Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Após Embu, Itapecerica discute falta de água

Por | 3/02/2011

camara1

Karen SantiagoVereadores debatem falta de água em Itapecerica

A falta de água constante por mais de 20 dias em bairros de Itapecerica da Serra foi o principal tema debatido na primeira sessão do ano da Câmara Municipal da cidade, nesta quinta-feira, dia 03 de janeiro. Insatisfeitos com os trabalhos prestados pela Sabesp, os vereadores pediram por soluções e ainda declararam guerra à empresa, se ela não cumprir com as clausulas contratuais. Além da Sabesp, a Eletropaulo também foi alvo das críticas dos vereadores.

“O serviço é terceirizado e o trabalho não é realizado. Renovamos o contrato com a Sabesp, mas mesmo assim eles não cumprem com as clausulas. Declaro que vamos fazer uma guerra com a empresa. A Eletropaulo ganha muito dinheiro para continuar fazendo o que quer na cidade. Muitos moradores de Itapecerica sofrem com a conta de luz que vai direto para São Lourenço, eles não tem controle administrativo e não estão nem aí com o serviço. Gostaria de convocá-los para fazer uma guerra política com eles, caso contrário vamos ficar reféns deles”, argumentou o petista José Maria.

Para o vereador Tonho Paraíba a Sabesp está uma vergonha na cidade. “Não tem condições dos moradores ficarem sem água por 10 dias”, frisou. Já para o vereador Amarildo Gonçalves (Chuvisco), a Eletropaulo está complicando a vida dos munícipes por causa da falta de energia constante, mas que a Sabesp é a principal culpada pela falta de água na cidade.

Além de Itapecerica, as cidades de Embu das Artes e Taboão da Serra também estão enfrentando o mesmo problema, a falta de água nas torneiras das residências. A insatisfação dos moradores é crescente com a prestação de serviço feita pela Sabesp e a Eletropaulo da região. Desde os primeiros dias de 2011 vários bairros das três cidades sofrem constantemente com a falta de água e luz.

Em Itapecerica a situação ficou crítica nos primeiros dias de 2011 em bairros como o Jacira, Analândia, Cinira e Valo Velho a falta de água durou mais de uma semana. Já a luz praticamente todas as tardes, acarretando prejuízos aos moradores como a queima de eletrodomésticos. Irritados com a falta de água e luz os moradores fizeram protestos e decidiram entrar com uma ação no Procon contra a Sabesp, que acaba de renovar o contrato com a cidade pelos próximos 30 anos.

 

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.