Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Ato Pró-Cultura em Taboão reúne professores e alunos

Por | 24/09/2011

cultura1

Karen SantiagoMárcia diz que denúncias contra Secretaria de Cultura são falsas e apóia movimento

Cerca de 200 artistas e arte educadores do movimento Pró-Cultura Taboão, além de alunos das ONGs que prestam serviço para prefeitura, funcionários da Secretaria de Cultura e a vice-prefeita Márcia Regina, responsável pela pasta se reuniram neste sábado, 24 de setembro em mais uma manifestação na Praça Nicola Vivilechio.

Esta é a 1ª manifestação do movimento que pede pelo retorno imediato das atividades do Liceu de Artes Municipal, Escolas de Música, Bailado, Teatro e Circo. Os motivos pela suspensão dos cursos seriam a falta de pagamento das ONGs prestadoras de serviços para prefeitura e salários atrasados há dois meses. A suspensão de todos os cursos foi feita pela prefeitura no dia 19.

Frases de protestos como: “Senhor Prefeito queremos aulas não deixe à cultura acabar”, “Liceu de Artes - 1.200 alunos pedem à volta as aulas” e “Senhores políticos não fechem o Liceu. Arte também é cultura” foram expressas por meio de cartazes. Depoimentos dos manifestantes e muita cultura expressa por meio de poesias, músicas e brincadeiras de crianças fizeram parte da manifestação. Desenhos com tintas em um grande cartaz também foram expostos no ato pró-cultura.

cultura

Manifestante carrega faixa de protesto

cultura2

Diversas manifestações culturais fizeram parte da manifestação


Denúncias que cercam a secretaria municipal de cultural segundo aponta o relatório da Polícia Civil como o desvio dos cofres públicos em torno de 1,8 milhão de reais com o uso de notas frias, além da prestação de contas das ONGs possivelmente envolvidas no esquema que teriam várias fraudes, foi rebatida pela vice-prefeita e secretária da pasta Márcia Regina, durante manifestação.

“As denúncias apontadas pelo investigador (Ivan Jerônimo da Silva) são falsas. Elas (denuncias) não provam como funcionava o processo de contas, que tentamos por em dia, mas acabou atrasando. Porque no inquérito policial não consta que grande parte das ONGs é paga pela prefeitura? Essas falsas denúncias estão atrapalhando nosso trabalho. A nossa cultura não pode parar por causa das denúncias”, afirmou.

Márcia comentou ainda que “falaram que nunca teve aula de cultura, fomentação e que o recurso foi para o bolso de a ou c. Taboão conta com o Liceu e mais 26 lugares que promovem a cultura na cidade. Não tem força capaz de acabar com a cultura na cidade. Vamos enfrentar com toda a força essas denúncias e lutarmos para que as aulas retornem ”, finalizou.

De acordo com Regina Azzulini funcionária da secretaria e Bia Couto, funcionária da ONG Fique Vivo, se existe luta pela educação também deve haver para a cultura. “São denúncias, não foram julgadas ainda. Não entendo porque as portas foram fechadas e os serviços (cursos) suspensos. Se existirem culpados, eles devem pagar e serem afastados, mas a suspensão dos cursos está prejudicando os educadores e alunos”, reivindicou.

Uma sindicância para apurar todas as possíveis irregularidades levantadas e detalhadas no relatório da Polícia Civil iniciou-se na semana do dia 19 de setembro, pela prefeitura. Informações indicam que no total, 70 professores que trabalham nos mais variados cursos oferecidos pela prefeitura, por meio das ONGs foram dispensados, e as prestadoras de serviço (ONGs) rescindiram o contrato de seus profissionais. A prefeitura cancelou também a Escola de Bailado.

24/05/2018

Procon de Itapecerica multou posto acusado de vender combustíveis com preços abu

O Procon de Itapecerica da Serra multou o posto de gasolina que estava vendendo gasolina a R$...

24/05/2018

Em Taboão, Café Sensorial promove protagonismo de pessoas com deficiência

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), ligado à Secretaria de Assistência Social...

24/05/2018

Motoqueiros fizeram ato na Régis, no centro de Taboão em apoio ao protesto

Motoqueiros realizaram protesto no início da noite desta quinta-feira 24, contra o aumento no...

23/05/2018

Governo faz reunião para discutir greve de caminhoneiros

O governo convocou para hoje (23), às 14h, uma reunião para discutir a paralisação dos...

11/05/2018

Após 6 meses de vigência, reforma trabalhista espera regulamentação

Meio ano após a implantação da reforma trabalhista, os resultados das mudanças ainda não são...

11/05/2018

Centro de Formação Continuada de Embu capacita 50 novos Guardas Civis

No dia 06 de Abril o Prefeito Ney Santos inaugurou as instalações do CEFECON (Centro de Formação...

11/05/2018

Em comemoração ao Dia das Mães Bom prato terá cardápio especial nesta sexta

Para comemorar o Dia das Mães que será celebrado no domingo, 13, as unidades do Bom Prato terão...

09/05/2018

Preço da cesta básica diminui em 16 capitais em abril, diz Diesse

A cesta básica diminui em 16 capitais no mês de abril, segundo dados da Pesquisa Nacional da...

08/05/2018

Vereadores e prefeito entregam título de Cidadão Taboanense ao padre Weliton

A presidente da Câmara de Taboão da Serra, Joice Silva e os vereadores Cido da Yafarma, Dr....

25/05/2018

Embu realiza Futebol Solidário das Estrelas neste sábado 26

Neste sábado 26 de maio, à partir das 9h, o município de Embu Das Artes irá realizar o Futebol...

25/05/2018

Caminhoneiros mantém bloqueio na BR; parte dos ônibus deixam de circular

A rodovia Régis Bittencourt segue com bloqueio de caminhoneiros em Embu das Artes. Os...

25/05/2018

Condutores escolares de Taboão da Serra fazem ato em apoio aos caminhoneiros

Os condutores de vans escolares começaram a manhã desta sexta-feira (25) com protestos em Taboão...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.