Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Esporte

Itapecerica é vice-campeã brasileira de Jiu-Jitsu

Por Departamento de Comunicação da Prefeitura de Itapecerica da Serra | 24/11/2011

professor1

DivulgaçãoProfessor da Prefeitura de Itapecerica (à esquerda)

O professor da Prefeitura de Itapecerica da Serra Stefan Chinem alcançou o 2º lugar no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu CBJJE (Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo), realizado no Ginásio do Ibirapuera (Mauro Pinheiro). O torneio contou com a participação de mais de dois mil atletas de todos os estados do Brasil, com destaque para São Paulo e Amazonas.

Stefan venceu todos os oponentes até a final, acabando em segundo lugar após uma disputa muito difícil. O atleta enfrentou um adversário inesperado: um resfriado. “Passei a noite toda com uma febre muito forte, pensei que fosse perder logo na primeira luta e iria embora, mas fui ganhando e acabei chegando à final”, disse Stefan.

O vice-campeonato brasileiro é o título mais importante até agora para nosso professor, deixando-o com mais confiança para os próximos desafios que acontecerão no decorrer do circuito. “Os alunos e amigos de Itapecerica têm me ajudado a melhorar o condicionamento e as técnicas. Agradeço a cada munícipe que se dedica nos treinos de Jiu-Jitsu nos núcleos da prefeitura nos bairros do Marilú, Jardim São Marcos e Parque Paraíso”, afirmou o professor Stefan Chinem.

Circularam durante os três dias do campeonato um público estimado em mais de cinco mil pessoas, que presenciaram disputas com nível técnico altíssimo em todas as categorias e faixas, principalmente nos absolutos, em que todos da categoria lutam sem diferença de peso.

A Prefeitura de Itapecerica, através da Secretaria de Esportes e Lazer, investe cada vez mais no Jiu-jitsu itapecericano, oferecendo todas as condições para que os treinos aconteçam cada vez melhor nos núcleos e os alunos evoluam rapidamente. O professor Stefan e os alunos agradecem a força e o incentivo.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.