Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Apesar de evasão, Projovem Urbano forma 400 alunos em Taboão da Serra

Por Outro autor | 4/10/2011

alunos1

DivulgaçãoProjovem Urbano forma 400 alunos em Taboão

No município de Taboão da Serra, na Grande São Paulo, o Projovem Urbano é considerado um "sucesso", apesar do altíssimo índice de evasão, que chega a cerca de 70% na turma deste ano. As desistências acontecem pelos motivos mais variados, desde um novo emprego até uma recaída no uso de drogas. Apesar das desistências, os coordenadores comemoram o "resgate" de 200 jovens na turma do ano passado, marca que devem atingir também na turma atual.

- É um programa maravilhoso, mas precisa ser entendido pelo que é: um resgate de jovens, com muitas dificuldades na trajetória de vida e que estão acostumados a ouvir não. É uma última chance que eles estão recebendo. Perdemos muitos alunos pelo caminho, é uma realidade do perfil das pessoas que atendemos - explica a coordenadora pedagógica do Projovem Urbano em Taboão, Natali Tomassi Lopes.

Dos cerca de 700 jovens que se cadastraram no ano passado, cerca de 200 estão aproveitando o curso e devem ser diplomados em janeiro de 2013. Eles têm aulas diárias por 18 meses, sem férias, numa espécie de "intensivão" do ensino fundamental com uma aula profissionalizante por semana. O público-alvo inclui jovens em situação de vulnerabilidade social, como moradores de rua e usuários de drogas.

Todos que mantêm uma frequência de 75% recebem a bolsa de R$ 100 por mês. Além do kit de material escolar, os jovens também recebem um jantar completo na escola, onde fazem aulas à noite.

- Temos muitas meninas que são mães, não têm onde deixar os filhos. Temos jovens que abusam de substâncias. Temos jovens que moram na rua. Alguns desistem quando encontram um emprego informal. Outros, com o próprio comprovante de "Aluno do Projovem", conseguem um emprego e não voltam. É uma realidade difícil. O que vamos fazer quando o barraco de alguém inunda, ou quando um aluno foi espancado? - explica Natali. Ela treina os professores do Projovem, que precisam estar prontos até para ser "um pouco psicólogo" ou para chamar o SAMU quando um aluno tem uma convulsão, ou passa mal durante a aula.


Leila Suwwan - http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/10/04/apesar-de-evasao-projovem-urbano-forma-400-alunos-em-taboao-da-serra-sp-925502070.asp

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.