Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Hospital Geral de Itapecerica trata vítimas de estupros

Por Karen Santiago | 9/11/2011

hgis

Karen SantiagoHGIS é referencia no tratamento de casos de violência a mulher

Trauma, dor, sofrimento e medo caracterizam fielmente o estado físico e mental de mulheres vítimas de violência sexual. O estupro, como é conhecido popularmente e configura-se crime, marca a vida das vítimas. E para diminuir as possíveis conseqüências da violência, como doença sexualmente transmissíveis, gravidez indesejada e por fim, depressão, o Hospital Geral de Itapecerica da Serra (HGIS) que é referencia no tratamento desses casos, “cuida” dessas vítimas.

Muita gente não sabia, mas é verdade, o Hospital Geral, além de realizar o mesmo tratamento que o Perola Byton é referencia em casos de violência sexual, explicou a Superintendente da Autarquia de Saúde do município, Michele Sales.

“O tratamento é delicado, as vítimas precisam passar por psicólogos, realizar exames de corpo delito e se tratar com o coquetel, que evita, se tomado direitinho, doenças sexuais e gravidez”, explicou. Segundo Michele, se o caso for muito complicado, vai depender da conduta médica, o encaminhamento ou não do paciente ao Perola Byton.

Lado das vítimas após violência

Em alguns casos de estupros, as vítimas preferem manter sua intimidade e toda a violência em sigilo, por vários motivos, como conta Raiana, a reportagem do Jornal na Net. “Guardei só pra mim, até agora como fui estuprada, por medo. Vivo com muito medo, porque o agressor me ameaçou, dizendo que ia me matar, por isso não contei pra ninguém”, relatou emocionada.

E finalizou afirmando que ficou com receio e vergonha do que a família iria pensar e se realmente acreditaria nela. “Mesmo com todas as conseqüências, tomei coragem para vir a Delegacia reconhecer ele (estuprador). Quem sabe agora não vivo em paz e retomo minha vida”, disse esperançosa.

A exposição pode causar repulsa para a própria vítima e o tratamento, se de fato for comprovada a violência é garantido em todos os casos. De acordo com as investigadoras responsáveis pelo caso de estupros no bairro do Itaquaceara, divisa de Itapecerica com Embu-Guaçu, onde um foi preso, suspeito de cometer estupros, as vítimas, cinco até o momento, contaram suas versões e pontuaram características do agressor, além disso, em relatos emocionados disseram que perderam seus companheiros e até tiveram que mudar de residência. Confira: http://www.jornalnanet.com.br/noticias/3688/pm-de-embu-guacu-suspeito-de-estuprar-5-vitimas-e-preso

“Elas contaram que eles (maridos e namorados) não acreditaram que de fato, foram estupradas e imaginam que elas saíram com ele (estuprador), por livre espontânea vontade. Chegamos à conclusão que elas tiveram suas vidas acabadas”, frisaram as investigadoras.

Os casos de violência contra a mulher a cada dia que passa tornam-se constantes e de certa forma rotineiros nas cidades da região. A violência sexual contra crianças, dentro de famílias e até filhas que são vítimas de seus próprios pais são registradas em forma de Boletim Ocorrência e um Inquérito sobre cada caso é instaurado. Os estupradores são presos e outras vítimas fazem o reconhecimento.

Pronto Socorro Central informa Polícias Militar e Civil

A falta de informação e até conhecimento entre os funcionários do Pronto Socorro Central e Polícias Militar e Civil deu o que falar na reunião desta segunda-feira (7) do Conseg da cidade. Questionados por munícipes sobre o papel do PS junto às corporações em casos de violência sexual, Doutor Marcelo e Tenente Daniel salientaram que o PS deve entrar em contato com a polícia para a elaboração do Boletim de Ocorrência.

Além desses casos, segundo o tenente e o delegado, o Pronto Socorro deve avisar em casos de pacientes vítimas de bala de fogo, arma branca e acidente de trânsito com vítima.

Segundo Michele Sales, em caso de violência sexual, as polícias só são acionadas a pedidos das vítimas, caso contrário, o PS estará ferindo os princípios morais que estão abalados das vítimas. “Nesses momentos a decisão fica a critério da vítima. Só chamamos, em caso de vítimas de bala de fogo, arma branca e se a vítima estiver desacordada, confusa”, argumenta.

19/07/2017

Policial à paisana reage a assalto e deixe um morto em Embu das Artes

Um policial a paisana foi vítima de tentativa de assalto na noite da ultima segunda-feira (17)...

19/07/2017

Alckmin entrega 76 novas viaturas para reforço da frota da Polícia

O governador recebeu nesta quarta-feira, 19/07, da Secretaria Nacional de Segurança Pública...

18/07/2017

Três pessoas são presas ao tentar subornar PMs e Delegado em Taboão

Policias da CGP IV, efetuou na noite da última segunda-feira (17), a prisão de três pessoas...

18/07/2017

PRF captura na Régis Bittencourt homem procurado por estupro de vulnerável

A PRF conseguir efetuar a prisão de um homem acusado de estupro de vulnerável na manhã desta...

17/07/2017

Prefeitura de Embu inaugura base da GCM 24 horas no Jardim Santo Eduardo

O Governo de Embu das Artes inaugurou no último sábado, dia 15 de julho, uma base da GCM 24...

15/07/2017

PM apreende três menores com carro roubado e simulacro em Embu

Policiais do 36º Batalhão conseguiram recuperar no início da manhã deste sábado (15), um veículo...

15/07/2017

GCM e Policia Militar realizam Operação Saturação no Jardim Monte Alegre

Uma ação conjunta entre a Guarda Civil Municipal de Taboão (GCM) e a Policia Militar deu inicio...

15/07/2017

Guarda Civil Municipal de Taboão conta com novos coletes balísticos

A corporação da Guarda Civil Municipal de Taboão da Serra (GCM) adquiriu 135 novos coletes de...

13/07/2017

Equipe Alpha da ROMU prende menor com grande quantidade de droga em Taboão

A equipe Alpha da ROMU de Taboão da Serra conseguiu apreender nesta quinta-feira (13), uma...

12/07/2017

Inauguração da base da GCM no Santo Eduardo em Embu será neste sábado 15

Com custo zero para Prefeitura de Embu das Artes, através de parceria com a iniciativa privada,...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.