Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

CEI investiga contratação para liberdade de presos

Por | 22/09/2011

evandro

Eduardo Toledo-Assessoria de imprensa da CâmaraEmpresário Evando Corado negou pagamento de advogado com dinheiro público. Caso é investigado pela Polícia Civil

Evandro Corado de Oliveira, irmão do ex-secretário de Finanças e Planejamento de Taboão da Serra, Maruzan Corado, negou em depoimento à Comissão Especial de Inquérito (CEI), na tarde desta quinta-feira, 22 a denuncia feita pelo médico e ex-vereador Maurício André, à Polícia Civil, sobre o possível envolvimento do prefeito Evilásio Farias na negociação para a contratação do advogado de defesa sete dos 22 presos acusados de fraudar a arrecadação de impostos da prefeitura.
 
“A contratação do advogado Flávio Cesar de Toledo Pinheiro para impetrar Habeas Corpus para sete dos acusados foi intermediada por um amigo antigo, não pelo prefeito. No inicio o valor a ser pago para Pinheiro seria de R$ 700 mil, mas como ele disse que não queria trabalhar em Taboão, apresentamos um orçamento de R$ 150 mil, falta pagar R$ 10 mil deste valor”, afirmou.

Segundo ele, o prefeito só teve contato com o advogado Pinheiro após a contratação “para resolver processos antigos e atuais. A reunião foi feita, pois ele (Evilásio) precisava contratar um advogado, mas ele contratou outro profissional”, disse.

Ele negou veementemente que o pagamento do advogado foi realizado pela empresa ETAMA. “Não conheço esta empresa. Desafio alguém a provar que tive contato com ETAMA. Essa informação é mentirosa e usada por motivos políticos”, defendeu-se.
 
Ele disse ainda que a família teve dificuldade de reunir os valores cobrados, assim como o dinheiro da fiança para libertar Maruzan. “Aquilo (denúncia) é uma ilação, não bate. O email foi modificado (adulterado), mas o documento assinado por mim é verdadeiro, trata-se de um pré-acordo que posteriormente foi modificado”, garantiu Evandro Corado.
 
O empresário acredita que a abertura de inquérito policial para apurar o caso, e, a perícia dos documentos vão esclarecer que se trata de montagem. Ele disse que vai entrar com ação contra os veículos de imprensa que divulgaram a matéria da denúncia da Folha.

Na denúncia do médico Maurício André, o dinheiro para pagar a defesa dos acusados de fraudes, segundo indicam os documentos, saiu da construtora Etama, que mantém contratos milionários com a Prefeitura de Taboão.

Segundo Maurício André, no fim de junho, o advogado Pinheiro o procurou para dizer que um empresário, Evandro Corado Oliveira, irmão de Maruzan Corado de Oliveira, secretário de planejamento de Taboão que estava preso, para atuar na defesa de Maruzan e outros seis acusados pelas fraudes.

O trabalho para defender os 7 acusados foi aceito pelo advogado Pinheiro e os presos foram soltos por ordem da Justiça.

Entre os 22 presos beneficiados pelo habeas corpus estavam 4 dos 13 vereadores de Taboão, José Luiz Elói, Natal, Carlos Andrade, Arnaldinho e três secretários municipais,inclusive Maruzan Corado.

Nesta sexta-feira a CEI que apura a fraude nos cofres públicos municipal ouve Stefan Nevding, representante da construtora Stan, às 10h.

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.