Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

PM recebe medalhas MMDC e Constitucionalista em Itapecerica

Por | 29/06/2011

medalha3

Karen SantiagoMedalhas são concedidas para policiais militares

Emoção e reconhecimento marcaram a entrega das medalhas MMDC e Constitucionalista referente ao movimento de 1932 aos policiais militares de Itapecerica da Serra condecorados no Hotel Del Verde no início do mês. A história conta que um grupo de jovens oficiais da Força Pública, atual Polícia Militar tentou modificar sem êxito a situação de ditadura e repressão do governo comandado por Getúlio Vargas, presidente da república, em 31, e acabaram presos.

Major Wágner, capitães Prado e Júlio, cabo Graziano e soldados Otaviano, Atílio, Carlos Roberto, e os empresários Hideo Kuramoto (Companhia Folhas Produtos Hidropônicos) e Itacyr Turmina (Churrascaria Caminhos do Sul) receberam a medalha MMDC. Já o 3º sargento Lucci foi condecorado com a medalha Constitucionalista.

Familiares e amigos acompanharam a entrega das medalhas e compartilharam juntamente com os policiais a alegria e satisfação da conquista.

medalha

Sargento Lucci recebe medalha constitucionalista

medalha1

Capitão Júlio medalha MMDC

Conheça o movimento

O movimento de 1932, que, teve seu início em outubro de 1930, em razão do descontentamento do povo paulista em relação à maneira extremamente ditatorial e repressiva com que o então Presidente da República, Getúlio Vargas, comandava o país.

Diante desse quadro, em abril de 1931, um grupo de jovens Oficiais da então Força Pública de São Paulo, atual Polícia Militar, tentou modificar a situação da época, o que infelizmente não conseguiu. Foram presos e encarcerados.

Em 23 de maio de 1932, na Praça da República, no centro de São Paulo, ocorreu um conflito armado que resultou nas mortes dos estudantes Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo. Um quinto, Alvarenga, morreria semanas após. Entre outros, estes realizavam uma manifestação pública contra o Governo Federal. Foi a partir daí que surgiu o Movimento MMDC, que passou a exercer importantíssimo papel no episódio de 32, dentre os quais o de preparar, secretamente, uma luta armada contra a ditadura.

Por ser, o Estado de São Paulo, a maior potência do país, e não suportando mais o intervencionismo e a ingerência direta do governo de Getúlio Vargas, em 09 de julho de 1932, houve o início da Revolução, com o apoio de apenas um Estado brasileiro: Mato Grosso.

Durante 85 dias de batalha os 35.000 homens das tropas paulistas, dentre estes, inúmeros civis voluntários, combateram os 100.000 homens das Tropas Federais, onde resultou oficialmente 830 vítimas fatais, sendo que 1/3 dos mortos eram da Força Pública.

Em razão da falta de armamento, os engenheiros paulistas criaram a famosa “matraca”, uma caixa com manivela que produzia um alto som, semelhante ao de uma metralhadora, o que fez com que as Forças Federais, numericamente superiores à paulista, fossem detidas em razão do ‘poderoso armamento paulista’.

O Movimento Constitucionalista de 1932, sem dúvida, foi um brado à liberdade e à democracia, pois os sentimentos e os desejos dos paulistas permaneceram vivos na alma de cada um, mesmo após o silêncio dos canhões, uma vez que, em 1934, em razão da Revolução de 32, a Assembléia Nacional Constituinte foi convocada, dando a São Paulo, e aos paulistas, a verdadeira vitória do campo de batalha, a restauração da Democracia, havendo um único beneficiado: o Brasil.

Em 1997, durante o Governo de Mário covas, com a edição da Lei Estadual Nº 9.497, foi instituído o dia “9 de julho” como feriado civil e data magna do Estado de São Paulo.

12/01/2018

GCM em Itapecerica apreende carro com mais de R$ 650 mil em multas

Um veículo gol de 1996, com mais de 650 mil reais em multas foi apreendido pelo Grupamento de...

11/01/2018

Bandidos balearam pai e filho em tentativa de assalto na região do Campo Limpo

Criminosos balearam pai e filho enquanto tentavam invadir a residência das vítimas, na noite...

10/01/2018

Polícia Rodoviária comemora 70 anos com operação de 24 horas nas estradas

Durante as 24 horas desta quarta-feira (10), a Polícia Militar Rodoviária realizará uma operação...

07/01/2018

Mulher em situação de rua é encontrada morta em Taboão da Serra

Uma mulher, de 49 anos, foi encontrada morta pela Polícia Militar, na manhã de sábado, na rua...

06/01/2018

SSP-SP oferece R$ 50 mil por denúncias sobre atirador que matou Arthur

O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, determinou o pagamento de até R$...

05/01/2018

Dupla é presa por assalto a posto de combustível em Taboão da Serra

Dois homens foram presos, na madrugada de sexta-feira (05), após assaltarem um posto de...

05/01/2018

Idosa morre após ser atropelada por trem em Embu Guaçu

Uma mulher de 79 anos morreu após ser atropelada por um trem, às 20h de quinta-feira. O acidente...

04/01/2018

Jornal na Net repudia atentado contra Gabriel Binho e pede apuração rigorosa

O chargista, fotógrafo e morador de Embu das Artes, Gabriel Binho, foi vítima de um grave...

25/12/2017

Comerciante achou bebê morto numa lixeira, em Taboão, na véspera de Natal

Um bebê morto, com idade entre dois meses e seis meses, foi encontrado em uma lixeira por um...

25/12/2017

Homem de 23 anos é executado com 8 tiros em Taboão da Serra

Um rapaz de 23 anos, identificado como Marcos Oliveira Viana dos Santos foi executado com 8...

15/01/2018

Obesidade cresce entre usuários de planos de saúde, diz pesquisa

Uma pesquisa com 53 mil usuários de planos de saúde de todo o Brasil aponta aumento da obesidade...

15/01/2018

Morador de Taboão que estava internado na Bahia com febre amarela morreu

O morador do jardim Record, em Taboão da Serra, que estava internado com febre amarela na Bahia...

15/01/2018

Inscrições para o ProUni começam dia 6 de fevereiro

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) do primeiro semestre de 2018...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.