Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Justiça suspende novamente Audiência do Plano Diretor

Por Sandra Pereira | 18/07/2011

diretor

Arquivo do Jornal na NetO Caipirão ficou lotado na primeira audiência cancelada pela Justiça de Embu

Pela segunda vez consecutiva a juíza Denise Cavalcante Fortes Martins, da 3ª Vara do Fórum da Comarca de Embu das Artes suspendeu a realização da audiência pública de revisão do Plano Diretor da cidade, que estava marcada para ocorrer nesta segunda-feira 18. Após a nova decisão da justiça impedindo a realização da audiência pública a prefeitura informou que irá aguardar a decisão do mérito da questão pela magistrada para decidir que medidas jurídicas vai adotar. A nova data de realização da audiência só deverá ser marcada após o julgamento do mérito da liminar, cujo prazo será estabelecido pela própria juíza.

“Neste momento não existe uma decisão da prefeitura no sentido de pedir a revogação da liminar. Vamos aguardar o julgamento do mérito da ação”, explicou o controlador geral da prefeitura de Embu, Dr. Marcos Rosatti.

O controlador disse que a prefeitura mantém a proposta de criação do corredor empresarial, que é apontado pelos ambientalistas como um dos pontos mais polêmicos da revisão do Plano Diretor. Segundo Rossatti, o corredor foi aprovado no Conselho Gestor da APA Embu Verde por 12 votos contra 5. Segundo ele, a aprovação foi feita pelas entidades que integram a APA. “A prefeitura tem o seu posicionamento claro e tem segurança jurídica quanto a posição em relação ao corredor. Portanto, a prefeitura mantém a sua proposta e vai encaminhá-la à Câmara Municipal”, salientou.

Antes de ir parar na Justiça a minuta do Plano de Diretor foi tratada em mais de 30 reuniões setoriais em vários bairros da cidade. A polêmica sobre o assunto divide a prefeitura, moradores, empresários e ambientalistas.

De acordo com as entidades que ingressaram na justiça a liminar aponta irregularidades no processo. Os representantes das entidades dizem que a Prefeitura de Embu não atendeu ao procedimento legal para a condução da revisão do Plano Diretor da cidade. “A juíza indicou que nenhuma outra audiência pública deve ser agendada até o final do julgamento da ação principal ou de nova ordem judicial, pois a liminar anterior está mantida, já que o processo está ilegal e permanecem os mesmos vícios”, explica a nota enviada ao Jornal na Net pela assessoria de imprensa das entidades.

Segundo a nota, entraram novamente com o pedido da Liminar as entidades da sociedade civil organizada, que questionam a forma como o processo de revisão vem sendo conduzido pela Prefeitura de Embu das Artes. 

“A Liminar acata o parecer do Ministério Público que indica que a Prefeitura não deu a devida publicidade, não seguiu o cronograma divulgado para a revisão do Plano Diretor, não divulgou as regras para a participação durante a Audiência Pública, não apresentou previamente os estudos e análises aos Conselhos da cidade, e está atropelando o processo ao convocar a Audiência Pública juntamente com o Legislativo, sem dar tempo para as análises técnicas aprofundadas que um Plano Diretor exige”, traz o texto.

Os impetrantes da ação judicial defendem que a minuta do Plano Diretor de Embu das Artes requer estudos técnicos e escolhas baseadas em cenários futuros. 

19/01/2018

Taboão da Serra inaugura sede do Corpo de Bombeiros

Já está em operação o novo Posto do Corpo de Bombeiros da cidade de Taboão da Serra. A sede...

16/01/2018

Inauguração do novo quartel do Corpo de Bombeiros de Taboão será dia 19

Nesta sexta-feira, 19, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, a deputada estadual...

01/01/2018

Estado envia R$ 57,5 milhões para investimentos em 126 municípios paulistas

O governador Geraldo Alckmin autorizou nesta quinta-feira (28) o repasse do 15º lote de...

26/12/2017

PSB quer Hugo Prado candidato a deputado estadual e Márcio França a governador

A expressiva liderança do jovem presidente da Câmara Municipal de Embu das Artes, Hugo Prado,...

23/12/2017

Ney Santos cancela carnê do IPTU 2018; prefeitura vai cobrar igual a 2017

O prefeito Ney Santos anunciou em entrevista coletiva nesta sexta-feira (22) o cancelamento do...

22/12/2017

Alckmin libera recursos para Itapecerica, Embu das Artes e Embu-Guaçu

O governador Geraldo Alckmin autorizou nesta quinta-feira, 21, no Palácio dos Bandeirantes, o...

22/12/2017

Moradores de Embu das Artes farão ato contra o aumento do IPTU dia 27

Após receber os carnês de IPTU 2018 com valores elevados pela atualização da Planta Genérica e a...

19/12/2017

TJ acata ADIN do PT e suspende taxa do lixo 2017 de Embu das Artes

O Tribunal de Justiça de São Paulo acatou Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN), sugerida...

17/12/2017

Em clima festivo, Câmara de Taboão aprova novo estatuto da GCM

Em clima festivo e com discursos de elogios à Guarda Civil Municipal (GCM), os vereadores de...

15/12/2017

Vereadores comemoram a aprovação do novo estatuto da GCM de Taboão

A presidente da Câmara de Taboão da Serra, Joice Silva (PTB), revelou a satisfação de poder...

20/01/2018

Cajati e São Lourenço da Serra sediam a 24ª e a 25ª unidade do Polo Regional

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, Lu...

20/01/2018

Governador Geraldo Alckmin sanciona reajuste do salário mínimo paulista

O governador Geraldo Alckmin sancionou, nesta quinta-feira, 18, a Lei nº 16.665, que reajusta em...

20/01/2018

Dois homens são atropelados por caminhão após tentar escalar rampa de acesso

Dois homens ficaram gravemente feridos depois de tentar escalar a rampa de concreto do viaduto...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.