde! O dinheiro está por trás de tudo! Divulguem esse vídeo, todos tem que saber a verdade! http://www.youtube.com/watch?v=rq3nyZvmaag

Edi

Tem gente que não conhece a periferia. Sou professor de informatica e moro na favela do piscinão do CSU. Aqui só nao tem carro novo ou semi-novo quem nao tem lugar para guarda-lo. Muitos moradores aqui mesmo com sacolas de mercado ja jogam lixo no piuscinão,isso nada mais é que falta de educação...será que vai ter bolsa saco de lixo agora? Precisamos de educação isso sim.

jose carlos

outro absurdo, vão acabar com os sacos de lixo plasticos tambem??? se acabarem com eles fico quieto, agora acabar com as sacolinhas de supermercado, o saco de lixo do pobre, vcs vão ver como vai ter lixo espalhado pelas cidades, pois eles não tem dinheiro para comprar saco plastico de lixo.

Ernesto Berger

Não há lei que proíba as sacolas entrando em vigor, e sim acordo do Gov do Estado e grandes varejistas (http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=214682). A lei municipal(explicada no link exposto da exame.com) foi derrubada pelo Desembargador Luiz Pantaleão(http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1011265-cai-lei-que-proibe-sacolas-plasticas-no-varejo-em-sao-paulo.shtml). Quer notícia? Escreva sobre a falsa pretensão preservacionista do acordo, uma vez que contraria estudo científico específico recente: http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/882950-saco-plastico-causa-menos-danos-que-ecobags-diz-relatorio.shtml.

27/04/2017

Taboão começa a elaborar Plano de Mobilidade em audiência pública no Cemur

Atendendo a Política Nacional de Mobilidade Urbana e a Lei 12.587/2012, que estabelece a...

26/04/2017

Bom Prato de Taboão abre as portas superando expectativas e com elogios

O restaurante popular Bom Prato Taboão da Serra abriu suas portas ao público nesta quarta-feira,...

25/04/2017

Conseg Monte Alegre fará reunião no Intercap para debater segurança na região

Instrumento importante de participação popular em favor da Segurança Pública a reunião mensal da...

22/04/2017

Engenheiro  desaparecido em Itapecerica da Serra é localizado em Curitiba

O engenheiro Cláudio Silvestre Rodrigues, morador de Itapecerica da Serra, que estava...

21/04/2017

Família de engenheiro de Itapecerica cria força tarefa para localizá-lo, ajude!

Uma verdadeira força tarefa formada por familiares, integrantes da Polícia Militar e da Guarda...

16/04/2017

Taboão da Serra realizou 61ª encenação da Paixão de Cristo com inovações

O público emocionado e atento assistiu a 61ª encenação da Paixão de Cristo de Taboão da Serra,...

13/04/2017

Joice Silva e Johnatan Noventa visitam Casa dos Velhinhos Santa Terezinha

“Aqui é um cantinho de céu. E aquelas duas moças são dois anjos”. Foi com essa frase, dita com...

13/04/2017

Nova balada sertaneja em Taboão estreia com show de Helena

Um dos bares mais agitados de Taboão da Serra, localizado Rua José Maria, 123, no Parque...

10/04/2017

3º Encontro de Autismo em Taboão teve público recorde e palestras de alto nível

Com participação de público recorde, palestras de nível elevado e a presença maciça de...

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Prefeitura de Taboão forma mais de 200 alunos através do Programa Lado a Lado Sa

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Taboão da Serra,...

29/04/2017

Maternidade de Taboão inaugura serviço de consultoria em amamentação

A Prefeitura de Taboão da Serra está cada vez mais avançando na implantação de políticas...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.