Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Geraldo Cruz propõe que hospitais privados destinem vagas para o SUS

Por Outro autor | 27/03/2011

geraldo1

Mauricío - Comunicaçã&8203;o da ALESPDeputado Geraldo Cruz na Audiência Pública da Saúde

“É preciso unir esforços. A bancada do PT na Alesp continuará defendendo a saúde pública. Da minha parte, pretendo apresentar projeto de lei invertendo a lógica imposta pelo governo do PSDB: proponho que os hospitais privados destinem 25% dos seus leitos para o SUS”. Este foi o compromisso assumido pelo deputado Geraldo Cruz (PT), ao receber, na última quarta-feira (23/3), representantes dos Conselhos Municipais de Saúde de Taboão da Serra, Embu, Itapecerica, Embu-Guaçú, São Lourenço, Carapicuíba, Vargem Grande e Jandira, que protestavam contra a Lei Complementar 1.131, aprovada no final de dezembro.
 
Participaram do encontro também os deputados Marcos Martins (PT), Carlos Giannazi (PSOL) e EnioTatto, líder da bancada do PT, que viabilizou a entrega do abaixo-assinado trazido pelos conselheiros aos líderes dos demais partidos da Casa.
 
O ato teve ainda o apoio das prefeituras da região, representadas pelo secretário municipal de saúde de Taboão da Serra, Alberto Tarifa, e pela secretária-adjunta de saúde de Embu, Maria das Graças de Souza.
 
De iniciativa do governo estadual, a Lei 1.131/10 altera a Lei Complementar 846/98, que regula a atuação das organizações sociais na área da saúde.  A nova redação acaba com a exclusividade do atendimento do SUS nas unidades, permitindo que 25% das vagas sejam destinadas aos pacientes particulares ou usuários de planos de saúde privados.
 
Os participantes relataram que o tempo de espera para atendimento nos hospitais regionais, de responsabilidade do governo estadual, chega a superar um ano, seja por falta de vagas ou mesmo de médicos especialistas, e afirmam que, na prática, a lei reduz em 25% a já insuficiente capacidade de atendimento.
 
“Não estamos discriminando os usuários dos planos de saúde; todas as pessoas têm o direito de serem atendidas pelo SUS. O que questionamos é a transferência das vagas da saúde pública para a privada”, ressaltou Ediginalva Dantas, presidente do Conselho de Saúde de Embu.
 
Seleção cruel
 
Narciso Fávaro, conselheiro de Taboão da Serra, denunciou a crueldade da seleção para o acesso às poucas vagas.  De acordo com ele, todos os óbitos registrados nos pronto-socorros da região em virtude de falta de vagas na UTI foram de pessoas com mais de 65 anos.  “Não há leitos para idosos, e a situação se agravará”, alerta Roberto Santos, do conselho da pessoa idosa de Embu.
 
O deputado Geraldo Cruz, que na década de 1980 participou da mobilização pela construção dos hospitais que atendem seis municípios da região Sudoeste, lembrou que à época a população a ser atendida era de aproximadamente 450 mil habitantes e, atualmente, chega a 1 milhão.
 
Destacando a importância da mobilização social para estimular o Executivo e o Legislativo a defenderem os interesses públicos, sugeriu que o movimento dos Conselhos de Saúde se unisse a outros grupos que também vêm se manifestando contra a referida lei, como as ONGs de defesa dos direitos das pessoas portadoras de HIV, que realizarão ato público em defesa do SUS no próximo dia 7 de abril.
 
Mais oferta e transparência
 
Além da revogação da lei 1.131/10 , o grupo reivindica a ampliação da capacidade de atendimento dos hospitais regionais e a construção de outras unidades, o que implica em ampliação dos investimentos na saúde.
 
“Precisamos de mais recursos, mas precisamos também de transparência na gestão do que já existe”, afirmou Geraldo Cruz, destacando a necessidade de fortalecimento dos conselhos de saúde, sobretudo no que se refere ao acesso às informações dos recursos destinados e geridos pelas unidades. “As prefeituras enviam recursos para o funcionamento dos hospitais regionais, mas ninguém sabe como são utilizados. Não há informações sobre os repasses do governo estadual; não adianta informar apenas os valores gerais, precisamos dos detalhes para evitar desvios”, concluiu.
 
Assessoria de Imprensa

Mauricio Lourenço

Uma pena que o governo de São Paulo não cumpre o mínimo com a saúde pública do Estado, que são 12% do orçamento, com isso, os municípios ficam muito sobrecarregados, pois, são a entrada principal dos cidadãos no sistema de saúde. Regulamentação da imenda 29 já!!!. Mauricio Conselho Municipal de Saúde Taboão da Serra.

Wilson

Gostaria de saber porque meu comentário a respeito da matéria não foi postado. Censura ou panfletagem do PT

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Aprígio recebe visita de Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho

Acompanhado de lideranças da Executiva Nacional e Estadual do PDT, Carlos Lupi, presidente...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Prefeitura de Taboão forma mais de 200 alunos através do Programa Lado a Lado Sa

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Taboão da Serra,...

29/04/2017

Maternidade de Taboão inaugura serviço de consultoria em amamentação

A Prefeitura de Taboão da Serra está cada vez mais avançando na implantação de políticas...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.