Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

PT de Taboão decide lançar candidatura própria em 2012

Por Sandra Pereira | 16/05/2011

pt

Eduardo Toledo - O TaboanenseEncontro do PT de Taboão decide que partido terá candidatura própria em 2012

Os integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT) de Taboão da Serra decidiram neste domingo (15) que o partido vai lançar candidatura majoritária própria na eleição municipal de 2012. A decisão do PT de Taboão vai ao encontro do objetivo da direção estadual do partido de fortalecer a atuação petista na região metropolitana, especialmente nas cidades que integram o chamado cinturão vermelho do qual Taboão faz parte.


“O encontro foi muito positivo. Reunimos mais de 150 pessoas. Ainda não temos um entendimento sobre os nomes, mas avançamos na discussão”, afirmou a vice-prefeita Márcia Regina.

Logo após a eleição de 2008 os líderes do PT de Taboão começaram a falar sobre uma candidatura majoritária do partido na cidade. A vice-prefeita Márcia Regina é apontada como um dos nomes à sucessão junto com o vereador Wagner Eckstein. Ambos devem participar de um processo de discussão interno a fim de decidir quem irá levar o desafio da candidatura própria na cidade.

No encontro deste domingo o PT de Taboão não discutiu nomes, mas definiu as diretrizes do partido na eleição municipal. A estratégia utilizada será formar um grupo de trabalho eleitoral visando discutir como o partido vai atuar.

Após decidir pela candidatura própria o PT deve atuar em duas frentes paralelamente. A primeira será feita pelo grupo de trabalho, internamente. Já a segunda deverá ser a ampliação do circulo de conversas com outros partidos que tenham interesse de somar esforços ao lado do candidato petista.

A articulação da candidatura própria do PT de Taboão deverá contar com a participação efetiva da direção da macrorregião de Osasco, formada por 19 cidades. Num encontro recente na macro, o ex-presidente Lula, orientou os petistas de toda a região a buscar apoio em outros partidos. “É preciso se unir aos diferentes para vencer os antagônicos”, disse o presidente Lula reforçando a importância dos candidatos do PT pensarem na aliança com os demais partidos.

O encontro contou com a participação dos vereadores Wagner Eckstein e Macário, a vice-prefeita, professora Márcia, o deputado estadual Geraldo Cruz, o ex-vereador professor Moreira,o professor Oderlan, o presidente do PT Gerson Tavares, o diretor de finanças do PT estadual Irineu Casemiro e a  ex-secretária de habitação, Ângela Amaral.

Leia na íntegra o documento aprovado no encontro pelo PT de Taboão:

Partido dos Trabalhadores de Taboão da Serra - Taboão da Serra 2012:

Defender as conquistas, Garantir os avanços e impedir o retrocesso

1.    O Partido dos Trabalhadores está consolidando, no Brasil, políticas que vêm mudando o Brasil e os brasileiros. Políticas como, Prouni, Bolsa Família, Luz para Todos, Programa Segundo Tempo, Samu, Brasil Sorridente,  Minha Casa Minha Vida,  Pró- Cultura,  Pontos de Cultura, PSF, o PAC I e  PAC II transformaram a vida dos brasileiros e permitiram que o Brasil se colocasse em outro lugar no mundo.

2.    Todos estes avanços fizeram diferença por que foram sentidas nas cidades, por cada cidadão e cidadã, que é atendido e por suas famílias sendo sentido em todas as classes sociais.

3.    O governo Dilma, conta com significativa aprovação, inclusive entre os eleitores de nosso adversário, pautando o combate a pobreza, o acesso a saúde, a lei de controle da mídia, a comissão da verdade a defesa intransigente dos direitos humanos das políticas que colaborem para superar as desigualdades entre homens e mulheres.

4.    O país continua com forte mercado interno, os brasileiros com alto índice de confiança e o Brasil admirado pelo mundo a fora. 

5.    Em Taboão da Serra não foi diferente. O governo, com o PT, conseguiu articular recursos em todas as áreas de políticas públicas; do Centro de Referência da Mulher à canalização do Ponte Alta, da cobertura de quadras, a reurbanização de favelas, da modernização administrativa a recursos para a regularização fundiária, e as mais recentes conquistas, a agência do INSS e a Escola de Gastronomia.

6.    Todos estes avanços, conseguidos graças ao governo Lula e Dilma e a atuação do Partido em Taboão da Serra, na Câmara, com os vereadores Wagner, Moreira e Macário, da vice- prefeita Márcia na, Secretaria de Habitação, da Secretaria de Obras e agora Cultura, não  receberam o reconhecimento necessário do núcleo do poder na cidade. 

7.    O resultado das eleições nacionais, em Taboão da Serra, demonstra a forte coalizão construída, a grande articulação do PT na cidade e resultados importantes para a candidata Dilma, para o Mercadante, nossa senadora Marta, Netinho, mais os resultados significativos para nossos deputados estaduais e federais apoiados pelas lideranças do PT e eleitos com significativa votação na cidade. Estes últimos resultados apontam com clareza a força do PT local.

8.    A vitória de Geraldo Alckimim, do PSDB em SP e  a derrota nacional de Serra, veio acompanhada da crise de direção  e da disputa por espaços dentro do PSDB, temos um Alckmim com planos para a região metropolitana de São Paulo, com pinta de democrático, recebendo os movimentos sociais..., por outro lado, aprovando leis que reservam 25% dos leitos dos hospitais públicos para os convênios médicos.

9.    É importante lembrar que nossa região é estratégica para nossos adversários que viram seu espaço desaparecer nas últimas eleições e que em 2012, estes deverão ter um plano estratégico para nossa cidade.

10.    Desta forma, torna-se necessário que o Partido dos Trabalhadores, dê real apoio aos movimentos sociais que combatem a política tucana, como o Movimento de Moradia e o Movimento pela ampliação de vagas e controle social do HGP e a construção de um novo Hospital, ao mesmo tempo  que também, incentivem o debate sobre o transporte metropolitano, a qualidade da educação estadual, o desenvolvimento regional, a segurança pública.

11.    A conjuntura municipal mesmo com forte participação do PT na política da cidade, encontra-se, indefinida e, no momento, muito nebulosa.

12.    O fato do governo não ter construído um nome dentro da coalizão para sucessão e estar disposto a apontar este ou esta, apenas no final do ano, não tem convencido os aliados que consideram que esta decisão não é acertada, por outro lado, a ação da polícia, nas últimas semanas e a dificuldade em reprovar as contas do prefeito anterior, em uma sessão com ausências dos vereadores citados no inquérito policial, tornou ainda mais indefinida nossa conjuntura municipal.

13.    Neste cenário, o protagonismo do PT torna-se mais preponderante. O Partido dos Trabalhadores de Taboão da Serra, com forte militâcia, presença marcante nos movimentos sociais, com aceitação nos setores progressistas da cidade e com lideranças representativas, tem a legitimidade para interferir no processo de 2012 e ser o indutor da construção da continuidade desta coalizão de governo que derrotou o conservadorismo na cidade.

14.    Eleita em 2004 e reeleita em 2008, esta coalizão derrotou um projeto de poder instalado na cidade que destruiu a máquina pública, instalou o clientelismo na cidade, abandonou a saúde, diante do crescimento da população, a cidade não recebeu nenhuma unidade de saúde da mesma maneira, que fechou vagas em creches em troca da municipalização e o descaso em criar vagas na educação infantil. Investiu na exploração imobiliária em troca de uma política de habitação democrática. Hoje os loteamentos criados no governo anterior, todos tem processo no ministério público. Deixou dívidas com a Eletropaulo, Sabesp e com a Taboão Prev, antigo Fasprev que quase foi quebrado em sua administração

15.    A cidade de recebemos em 2004 foi transformada em nosso governo. Com a forte contribuição do governo Lula, conquistamos transformações em todas as áreas, mais unidades de saúde, o PSF, o SER – no Serviço Especializado em Reabilitação e fisioterapia, o Pronto Socorro infantil, a contratação de muitos profissionais, bem como a propostas de condições de melhores vencimentos. Na educação superamos o déficit de vagas da educação infantil e estamos avançando na superação referente a creches. E podemos seguir citando o avanço, em habitação, desenvolvimento urbano, desenvolvimento econômico e geração de renda, assistência social, cultura, modernização da máquina pública, infra-estrutura.

16.    Muito foi feito, porém há muito por fazer, desta forma cabe ao PT de Taboão impedir o retrocesso, defender nossas conquistas e garantir que a cidade e seus cidadãos e cidadãs avancem ainda mais. Assim o Partido dos Trabalhadores deve definir a candidatura Majoritária em Taboão da Serra, com o objetivo de apresentá-la à militância,  aos simpatizantes do PT, à base aliada, aos  representantes da sociedade civil organizada, aos movimentos sociais,   construindo uma chapa majoritária capaz, mais uma vez, de vencer o atraso na cidade.

17.    Apontamos que uma forte aliança deve ser construída no debate programático, como já foi apontado pelo Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores, com plenárias municipais tendo o objetivo  de debater e apontar os avanços necessários nas diversas políticas públicas da cidade, com ênfase no transporte público municipal, saúde, educação, habitação, desenvolvimento urbano, cultura, participação popular e controle social.

18.    Este encontro deve apontar o prazo da apresentação da candidatura Majoritária

19.    Consolidar um forte grupo de homens e mulheres para compor a chapa proporcional é outro desafio que se apresenta. É necessário  que tenhamos uma chapa de  candidatas e candidatos a vereadores (as), comprometida com o modo petista de legislar, com os movimentos sociais, com o combate ao clientelismo, com a democratização do legislativo e das políticas públicas. É fundamental  que os resultados do legislativo seja proporcional a importância que o PT vem tendo em Taboão da Serra.

20.    O debate precisa ser aberto para combater candidaturas oportunistas, descoladas do partido, com pequena inserção social, movidas pelo poderio econômico ou importadas.

21.    Outras tarefas se apresentam como, debater com a sociedade e defender a reforma política e as diretrizes, apresentadas pelo PT nacional. Para que o país avance em uma prática cada vez mais democrática nas eleições, é necessária a aprovação do fim das coligações proporcionais, o financiamento público de campanha, a voto em lista fechada garantindo a paridade de gênero - mesmo número de homens e mulheres.

22.    “Em primeiro lugar, o PT tem a proposta de fortalecimento dos partidos políticos. Qualquer eleito no Brasil tem que ser fiel ao programa do seu partido e o programa tem que ser claramente exposto para a população. Para fortalecer os partidos precisamos, também, ter uma lista apresentada ao eleitorado com a ordem dos candidatos a serem eleitos, o que é chamado de lista preordenada. E o PT quer uma lista que seja democraticamente escolhida pelas bases partidárias e que garanta  o direito das mulheres, negros e trabalhadores, especialmente os trabalhadores rurais hoje claramente excluídos dos cargos representativos” afirmou Elói.
Outra proposta do partido considerada essencial para o avanço da democracia brasileira diz respeito ao financiamento público exclusivo de campanhas, para evitar que apenas as classes sociais mais ricas  tenham acesso aos cargos eletivos e que o financiamento das campanhas dependa das grandes empresas privadas.”

23.    “Para o PT, também o fim das coligações proporcionais é uma proposta importante, que vai servir para dar maior fidelidade aos programas partidários apresentados nas campanhas eleitorais. Por fim, outra questão importante para o PT é estimular e facilitar a tramitação dos projetos de iniciativa popular. “Projetos que são feitos pela sociedade civil, tem que ter uma tramitação mais fácil para garantir a participação da população nas decisões do Legislativo.” (22 e 23 extraídos do site do PT Nacional)

24.    Quanto à reforma do Estatuto do PT, é importante lembrar da resolução sobre Organização Partidária de nosso 4º Congresso :
“O 4º. Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores determina ao Diretório Nacional que promova no primeiro semestre de 2011, um amplo debate acerca de nossa trajetória organizativa e dos desafios presentes e futuros, abordando os seguintes problemas político-organizativos:
a)    O financiamento da atividade partidária;
b)    O caráter coletivo das campanhas eleitorais do Partido;
c)    A necessidade de aumentar o número de filiados e melhorar a vida orgânica do Partido;
d)    A ampliação da democracia interna, inclusive garantindo formação política e comunicação interna regular para o conjunto dos filiados;
e)    As experiências positivas e negativas verificadas no PED em 2001, 2005, 2007 e 2009;
f)    O fortalecimento da capacidade dirigente das instâncias partidárias;
g)    A combinação entre a agenda institucional do Partido e a necessidade de expandir as lutas e organizações sociais o país;
h)    Capacitar o Partido para o debate ideológico e programático em curso na sociedade brasileira.

25.    Em Taboão da Serra o PT completou 31 anos. Chega o momento da decisão de dar mais um passo à vitória. Apresentamos as condições políticas, eleitorais e popular para governamos esta cidade.

26.    Somos responsáveis por:
27.    Defender as conquistas, garantir os avanços e impedir o retrocesso



17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

17/10/2017

Seminário sobre desenvolvimento sustentável visa construir propostas no Conisud

Idealizado pelo mandato do deputado estadual Geraldo Cruz, da vereadora Rosângela Santos e com...

17/10/2017

Caixa e BB antecipam em dois dias pagamento do PIS/Pasep a correntistas

Com dois dias de antecedência em relação ao calendário oficial, os correntistas da Caixa...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.