Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Fernando Fernandes fez contrato ilegal com empresa do Lixo em Taboão, diz TCE

Por Sandra Pereira | 5/10/2011

fernando

Arquivo do Jornal na NetEx-prefeito poderá ser obrigado a devolver aos cofres municipais R$7.895.920,56 referentes ao contrato irregular com a empresa

O Tribunal de Contas do Estado São Paulo (TCE-SP) julgou irregular a licitação feita pela prefeitura de Taboão da Serra, durante a gestão do ex-prefeito Fernando Fernandes, para a contratação da empresa Equipav S/A Pavimentação Engenharia e Comércio. A empresa era responsável pela execução dos serviços de limpeza de vias e logradouros públicos, coleta e transporte de resíduos domiciliares e varrição, limpeza e lavagem de feiras em Taboão da Serra.

O contrato firmado entre a prefeitura e a Equipav foi estabelecido em R$7.895.920,56. Em razão da decisão do TCE o ex-prefeito poderá ter que devolver aos cofres municipais o valor do contrato apontado como irregular pelo Tribunal de Contas. A reportagem do Jornal na Net tentou contato por telefone com o ex-prefeito, mas não obteve êxito.

O TCE negou a Ação de Rescisão de Julgado proposta pelo ex-prefeito Fernando Fernandes e seu então secretário de administração Takashi Suguino. Os autores pretendiam desconstituir a decisão que julgou irregulares a concorrência e o contrato celebrado entre a Prefeitura Municipal de Taboão da Serra e a empresa Equipav S/A. O TCE alegou que não há fundamentação legal para justificar a ação.

“A irregularidade da matéria foi decretada em função de ofensa à vinculação ao edital, em vista de vantagem concedida à proponente contratada, que descumpriu normas e condições impostas pelo instrumento convocatório3, sendo-lhe concedido prazo para correção, em detrimento das demais concorrentes. Além disso, a exigência, para fins de habilitação, de compromisso de terceiro estranho à relação licitatória, feriu as disposições contidas no parágrafo 6º do artigo 30 da Lei de Licitações e na Súmula nº 15 desta e. Corte”, estabelece a decisão assinada pelo relator e  Conselheiro Robson Marinho.

O parecer dele foi apreciado em plenário e recebeu voto favorável dos conselheiros Antonio Roque Citadini, Eduardo Bittencourt Carvalho, Edgard Camargo Rodrigues, Fulvio Julião Biazzi e Renato Martins Costa. O acórdão da decisão foi publicado no dia 20 de setembro.  

Leia a decisão completa aqui:


http://www2.tce.sp.gov.br/arqs_juri/pdf/139261.pdf

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.