Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Cobrança da Zona Azul de Taboão começa em 10 dias

Por | 30/08/2011

azul

Arquivo Jornal na NetConsórcio afirmou por meio de nota que cobrança começa daqui 10 dias

Deve começar a funcionar em até 10 dias a “Área Azul”, estacionamento rotativo de Taboão da Serra. O anúncio da data feito pelo Consórcio que administra o sistema dos parquímetros (equipamentos já instalados nos locais que receberão o serviço na cidade) aconteceu uma semana depois da prefeitura do município conseguir uma liminar (ADIN) da Procuradoria Geral de Justiça que cassou os efeitos da Lei promulgada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Macário. Com a decisão do TJ as empresas Cellopark  e Autoparque do Brasil retomam a implantação da cobrança (modens) do estacionamento rotativo na cidade.

Em nota divulgada à imprensa regional o Consórcio ressalta que as informações que dizem respeito à arrecadação de todos os 45 parquímetros instalados em diversas ruas da cidade serão “transmitidas diretamente para a Prefeitura, garantindo a transparência e credibilidade do sistema”.

Em relação à cobrança, o Consórcio informou que durante o período de 10 dias, a cobrança não será realizada. “O período para finalizar a instalação e realizar os testes é de 10 dias e os monitores continuam realizando o trabalho de orientação durante este processo", finaliza a nota.

A Zona Azul vai funcionar de segunda à sexta-feira, das 08 às 18 horas e aos sábados, das 08 às 17 horas. Serão no máximo 10 horas de utilização por dia do serviço em até 26 dias no mês, tirando somente os domingos.

Para permanecer estacionado meia hora, o motorista paga R$ 1,00, uma hora, R$ 2,00, uma hora e meia, R$ 3,00 e por fim R$ 4,00 por duas horas. Se o horário for ultrapassado, o motorista será notificado a pagar no período de 24 horas um valor de R$ 20 na própria máquina ou na sede da Zona Azul (na rua Cesário Daú), se esse valor não for pago, o motorista receberá uma multa e de quebra três pontos na carteira.

Os cartões com permissão para estacionar estarão à venda nos parquímetros instalados em diversos pontos do município, que vai receber 6% do valor arrecadado. O motorista que estacionar sem o cartão está sujeito a multa prevista no código de trânsito brasileiro.

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.