Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Confusão adia votação das contas de ex-prefeito

Por Sandra Pereira | 20/04/2011

tab

Sandra PereiraVereadores ficaram reunidos por várias horas sessão acabou depois das 23 horas

Uma confusão generalizada se instalou na sessão desta terça-feira (19) na câmara municipal de Taboão da Serra durante a apreciação das contas de 2004 do ex-prefeito Fernando Fernandes. Os vereadores passaram quase três horas em reunião na tentativa de chegar a um entendimento, mas, foi em vão. No plenário, o vereador Wagner Eckstein liderou o esforço para retirar a votação das contas do ex-prefeito da pauta até a justiça delibere sobre o recurso apresentado pela câmara, após a juíza de Taboão cancelar a sessão que reprovou as contas do prefeito. A sessão desta terça foi a mais longa do ano acabou às 23h27.

Já os vereadores Paulo Félix, Olívio Nóbrega, Eloi e Carlos Andrade ficaram na ponta oposta defendendo a apreciação das contas. Sobrou para o presidente da casa, vereador Macário, que surpreendeu  todos ao acusar o colega petista Wagner Eckstein de tentar “enganá-lo” para retirar a votação da pauta.

“Vereador Wagner, só faltou senhor me chamar de idiota, querendo fazer com que eu retire a votação da pauta. Não estou aqui fazendo nada pela minha cabeça. Estou agindo como presidente que sou, inclusive com o seu voto”, disparou Macário antes de votar a favor do pedido de vistas por 10 dias depois que a votação ficou empatada.

Antes de Macário disparar críticas contra Wagner Eckstein o vereador Paulo Félix havia dito que o pedido de retirada das contas da pauta desmoralizava a presidência da casa responsável pela elaboração da pauta. Eloi afirmou que a elaboração da pauta é premissa da presidência, mas após ela se tornar pública passa a ser instrumento do plenário, e, segundo ele, não pode ser retirada. Eloi disse ainda que a recusa de apreciar as contas poderia prejudicar o processo político na cidade, especialmente para os pré-candidatos da câmara a prefeitura.  

O embate foi o mais forte desse ano na câmara. Os vereadores mais experientes que defendiam a apreciação das contas de Fernando Fernandes mostraram novamente que conhecer bem o regimento interno faz toda diferença para desempenhar bem as funções no legislativo. “Quem não conhece o regimento compre na banca de revista e vá ler”, ironizou Carlos Andrade enquanto justificava que o pedido de retirada da votação da pauta não estava embasado no regimento interno.

O vereador Paulo Félix, líder do governo do prefeito Evilásio Farias e relator das contas de Fernando Fernandes, defendeu a votação e anunciou que deu parecer favorável a aprovação, como fez em 2007. “Não sou amigo do poder. Sou amigo da justiça das coisas corretas. Não é porque o cidadão deixou o poder que eu vou pular no pescoço dele. Essa votação simboliza o novo tempo. O vereador Wagner quer disputar a eleição sozinho e vencer no tapetão”, afirmou Paulo Félix.

Ele ainda fez um discurso pedindo aos vereadores que fizessem a votação sob pena de resgatar o clima de tensão registrado durante a campanha de 2008. Paulo Félix argumentou que o clima de guerra não favorece a nenhum dos pré-candidatos da câmara.

Os vereadores Wagner Eckstein e Alexandre Depieiri argumentavam que era preciso levar em conta a decisão da juíza que cancelou a sessão de 2007 quando a câmara rejeitou as contas do ex-prefeito. A magistrada entendeu que os vereadores não deram direito de Defesa ao ex-prefeito.

“Se votarmos sem ouvir o Fernando Fernandes vamos incorrer no mesmo erro que a justiça apontou na votação de 2007.  O ex-prefeito deveria vir a câmara explicar como conseguiu derrubar a receita da cidade nos dois últimos anos de sua gestão. Como vereador gostaria de saber dele porque isso aconteceu ”, afirmou Wagner Eckstein.

Ele não respondeu a ataque de Macário e disse a Paulo Félix que as suas campanhas sempre foram feitas de maneira simples, na rua, de porta a porta.

23/04/2018

Prefeito Fernando firma parceria com MP para implantação da Patrulha Guardiã

O prefeito Fernando Fernandes assinou na quinta-feira (3), o Termo de Cooperação com o...

21/04/2018

Governo diz que terá de adiar reajuste de servidor para fechar contas em 2019

Para tentar impedir a paralisação da máquina administrativa e dos investimentos públicos no ano...

21/04/2018

Vereador Marcos Paulo elogia atuação da GCM em Taboão da Serra

O vereador Marcos Paulo vem usando a tribuna da Câmara Municipal para elogiar o trabalho...

21/04/2018

Câmara Municipal aprova título de Cidadão Taboanense para o padre Weliton Angeli

Na sessão da última terça-feira, dia 17, os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por...

21/04/2018

Presidente Joice Silva e as vereadoras Priscila e Rita receberam prêmio

A presidente da Câmara de Taboão da Serra, Joice Silva e as vereadoras Priscila Sampaio e Rita...

20/04/2018

Anderson Nóbrega é nomeado novo secretário de esportes em Embu das Artes

Na tarde da última quinta-feira (19), em Embu das Artes, o prefeito Ney Santos nomeou Anderson...

18/04/2018

Senado aprova projeto que obriga escolas a combaterem bullying

O Senado aprovou, nesta terça-feira (17), o projeto que obriga as escolas a desestimularem seus...

17/04/2018

Após revisão, governo anuncia cancelamento de 422 mil benefícios sociais

Após um trabalho de revisão de benefícios sociais concedidos pelo governo federal, 422 mil serão...

14/04/2018

Câmara Municipal entrega título de Cidadão Taboanense ao padre Kirano

No último domingo, dia 8, a Câmara Municipal de Taboão da Serra entregou o título de Cidadão...

12/04/2018

4º Encontro de Autismo reuniu quase mil pessoas no Cemur, em Taboão

Quase mil pessoas participaram do 4º Encontro de Autismo de Taboão de Serra, realizado no...

24/04/2018

Cresce a participação dos homens nas tarefas domésticas, diz IBGE

Os cuidados com a casa e a distribuição de afazeres domésticos continuam desiguais no Brasil....

24/04/2018

Governo de SP quer vacinar 10,7 milhões de pessoas contra a gripe

O governador Márcio França participou, nesta segunda-feira (23), da abertura da campanha...

24/04/2018

Maioria dos brasileiros até 14 anos vivem em situação de pobreza

Mais de 40% de crianças e adolescentes de até 14 anos vivem em situação domiciliar de pobreza no...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.