Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Má iluminação favorece violência na Régis Bittencourt

Por | 2/06/2011

regis01

Sandra Pereira Nas imediações do retorno do Parque Pinheiros está um dos pontos mais escuros da Régis Bittencourt

A falta de iluminação no trecho urbano da Régis Bittencourt entre as cidades de Taboão da Serra e Embu das Artes está cada vez pior. A escuridão predominante em várias partes da rodovia favorece a ocorrência de assaltos entre os pedestres, e, segundo motoristas  que trafegam no local aumenta os riscos de acidente.

Entre os pontos mais críticos em razão da falta de iluminação na Régis Bittencourt estão as imediações da passarela de pedestre que dá acesso ao shopping Taboão, a passarela de pedestre próximo ao acesso a entrada para a Receita Federal, a passarela próxima ao condomínio Jardim Iolanda e a região do Jardim Mimas, na divisa entre Taboão e Embu.

Segundo moradores ouvidos pela reportagem são incontáveis o número de assaltos nesses locais. “Nessas passarelas tem assalto quase todo dia. Os criminosos ficam no escuro esperando as pessoas passarem para casa. É muito perigoso”, contou uma moradora do Jardim Salete que trabalha no Shopping Taboão e quase diariamente atravessa duas passarelas citadas na reportagem.

A jovem conta que tanto ela como as amigas já sofreram assaltos. Ela afirma que sente medo, mas como precisa trabalhar acaba se arriscando. “Se não fosse tão escuro e a polícia passasse no horário de fechamento do shopping quando as pessoas estão indo para suas casas seria bem melhor”, observa.

Segundo a Autopista Régis Bittencourt, concessionária que administra a BR-116 de São Paulo a Curitiba, entre dezembro de 2010 e março de 2011, foi realizada e concluída a primeira fase da manutenção da iluminação no trecho da rodovia em Taboão da Serra, com a substituição de lâmpadas e reatores. A segunda fase será realizada nos meses de abril e maio, com a substituição de transformadores que energizam o circuito de iluminação.

As obras de construção das marginais entre as cidades de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra estão em fase de projeto executivo, que está sendo elaborado pela Concessionária e deve passar pela aprovação do poder concedente.

Sobre as passarelas, há 11 dispositivos entre Taboão da Serra e Itapecerica da Serra. Além destas, neste trecho houve a implantação de três novas passarelas no km 275,8, km 277 e km 293,6. Ainda estão programadas mais duas novas passarelas no km 280 e km 289,9.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.