Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Moradores protestam contra aumento do IPTU em Taboão da Serra

Por Sandra Pereira | 3/02/2010

IPTU_capa.jpg

Moradores pediam revogação da Lei que aumentou imposto

Revolta, indignação e até desespero. Foi assim o clima na primeira sessão do ano da Câmara Municipal de Taboão da Serra. Dezenas de moradores lotaram a Câmara nesta terça-feira, 2, para protestar contra o aumento do Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU) na cidade e pedir a revogação da Lei que permitiu o aumento da cobrança do imposto.

Os moradores exibiam os carnês do imposto que em vários casos subiu até 1.000% provocando a revolta da população. Os vereadores ficaram literalmente acuados e a todo custo tentavam justificar aos presentes o aumento da cobrança.

Na expressão de cada um deles era possível constatar a tensão que paiorou durante a sessão. Muitos parlamentares tentaram se justificar para os moradores e acabaram se contradizendo uns aos outros.

Parte dos vereadores declarou não saber que a atualização da Planta Genérica de Valores (PGV) ia incidir no aumento do IPTU. Outra parte declarou ter conhecimento de que o imposto seria reajustado e tentou explicar que as ações da administração municipal acontecem em toda a cidade e justificam a necessidade de aumento do IPTU.

Mas, nenhuma das linhas de discurso ajudou a acalmar os moradores insatisfeitos.

A taboanense Mara Germano, moradora do Condomínio Serra Verde era uma das mais insatisfeitas com o aumento. Ela disse que mora num apartamento de 45 metros quadrados e terá que pagar quase R$ 900 de IPTU. “Meu apartamento não tem nem mesmo a metragem mínima para que seja feita a cobrança. Essa Lei tem que ser revogada”, exigia.

Outra moradora exibia revoltada o carnê do imposto que teve reajuste de R$ 700,00 para 3.788,61.  “Isso é um abuso. Nem acreditei quando vi”, dizia indignada.

Os manifestantes seguravam nas mãos o carnê do IPTU enquanto gritavam pedindo a revogação da Lei. Os ânimos ficaram ainda mais exaltados quando o vereador Paulo Félix declarou que os técnicos da prefeitura haviam garantido que só haveria aumento da cobrança do IPTU para o Shopping Taboão, o  hipermercado Extra e os terrenos baldios.

O vereador foi vaiado pelos moradores e quase não pode ser ouvido devido aos gritos da plateia. Exaltado, o vereador vociferou.

“Não somos debeis mentais para votar sem saber o que estamos fazendo”, disparou. “Vocês podem ter certeza que a Câmara não vai revogar a Lei”,  garantiu Paulo Félix.

Enquanto o vereador falava os moradores repetiam sem parar a frase: o povo unido não será vencido.

Na próxima quinta-feira os vereadores vão se reunir com o prefeito Evilásio Farias para tratar do assunto.

Veja mais fotos da sessão:

IPTU1.jpg

 

Moradora inconformada com aumento

IPTU.jpg

 

População reclama do aumento do imposto

iptu3.jpg

 

Moradores mostram carnê do IPTU

 

IPT2.jpg


16º

camila moreira

BOM RECEBI O CARNE NÃO PAGUEINENHUMA PARCELA POIS ESTAREI RECORRENDO SOBRE O VALOR VEIO PRA MIM MAIS DE R$ 2000,00 MIL REAIS DE IPTU SENDO QUE NÃO EXISTE ESSE VALOR A ONDE EU MORO. PEÇO QUE TENHA UM ACORDO POIS ASSIM DA VERGONHA DE MORAR AQUI

15º

José Francisco

Tenho vergonha até mesmo de dizer que moro no Taboão, pois, quando falo o pessoal tiram o maior sarro dizendo que eu moro na cidade da incompetência, onde os politicos só pensam nos bolsos deles, o interessante é que no centro tiveram um desconto de 50% e nos bairros mais afastados segundo eles 30%, onde já se viu isso?

14º

Fernando Farias

Senhores taboanenses, não temos que dar o troco, na proximas eleições, todo o poder emana do povo e sendo assim; NÃO DEVEMOS PAGAR O IPTU. ESSES POLITCOS SÃO A VERGONHA E DESGARAÇO DESTE PAIS>

13º

Militão Marcos

"Nobres vereadores"...Tenham um pouco de bom senso e revoguem esta lei, pois lembrem-se, nós eleitores daremos o troco nas próximas eleições.

12º

dayse

Barbaridade o que e isto? quanta inconpetencia da parte desses vereadores, meu DEUS! e por fim como sempre vai acabar tudo em pizza, e o povo mais uma vez tomando na lata pelas pessoas que elegeram, mais as eleições estão chegando aguardem senhores vereadores o povo ponhe o povo tira

11º

Evandro Garcia Shiroma

Vamos sair as ruas, vamos nos manifestar de forma organizada, o povo é soberano, não é só na hora da votação que ele tem o poder, a cidade somos nós, a população, o prefeito e os vereadores nos representam. Já que eles não estão nos representamos como o povo quer, cabe a nós, o povo, fazer valer a nossa vontade. A Constituição é clara, "todo poder emana do povo e somente dele...".

10º

Edgar Francisco de Oliveira

Meus caros concidadãos, não adianta brigar, gritar, é na próxima eleição que devemos dar a resposta a estes insenciveis,irresponsaveis, avarentos e cobiçosos, estes que votaram a favor desta lei absurda, que esta levando tantos ao despero e angustia, foram eleitos para legislar em prol da população mas só pensam em si, que Deus tenha misericordia deles e de cada um de nós pois o dia do Juízo perto esta, e cada um irá comparecer diante do soberano Deus para prestar contas.

jose

Pior mesmo é saber que vamos ter quer pagar o iptu com uma promoção que varia de 300% à 1000%.

eduardo

as vezes quando se ve alguem quebrando a cara de alguem, a gente se pergunta o porque. é o caso. o povo se acomoda e escuta uma barbaridade desta sem quebrar a cara deste canalha que ocupa e mama no cargo de vereador por varios anos sem fazer nada. só roubando e articulando, quando fazem... são pagos pra isto! fazem com nosso dinheiro.chega de sustentar essa a raça e seus aliados. vamos promover uma do terror isto igual a da revolução francesa so que agora no taboão um pouco mais moderada.

Kátia Rocha

É revoltante ver o comportamento desses vereadores. Eles aprovaram o projeto sem discutir, sem ler e agora querem se livrar da responsabilidade. Cadê o compromisso com a população de Taboão? Ao menos tenham a honra de assumir o que fazem.

Thereza

Wagner Eckstein declarou que se sentia constrangido de ter votado a Lei sem ler.!!! Como pode um vereador assinar sem ler?? E o povo mais uma vez toma na cabeça elegendo esse retardado para vereador!! Wagner Eckstein e Paulo Felix dois idiotas sem noção!!!! Com certeza não farão nada por nós do taboão da Serra!!! Na proxima eleição vcs verão meu voto de binóculo,cambada de imprestáveis!!

Marcos Antonio Bodelon

Isso é uma vergonha, esse vereador Felix vai pagar por tudo q ele faz porque aqui se planta e aqui se colhe, ele deveria pensar duas vezes em falar do jeito q ele falou porque nós que moramos em taboão q elegemos ele para vereador, o minimo que ele deveria fazer é ter respeito com os taboanenses, por fim que Deus tenha misericórdia dele por tudo que ele faz de ruim.

Marcia Silva

È uma falta de respeito o comportamento desses vereadores, uns assinam projetos sem ler e outros desafiam a força do povo.

ANDRÉA

"Não somos debeis mentais para votar sem saber o que estamos fazendo”, disparou. “Vocês podem ter certeza que a Câmara não vai revogar a Lei”, garantiu Paulo Félix Eu como moradora de Taboão da Serra fico indignada com tamanha falta de respeito de um vereadorzinho q ha anos senta na cadeira de vereador, pq nós os eleitores o colocamos lah, achando q seríamos bem representados, e que agora o Sr, vereador se exalta, ele se exalta pq tem um salário grande e pode gozar com seu salário de coisas boas e vãs, q não eh nosso caso, q temos um salario mereca q se não economizarmos passamos fome. Vai aki meus pezames a tds q votam nesta cidade.

juca

o vereador Paulo felix foi muito infeliz em seu discurso,como sempre estar acima do bem e do mal o mesmo não sabe que seu mandato é passageiro!

reinaldo

Paulo felix sem noção, vou assistir de camarote ( jornal Nacional ) quando a imprensa junto com o povo estiver batendo a porta de seu gabinete alias não só o seu como de todos os vereadores pra explicar esse IPTU e outras cositas más.

18/09/2017

Itapecerica da Serra realizará Audiência Pública do PDUI no dia 7 de outubro

Os municípios de Itapecerica da Serra, Cotia, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Juquitiba, São...

17/09/2017

Câmara Municipal debate Educação durante audiência pública com secretário

Na manhã desta quinta-feira, dia 14, a Câmara Municipal realizou uma audiência pública para...

16/09/2017

Dr. André da Sorriso comemora conquista da nova loja do Cartão BOM no Poupatempo

Desde o dia 09 de setembro, após grande mobilização do vereador Dr. André da Sorriso e da...

15/09/2017

Vereador André Maestri incentiva empresas de Embu das Artes contratarem jovens

Aprovada na 28ª sessão ordinária que aconteceu no último dia 6 de Setembro, o Projeto de Lei...

15/09/2017

PTB de Taboão reforça empoderamento feminino em evento com Marlene Campos

O empoderamento feminino, a ampliação da participação das mulheres na política e nos mais...

14/09/2017

Vereadores de Taboão debatem segurança pública com a deputada Analice, PM

Segurança pública foi o tema central de uma reunião realizada nesta quarta-feira, 23, pela...

12/09/2017

Analice Fernandes e EMTU entregam posto do cartão Bom em Taboão

10/09/2017

Priscila Sampaio promove ações em Semana de Valorização da Vida

Uma ampla discussão sobre suicídio, com foco na educação, acolhimento e prevenção, marcou a...

10/09/2017

Johnatan, Joice e Carlinhos são eleitos os 3 vereadores mais atuantes de Taboão

Mais jovem vereador de Taboão da Serra, Johnatan Noventa (PTB), foi escolhido como o mais...

20/09/2017

PM prende quadrilha armada acusada de assaltos no Monte Alegre e região

A Polícia Militar prendeu na noite desta terça-feira, 19, quatro homens acusados de praticar...

19/09/2017

Estudantes já podem se inscrever para concorrer a vagas remanescentes do Fies

O Ministério da Educação abriu nesta segunda-feira (18) as inscrições para 35 mil vagas...

19/09/2017

Polícia Federal investiga fraudes em 14 concursos públicos

A Polícia Federal descobriu fraudes em 14 concursos públicos nacionais aplicados pela Fundação...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.