Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Transporte público: descaso com passageiros

Por | 2/06/2011

lotado

Karen SantiagoPassageiros definem como "lata de sardinha" a situação que enfrentam no transporte da região

Transporte lotado, atraso constante e falta de respeito com os passageiros, principalmente com os idosos, caracteriza o sofrimento diário dos usuários do transporte público na região que usam a expressão “lata de sardinha” para definirem como se sentem dentro dos ônibus e vans.

“Além de nos deixar aqui dentro como lata de sardinha (apertados, sem nenhum espaço), eles não respeitam os idosos. Quando eles (idosos) precisam tomar a condução, os perueiros não fazem questão, deixando os idosos no ponto de ônibus, isso tudo porque eles não pagam condução. Os perueiros (cobrador, motoristas) só autorizam a entrada se alguma pessoa que está na lotação se prontificar a descer”, denunciou Vilma.

Ciente da realidade enfrentada por esses moradores que dependem do transporte, a reportagem do Jornal na Net acompanhou na manhã desta quarta-feira, 01, a rotina desgastante e o sofrimento desses trabalhadores. A demora de pelo menos 40 minutos do ônibus intermunicipal complicou ainda mais a vida dos passageiros que constantemente ficam apertados, muitas vezes, sem local para se segurar, tamanho número de pessoas colocadas dentro dos ônibus e também das vans.

“É sempre assim. Eles dizem que a tendência é melhorar quando aumenta a passagem (condução), mais só piora. Principalmente as lotações que enchem cada vez mais, eles colocam um monte de gente, sem se preocupar que não tem espaço”, desabafou Graziela.

Os passageiros além de enfrentarem todos os dias a demora dos coletivos, a falta de respeito e a super lotação de pessoas, precisam superar a má manutenção dos ônibus e vans que em sua grande maioria, segundo eles, estão em péssimo estado, mas mesmo assim continuam em circulação.

“Às vezes por falta de manutenção os ônibus quebram, causando um grande transtorno para nós, que precisamos descer e esperar o outro coletivo, que já chega abarrotado de pessoas, quase impossível de entrar. Por quebrar mais (o ônibus), optamos em pegar peruas, por ser mais rápido, mas não é bem assim, porque eles ficam parando toda hora para pegar mais passageiros, enchendo cada vez mais a perua ”, reclamou Graziela.

De acordo com os passageiros entrevistados, os ônibus e as vans começam a ficar cheios a partir das 4h até 9h, da manhã e das 16h30 às 21h. ““Esses são os horários mais difíceis. Os passageiros só conseguem fazer a viagem sentados, se pegarem no ponto de partida, porque dois pontos após sair, as vans e ônibus não têm mais lugar. Nos horários de pico, os ônibus / vans passam direito porque já não cabe mais ninguém e somos obrigados a esperar por outro, que esteja mais vazio”, contaram Vilma e Graziela.

A reportagem constatou que o atraso dos ônibus acontece em horários diversos, obrigando os passageiros a esperarem impacientes no ponto. “Já faz um tempo que os ônibus não passam mais no horário previsto, acho que isso está acontecendo devido às obras na Francisco Morato. Chego atrasada todos os dias, no começo minha chefe brigava, mas agora ela já se acostumou. Eu como não tenho escolha, preciso pegar o ônibus, mas se pudesse, sem dúvida optaria pelas peruas”, comentou Ana.

Para amenizar os problemas no transporte intermunicipal os passageiros reivindicam pela melhora nos coletivos, além de novos transportes, porque segundo eles, a população cresce, mas o número de ônibus e vans continua o mesmo, causando um desconforto para quem necessita deste meio de condução para trabalhar.

07/12/2017

Prefeitura de Taboão fecha cerco a publicidade irregular em abrigos de ônibus

Em vigor há quase 10 anos, o Código Tributário de Taboão da Serra (Lei Complementar Nº...

04/12/2017

Brasil sedia encontro internacional para discutir despoluição dos transportes

O primeiro Encontro Internacional sobre Descarbonização do Transporte reunirá em Brasília, a...

03/12/2017

Loja do Cartão Bom de Itapecerica fecha as portas e usuários são prejudicados

Usuários foram surpreendidos com a notícia do fechamento da loja do Cartão Bom de Itapecerica da...

30/11/2017

Governador promete que IPVA 2018 será mais barato em São Paulo

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ficará mais barato em São Paulo em...

27/11/2017

Setram multa Fervima após ônibus circular perder janela durante viagem

A secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana multou em mais de R$ 9 mil a empresa Viação...

17/11/2017

Licenciamento: novembro é o mês de veículos com final 9

Os proprietários de veículos com placa final 9 já podem fazer o licenciamento. Já os donos de...

13/11/2017

Congonhas reabre após ter 34 voos desviados por causa de drone

O Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, reabriu hoje (13) normalmente, após ter 34...

13/11/2017

Em sua 1ª edição, POP Run reúne mais de 600 corredores nas ruas de Taboão

Mais de 600 corredores profissionais e amadores participaram na manhã deste domingo (12) da 1ª...

13/11/2017

Moradores se unem e deputada Analice consegue reverter paralização da linha 029

A máxima de que o povo unido jamais será vencido virou realidade na última sexta-feira, 10,...

12/11/2017

Moradores do Jardim Clementino, Guaciara e Roberto em Taboão reclamam de buracos

A população de Taboão da Serra, entre os bairros do Jardim Clementino, Jardim Guaciara e Jardim...

14/12/2017

Governo libera hoje abono salarial de 2016 para nascidos em dezembro

O Ministério do Trabalho liberou hoje (14) o pagamento do abono salarial do PIS/ Pasep ano-base...

14/12/2017

Definido calendário escolar para o ano letivo de 2018

Foi divulgado na noite desta quarta-feira (13), o calendário escolar para 2018. O ano letivo...

14/12/2017

Deputada Analice anuncia reformas em Escolas Estaduais de Taboão

Depois de uma reunião com o presidente do FDE - Fundação para o Desenvolvimento da Educação,...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.