Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Moradores reclamam da Sabesp e Eletropaulo

Por Outro autor | 30/01/2011

agua_torneira1

DivulgaçãoSabesp e Eletropaulo estão na mira dos consumidores

É crescente a insatisfação dos moradores das cidades de Taboão, Embu e Itapecerica com a prestação de serviço feita pela Sabesp e a Eletropaulo na região. Desde os primeiros dias de 2011 vários bairros das três cidades sofrem constantemente com a falta de água e luz. Ambos os serviços são considerados essenciais pela população.

Quem enfrenta a falta de água e luz avalia que os serviços custam caro e tem pouca qualidade. Além disso, os consumidores reclamam da falta de informação por parte das empresas prestadoras de serviço, que na maioria dos casos não informa sobre os cortes no fornecimento e ainda não dá informações precisas sobre o retorno dos mesmos.

A irritação dos usuários aumenta quando eles afirmam que as empresas se preocupam somente com o lucro.

“É uma falta de respeito o atendimento da Sabesp e da Eletropaulo com a população.  A gente paga caro e não recebe um serviço de qualidade. O mais grave é eles não terem ao menos a consideração de informar sobre os cortes e a volta do serviço”, critica a funcionária pública e moradora de Embu, Marta dos Santos.

“Pagamos por algo inexistente, após inúmeras promessas nossas torneiras permanecem secas. Ficamos mais de dez dias sem uma gota de água na torneira. A água chega fraca e não consegue encher nem as caixas de água, estamos como no deserto sem água. Em São Paulo, como disse outra moradores, em São Paulo há água todo dia”, disse José Nunes, morador do Jardim Cinira.

“Pelo menos desde dezembro de 2010 vem faltando água em Itapecerica por dias seguidos, quando solicitamos informação no 195 a resposta era de que até a noite será normalizado, a água não chega e as datas vão sendo passadas sempre para o próximo dia e assim ficamos do dia 05 até 09 de janeiro sem uma gota de água, entenda-se então, que são 5 dias sem tomar banho, sem lavar roupa, sem comer, sem beber (a menos que se compre água mineral). É abusivo o descaso da Sabesp, trata a população como se fosse nada, o atendimento é o pior possível, não garante fornecimento de água para o mínimo de higiene e a conta vem com o mesmo valor, não reduz nenhum milímetro sequer.O descaso vem dos dois lados das empresas prestadoras de serviços e da administração pública”, argumenta Marlei, moradora de Itapecerica.

Em Itapecerica a situação ficou critica nos primeiros dias de 2011 em bairros como o Jacira, Analândia e Valho Velho a falta de água durou mais de uma semana. Já a luz faltou praticamente todas as tardes, acarretando prejuízos aos moradores como a queima de eletrodomésticos. Irritados com a falta de água os moradores fizeram protestos e decidiram entrar com uma ação no Procon contra a Sabesp, que acaba de renovar o contrato com a cidade pelos próximos 30 anos.

“O que está acontecendo em Itapecerica é abusivo. Ou falta água, ou falta luz ou falta os dois. Só não falta a conta para a gente pagar”, critica o ajudante geral Aparecido Silva, morador do Valo Velho.

“O atendimento da Eletropaulo é uma droga todos os dias eu fico sem energia elétrica, e quando procuro os órgãos de fiscalização destas empresas, só ficam tocando musiquinha”, afirmou Thyago, morador do Potuverá.

Resposta da Sabesp


Questionada sobre a insatisfação dos moradores a Sabesp informou por meio de uma nota, na última sexta-feira, 28, que o desabastecimento ocorreu na última semana, por falta de energia elétrica na Estação de Tratamento de Água de Cotia que ocasionou a falta de água nos municípios de Embu, Embu Guaçu e Itapecerica da Serra, fato este ocorrido em mais de uma ocasião.

Para aumentar a oferta de água para a região de Itapecerica da Serra, que foi alvo de um crescimento rápido e desordenado, gerando um grande nº de ligações irregulares, a Sabesp está construindo uma Estação de Tratamento de Água, no município de Embu Guaçu.  Além disso, está aumentando a capacidade operacional do conjunto moto bombas Jardim Jacira, localizado no município de Itapecerica da Serra.  A finalização das obras estão previstas para o final do 1º semestre de 2011.

Resposta da Eletropaulo


De acordo com a nota da Eletropaulo, o principal motivo das interrupções é a queda de galhos e árvores na rede, responsáveis por 52% das ocorrências. “Para minimizar esse impacto, a AES Eletropaulo tem diversas iniciativas, como o programa de podas. Em 2010, a distribuidora realizou 320 mil podas em galhos de árvores que estavam próximos da rede elétrica”, esclarece a nota.

As cidades da região Oeste atendidas pela AES Eletropaulo, o que inclui Taboão da Serra, Itapecerica e Embu das Artes, foram as mais afetadas pela queda de galhos e árvores na rede, representando 1/3 das solicitações da distribuidora. Em muitos casos, a concessionária teve de trabalhar em conjunto com o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil e aguardar a liberação desses órgãos para realizar o restabelecimento de energia em algumas áreas.

“Entre 2010 e 2011, a AES Eletropaulo está investindo R$1,4 bilhão na manutenção e expansão da rede. Além das podas, destaque para o aumento dos sistemas de automatização da rede elétrica. A concessionária iniciou a instalação de 1 mil religadores, equipamentos que possibilitam o religamento automático em casos de interrupções de energia, o que evita o deslocamento de equipes até os locais da interrupção”, finaliza a nota.

Texto: Karen Santiago e Sandra Pereira

ADRIANO

Tem um vazamento no parque paraiso,rua japão ao lado do supermercado paraiso,logo na esquina. liguei já uns 10 dias,mesmo assim não vieram,continua vazando todos os dias que trabalho a passo por lá pela manhã. Não entendo por que ali tem água vazando todos os dias,isso sim é disperdicio

Barbara

E no cipó que não tem água a mais de 2 meses... Só caminhão pipa! E depois fala que e a população nem se tem caminhão pipa que dizer que tem água!

pedro henrique

mas esse povo ta de brincadeira ja ficam gastando muita a gua e isso que da.

carlos alberto nogueira

Não defendo nem a sabesp , nem a população ,moro no Valo velho (Chácara Santa Maria),estamos varios dias sem agua ,chega apenas a noite e não chega até as caixas mais altas do mesmo quintal. Mas quando ela continua mesmo fraca durante o dia , varios moradores lavam seus carros e calçadas ,reclamar é fácil mais desperdiçar parece ser mais facil ainda pra alguns;AGUA POTÁVEL não é lixo... E a SABESP deveria seguir exemplos de uma outra empresa, a de telefonia...se não tiver abastecimento é só descontar em conta ,e´o mínimo pela população afetada e multa para os que não respeitam a época de queda de abastecimento. Parece complicado...? setor caça-fraude

maria adelaide rodrigues de lima neves

Meu bairro e jd Aracati e estamos sem agua quando ligamos para sabesp eles nos falam que vai chegar agua a noite mas ja estamos sem a uns 7 dias . e um descaso com o consumidor . O pior que tem ruas la que tem agua !!!! Adelaide Lima

thyago

por que a Eletropaulo nao fala a verdade, nao esta tendo a capacidade de atender a demanda em energia eletrica, o que nos leva a um "rodizio" sem a fala deste nome que muitos temem... dia sim e outro tambem falta energia em algum lugar

Osvaldo

Quem lê as respostas da Sabesp e Eletropaulo, tem a impressão que essas empresas são exemplos de excelência e que trabalham em conformidade com os mais rigorosos princípios de satisfação dos clientes. É impressionante a desfaçatez dessas notas, pois se mostram totalmente indiferentes à insatisfação dos moradores com seus serviços. Quando isso irá mudar e quando essas empresas vão assumir sua parcela de responsabilidade, resolvendo definitivamente os problemas? Quando?

20/08/2017

Programa Lado a Lado forma 777 alunos em Taboão da Serra

“O primeiro curso de que fiz no Jardim Saporito foi o de Manicure, em 2016. Não atuava neste...

17/08/2017

Creche no Tereza foi roubada 8 vezes esse ano, até chuveiro foi roubado

Pela oitava vez consecutiva, somente esse ano, bandidos invadiram a creche municipal Maria...

16/08/2017

Taboão da Serra intensifica ações de combate ao trabalho infantil

O combate à exploração do trabalho infantil tem sido uma das bandeiras defendidas pela...

15/08/2017

Vereadores fazem doação de agasalhos arrecadados na Câmara ao Centro POP

A Câmara Municipal de Taboão da Serra aderiu à campanha do agasalho e arrecadou mais de 500...

15/08/2017

Prefeitura de Taboão abre processo seletivo para contratar agentes de saúde

A Prefeitura de Taboão da Serra vai abrir processo seletivo para contratação de 56 Agentes...

13/08/2017

Vereador Allan Dias diz que prédio abandonado da DERSA serve a usuários de droga

Há tempos o prédio da SPMAR/DERSA no jardim Santa Mônica, em Itapecerica da Serra, está trazendo...

11/08/2017

Justiça extingue Ação Popular contra a Taxa do Lixo de Embu das Artes

A Justiça de Embu das Artes recusou e extinguiu pedido de abertura de Ação Popular conta a Taxa...

11/08/2017

Sabesp recomenda economia de água em Taboão da Serra, Cotia e Embu das Artes

A Sabesp realiza na noite desta quinta-feira (10 de agosto) reparo na estação elevatória de água...

10/08/2017

Prefeitura de Taboão oferece anistia em juros e multas para pagamento de imposto

Os moradores de Taboão da Serra, que estão em dívida com a Prefeitura, terão a oportunidade de...

08/08/2017

Jovens que morreram em acidente no fim de semana eram de Taboão e Embu

Famílias de Taboão da Serra e Embu das Artes estão de luto pela morte trágica de três jovens num...

23/08/2017

Levantamento indica causa de mortes de ciclistas; veja dicas de segurança

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo do Estado de São Paulo,...

23/08/2017

Quer voltar a estudar? Matrículas estão abertas para jovens e adultos

Jovens e Adultos que desejam voltar a estudar para concluir os anos finais do Ensino Fundamental...

23/08/2017

Policial joga equipamentos de skate de jovens em córrego em Taboão

Um vídeo postado nas redes sociais no início da madrugada desta terça-feira (22) mostra um grupo...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.