Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Conam “errou” IPTU em Taboão, diz Evilásio

Por Sandra Pereira | 1/04/2011

evilsio1

DivulgaçãoPrefeito disse que a empresa pegou o valor líquido do IPTU em 2010 e aplicou desconto em cima

A empresa Conam, que cuida do sistema de cadastro informatizado da prefeitura de Taboão da Serra, foi a responsável pelo erro no cálculo do Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU) 2011, segundo o prefeito Evilásio Farias. Ele disse que caberá  a empresa assumir a culpa perante os moradores da cidade e reparar o erro. Por causa do erro da Conam moradores de vários bairros de Taboão serão obrigados a pagar dois carnês de IPTU esse ano, o que vem causando indignação e até revolta nas pessoas.

“A Conam é a absoluta responsável por esse erro. Foi ruim para o governo para a prefeitura e para o munícipe, que tinha a expectativa de pagar menos”, admitiu o prefeito, acrescentando que seria impossível uma redução tão grande no valor do IPTU. “Todo mundo quando pegou o carnê viu que era metade do valor do ano passado. Isso não pode acontecer”.


Evilásio justificou que em 2010 a prefeitura deu desconto de 50% do IPTU, e, esse ano, o carnê foi impresso com o valor do imposto tendo 50% de desconto. Para o prefeito não houve prejuízo para os munícipes.“Eles deram desconto sobre o desconto. Dessa forma dentro de alguns anos as pessoas não pagariam mais imposto”.

O prefeito disse que o carnê complementar precisou ser emitido porque a prefeitura não pode abrir mão de receita sob pena dele ter que responder a crime de improbidade administrativa.

“Identificamos o problema depois que o carnê foi entregue. Não dá para verificar os carnês um a um, infelizmente aconteceu. O erro só se identifica quando ele acontece. Mas não dá para prevê. Não posso matar e nem prender ninguém, nem devo”, declarou.

O prefeito disse que obrigou a Conam a explicar o erro a população. Junto com o carnê a empresa mandou uma nota, na primeira página, que segundo o próprio prefeito foi pouco esclarecedora. Questionado se a empresa continuará prestando serviço a prefeitura depois do erro Evilásio afirmou que não tem como substituir a empresa já que o trabalho feito por ela é complexo e o seu governo já está na reta final.

“Mandamos eles fazerem uma carta explicando as pessoas o que aconteceu. Fizemos uma ação firme para ela reparar, não houve dano, mas, ao menos moralmente”, concluiu.

Renato Martins Brandão

Como se vê, nada foi feito a respeito. Tanto a Prefeitura como a Empresa não foram culpados. Quem pagou foi o POVO! Em dobro, com desconto, a gosto do freguês.

Adriano Silva

O mais absurdo é que eles usam o próprio carnê do IPTU para fazer "auto propaganda". Tem fotos de obras realizadas. Ou seja. O munícipe paga o pato pelo erro da CONAM, paga pela propaganda indevida, a Av. Armando de Andrade que é uma das fotos da benfeitoria tem uma cratera aberta há 04 meses deveria ser incluida como foto para o próximo carnê quem sabe assim a população não acorda!!!

Evandro

Engraçado a culpa nunca é da prefeitura, e o mais interessante é que quem vai pagar o pato é o povo, quanto o Sr. Evilásio e policos companhia (i)limitada, sai de mansinho jogando o abacaxi pra população. E ainda quer eleger um sucessor, pobrezinhos já estam queimados antes mesmo de vir a publico, o companhiazinha infeliz em meus chapas. Toque de Midas as avessas.

julia

É muito estranho, para não dizer patético, que a responsabilidade nunca é da Prefeitura por erros de seus contratados! Aliás, os políticos que aí estão, sempre falam em lei de responsabilidade fiscal ou improbidade administrativa. Quer maior improbidade administrativa do que não rever a planta genérica e persistir com descontos (renúncia fiscal) com a finalidade de remendar o erro. A responsabilidade da Planta Genérica (origem do erro) é da Prefeitura. E aí Sr. Prefeito, será que só o Senhor não percebeu que existe lei municipal que preve a revisão da Planta Genérica de Valores para 2011 e tal revisão não saiu do papel? Toda a população já sabe da inoperância da atual administração e de seus políticos, pois tudo é precário: a saúde, a educação, o transporte, a mobilidade urbana, acessibilidade...

Sonia Castilho

Um erro administrativo deve ser resolvido internamente responsabilizando e punindo seus autores que lezam os cobres públicos. A empresa responsável deve responder por sua falha, uma vez que foi contratada considerando-se que fosse apta e competente p.tal. Agora por conta da improbidade administrativa o contr.é coagido a pagar nv.carnê com pena de seu iptu ir p.a divida ativa!!!!Isto é uma vergonha; que começou na camara de vereadores votando o aumento do iptu para 2010 de forma exagerada e desmedida.A falta de espirito público, na defesa do povo, que supostamente propoem defender.Será que o contribuintes encaminhando uma "carta" explicando seus motivos do não pagamento do nv.iptu tb.terá a mesma complacência prefeito?????

rogerio

Conam hahahahahah, só fechamos os olhos mas não somos cegos eainda a culpa cai para os mais fracos né senho prefeito

Márcio Amêndola de Oliveira

Prezados, Excelente reportagem. Mas o que ocorre na prefeitura de Taboão, que comete tantos erros com o IPTU da cidade? Em 2010 já foi uma verdadeira batalha com os reajustes, agora isso? O povo não vai entender, nem perdoar este erro. Creio que mudanças podem ocorrer em 2012. Espero que não haja retrocesso político em Taboão por conta dessa mancada da CONAM. Aliás, lembram de CONAM, o BÁRBARO? Era um personagem com muito músculo e pouco cérebro, primeiro grande papel do Arnold Schwarzenegger!

19/08/2017

Plano Plurianual é debatido pelo governo em Embu das Artes

Para viabilizar ações e políticas públicas, a Prefeitura de Embu das Artes está elaborando o...

18/08/2017

Itapecerica entrega Piscina Municipal, Academia de Musculação e Centro de Lutas

A Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de Itapecerica da Serra entregou oficialmente à...

17/08/2017

Mulheres vítimas de violência emocionaram público em Audiência de Taboão

A violência contra a mulher ganhou rosto, voz e vez no plenário da Câmara Municipal de Taboão da...

16/08/2017

Deputada Analice consegue 1 milhão para reforma de UBS em Itapecerica

O prefeito Jorge Costa, o vice Paulinho, os vereadores Allan, Ramon Corsini, Cepacol e Carlinhos...

12/08/2017

Audiência pública da comissão dos Direitos Humanos acontece na próxima quinta

A comissão dos Direitos Humanos da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizará no próximo dia...

12/08/2017

Taboão aprova requerimento para conscientização sobre mortes no trânsito

A Câmara Municipal de Taboão da Serra aprovou por unanimidade de votos na sessão do dia 8,...

12/08/2017

Pq. Marabá ganha nova sinalização viária, diz vereadora Rita de Cássia

Um dos bairros mais populosos de Taboão da Serra, o Pq. Marabá, recebeu nos últimos dias uma...

10/08/2017

Vereadores de Embu defendem Taxa do Lixo e manifestantes esvaziam Câmara

Num embate nunca visto anteriormente na história recente de Embu das Artes o governo municipal...

09/08/2017

Dr. André da Sorriso atua para construção de novo retorno no Pirajuçara

Com indicações e ofícios encaminhados à Prefeitura Municipal de Taboão da Serra desde 2014, Dr....

06/08/2017

Presidente Joice Silva aprova Moção contra a Liberação da Maconha e Cocaína

Por iniciativa da presidente Joice Silva (PTB), a Câmara Municipal de Taboão da Serra aprovou...

23/08/2017

Levantamento indica causa de mortes de ciclistas; veja dicas de segurança

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo do Estado de São Paulo,...

23/08/2017

Quer voltar a estudar? Matrículas estão abertas para jovens e adultos

Jovens e Adultos que desejam voltar a estudar para concluir os anos finais do Ensino Fundamental...

23/08/2017

Policial joga equipamentos de skate de jovens em córrego em Taboão

Um vídeo postado nas redes sociais no início da madrugada desta terça-feira (22) mostra um grupo...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.