Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Moradores reclamam de ponte fechada em Taboão

Por Sandra Pereira | 11/09/2011

ponte1

Ricardo VazPrefeitura diz que vai abrir acesso no prazo de 40 dias, moradores reclamam da demora

A ponte entre a rua Paulo Portman e Avenida Cid Nelson Jordano, que dá acesso aos bairros como o Jardim São Judas, Jardim Helena, Saint Moritz e outros da região, foi fechada para as obras de canalização do Córrego Ponte Alta, trazendo transtornos aos motoristas da região. Os moradores reclamam da demora da reconstrução da ponte que  é a principal via de acesso aos bairros citados. 

"Outro dia esqueci do fechamento da ponte e  passei quase 1 hora dando voltas até chegar em casa no Salete", reclamou uma leitora do Jornal na Net.  

“Nem mesmo a pé podemos cruzar do Jardim Novo Record sentido BR”, reclama Antônio Soares, morador do Jardim Novo Record.

Dona Neusa dos Santos diz que as obras estão devagar, e, que a necessidade de conclusão delas é grande. Segundo ela, além do acesso bloqueado a quantidade de entulho e lixo que é jogado diariamente em sua porta é insuportável. 

“A poeira é intensa, com esse tempo seco as crianças  ficam frequentemente com  problema de respiração. Uma obra como essa precisa ser feita rápido”, avisa. 

O morador da região Ricardo Soares, 59,  falou que esse tipo de serviço deveria ser prioridade, pois já faz mais de trinta dias que a ponte foi retirada, e, por se tratar de um acesso deveria ser recolocado com mais rapidez. “Pelo que se pode observar devem primeiro terminar parte da canalização para reconstruir a ponte e isso é um absurdo”,  ressalta indignado.

A prefeitura de Taboão da Serra informou por meio de sua assessoria de imprensa que a abertura da ponte vai acontecer no prazo estipulado de 40 dias. Além disso, garante que há rotas alternativas para evitar que os bairros fiquem ilhados.
 Segundo a prefeitura o  local foi sinalizado e o trânsito desviado para as ruas laterais. “Estamos orientado os motoristas que utilizavam essa ponte, como rota alternativa, que passem a usar a Estrada Tenente José Maria da Cunha como acesso provisório aos bairros de origem e o destino desejado”, informou o secretário Zoroastro Júnior.

As obras de canalização do córrego Ponte Alta se estendem por mais de 240 metros e vai beneficiar os moradores dos Jardins Record e Gleba C além de levar total infra-estrutura ao local e melhorar a qualidade de vida dos moradores.


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.