Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

CEI pode chegar a nomes de culpados por fraude essa semana

Por Sandra Pereira | 23/05/2011

cei

Arquivo do Jornal na NetNovos depoimentos prometem desvendar o esquema e os seus autores intelectuais

A semana promete ser decisiva nos trabalhos da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura a fraude na arrecadação de tributos da dívida ativa de Taboão da Serra. De acordo com o presidente da CEI, vereador José Aparecido Alves, o Cido, a CEI está bem perto de desvendar como funcionava o esquema da fraude na cidade e quem eram os seus autores intelectuais. Os vereadores não descartam que a investigação poderá atingir pessoas ligadas ao governo municipal.

Se isso realmente acontecer, os parlamentares vão saciar a sede de fazer o prefeito Evilásio Farias “sentir na pele” a mesma dor que a câmara após a prisão dos vereadores Arnaldinho da Imobiliária (PSB), Carlos Andrade (PV) e José Luiz Elói (PMDB).

O presidente da CEI revela que a última semana de trabalho foi intensa e os vereadores tiveram acesso a informações privilegiadas que ajudaram a refazer as etapas que levaram a criação e habilitação das senhas Zelda e Lexs usadas para praticar o crime. Ele disse que os vereadores estão se reunindo para atender a orientação da Conam de acabar com a tesouraria na prefeitura e no Atende, que segundo a empresa abre brecha para a fraude na arrecadação de tributos.

"Estamos encaminhando a polícia relatório detalhado com todos os depoimentos que ouvimos até o momento" relata Cido

A CEI foi criada no dia 6 de maio numa sessão extraordinária com a finalidade de dar uma resposta a sociedade e resgatar a imagem do Legislativo Municipal. Alexandre Depieri (PSB) é do mesmo partido do vereador Arnaldinho um dos três vereadores presos pela polícia civil durante a sessão. No dia da criação da CEI ele participou da comissão como membro. Na terça-feira (10) quando a sessão foi realmente instalada Depieri foi à tribuna e pediu para deixar o cargo.

A reportagem do Jornal na Net apurou que após a criação da CEI na sessão extraordinária Depieri teria feito comentários que deixaram os vereadores mais experientes da Casa em alerta. Na sessão seguinte o vereador teria sofrido pressão para abrir mão da participação na comissão. No lugar dele assumiu o vereador Paulo Félix, então líder do prefeito, que renunciou ao cargo de tribuna.

No final da última semana Depieri impetrou liminar na Justiça alegando que a CEI não cumpre a proporcionalidade partidária. A justiça negou a liminar.

Informações sigilosas obtidas pelo Jornal na Net apontam que há uma tentativa de acabar com a CEI sob a justificativa de que ela teria nascido ilegal. Na última semana outro vereador de Taboão foi sondado para entrar na justiça a fim de acabar com a CEI.

Vários vereadores ouvidos pelo Jornal na Net disseram que desde a prisão dos vereadores e funcionários públicos, que segundo a polícia estão envolvidos no esquema fraudulento, o prefeito Evilásio Farias não fez mais contato com os parlamentares, deixando vários deles insatisfeitos.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.