Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Confusão, protesto e até enterro na sessão de Taboão

Por Sandra Pereira | 7/09/2011

aaaaaaaa

Sandra PereiraManifestantes lotaram a Câmara Municipal nesta terça-feira Galeria de Fotos


A sessão desta terça-feira, 6, de Taboão da Serra teve gritos de protesto, enterro simbólico do prefeito, vereadores lavando roupa suja e finalmente  calmaria. Quase 500 manifestantes do Movimento Contra a Corrupção estiveram na Câmara para pressionar os vereadores a aprovar a abertura de Comissão Processante contra o prefeito Evilásio e os quatro vereadores que foram presos. A votação acontecerá na próxima semana, e, eles prometem lotar a Câmara novamente.

O pedido de abertura do processo de impeachment passou pela Comissão de Justiça e Redação (CRJ). Os vereadores Wagner Eckstein e Alexandre Depieri deram parecer contrário ao documento. Relator da comissão, Wagner Eckstein, declarou que a tramitação do documento é ilegal e inconsistente. 

A situação no plenário esquentou ainda mais quando o vereador Paulo Félix anunciou de tribuna que pedirá a impugnação do parecer da CRJ em razão do presidente dela, Alexandre Depieri ter recibido R$ 12 mil da empresa Etama durante a campanha de deputado estadual 2010. 

A empreiteira esta sendo investigada sob suspeita de ter financiado o habeas corpus dos vereadores que estavam presos. Essa foi a segunda contribuição de campanha que prejudicou a vida de Depieri. Em 2008 ele recebeu dinheiro da viação Pirajuçara e teve as contas rejeitadas.

Alexandre Depieri se defendeu das acusações de Paulo Félix argumentando que a doação da Etama não foi ilegal. “Estou sendo penalizado por declarar que recebi, isso não é ilegal”, garantiu.

Paulo Félix bateu boca na tribuna com Eduardo Rijo que estava no plenário. Ele chegou a declarar que discutiria com ele “até o inferno congelar”.

O clima era quente na sessão e no lado de fora os manifestantes chegaram a fechar a rua, gritando palavras de ordem e pedindo a saída do prefeito. Enquanto isso outros cuidavam do “enterro simbólico” do prefeito Evilásio acendendo velas ao lado do caixão.

Os próximos dias prometem ser decisivos na cidade há a expectativa de que a crise política se agrave ainda mais.

Gisele

Onde estavam os vereadores que nada viram acontecer,não é obrigaçâo da camara de vereadores fiscalizar o que a prefeitura faz?Todos fazendo tumultos e se insentando de culpa,fica facil assim.

Jean Carlos sentinela

Resposta ao povo de taboão: Não importa a categoria que esta em luta por uma politica de gestão social ou administrativa, pois notamos que todos que entram em taboão da serra, leva uma lembrança do Dr. Evilásio, Primeiro ele acabou com os Perueiros, depois acabou com os contribuintes aumentando o valor da PGV, esta tentando acabar com o funcionalismo publico (claro que os efetivos), acabou com parte das vidas de Vereadores e Funcionarios livre nomeados, atraves da fraude e desvio de grana dos tributos municipais, agora ele vai atacar a Câmara com 9 vereadores vendidos, querem o nome, vou falar de uma vereadora, a não deixa pra lá.

Mauricio

Na verdade a câmara tambem estava cheia de servidores da educação, que esperavam a votação de projeto com benefícios, mas os parlamentares resolveram deixar prá votar na próxima terça, prá encher novamente a câmara, faz parte do "show", aliás, se der também vou lá!!!

Jefferson

Na boa, esse Valdevan Noventa tá morreno de medo de ser preso, quem deve teme, né nobre camarista

fabio

Massa de manobra foi os cobradores e motoristas que o Evilasio e o Valdevan colocaram na camara, gente de capela do socorro lotaram a camara. Ora faça me mil favores... se toca Paulo Pereira.

Paulo Pereira

Isso é piada neh? chamar esses sem terra de manifestantes contra corrupção, conta uma piada mais engraçada,vai!!Uns massa de manobra, baderneiros...Virou bagunça isso aí, vamos levar a sério este momento que passamos aqui em Taboão!!

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Aprígio recebe visita de Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho

Acompanhado de lideranças da Executiva Nacional e Estadual do PDT, Carlos Lupi, presidente...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Prefeitura de Taboão forma mais de 200 alunos através do Programa Lado a Lado Sa

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Taboão da Serra,...

29/04/2017

Maternidade de Taboão inaugura serviço de consultoria em amamentação

A Prefeitura de Taboão da Serra está cada vez mais avançando na implantação de políticas...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.