Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Jd Santo Antônio recebe soluções em Embu

Por Karen Santiago | 20/01/2011

projeto1

DivulgaçãoParque de diversão foi uma das soluções desenvolvidas

Após buscar, discutir e avaliar os problemas do bairro Santo Antônio, em Embu das Artes, os integrantes do Projeto intitulado como Santo Antônio apresentaram no último sábado, dia 15, os resultados do trabalho realizado em 15 dias. A comunidade ganhou um "parquinho para crianças (playground)", melhorias no campo de futebol, um guia para o tratamento de água, manuais e protótipos para a confecção de uma tampa para poços e uma bomba d’água.

Os projetos que foram apresentados para a comunidade ocorreu em duas etapas: no campo de futebol onde foi demonstrado o "parquinho para crianças", as melhorias no campo de futebol e também na comunidade Zé Mineiro onde foram demonstrados os restantes dos projetos.

“Uma característica interessante no desenvolvimento dessas soluções foi o incentivo à busca de soluções criativas que fizessem com que a questão financeira não se tornasse trivial para a realização do projeto. E esse fator se mostrou forte nos resultados sendo que o uso de dinheiro foi mínimo. Doações dentro e fora da comunidade, mão de obra da própria comunidade, materiais reciclados, materiais descartados como, por exemplo, pneus foram algumas das soluções encontradas pelas equipes para contornar obstáculos financeiros”, avaliou Miguel Chaves.

De acordo com Miguel, o objetivo mais importante do projeto é trabalhar com os moradores da comunidade e não trabalhar para as pessoas da comunidade. “Ficou explícito no final da maioria dos projetos, onde os próprios moradores locais chamaram outros moradores do bairro para terminar as construções, sem esse tipo de auxílio, os resultados dos projetos não seriam os mesmos. O incentivo a essa atitude é essencial em comunidades mais pobres para mostrar que é possível desenvolver e executar soluções sem a necessidade de sempre esperar por órgãos governamentais”, finalizou.

Para o morador da comunidade e membro da ONG Família Inês, Carlos Correia Lima, o projeto foi muito importante para o bairro. "Domingo fui ao campo e vi várias crianças brincando nos brinquedos, e o mais interessante é que aquela semente plantada já começou a germinar, a repercussão foi muito grande,  pois algumas pessoas que estavam no campo já querem construir os banheiros com fossas sépticas, fiquei muito feliz, agora é só darmos continuidade ao trabalho que juntos alcançaremos nossos objetivos", afirmou satisfeito.

12º

kerolyn

noossa se é uma solução não quero ver a transformação se ter parquinho é bom imaginem um shopping. =O)

11º

ricardo nunes

isso é uma vergonha pode chama esta coisa de parque de diversão...

10º

Familia Inês

Marcelo, eu tenho pena de vc, pois vc, nunca fez nada pela comunidade, e agora se acha no direito de querer reivindicar alguma coisa, meu querido vc é um brincalhão, conheça primeiro, depois critique, até o seu próprio filho se enverginharia de vc, tenho certeza que teria vergonha de ter vc como pai, infelizmente ele não pode escolher.

Fabiano

Olá pessoal, gostaria de parabenizar e agradecer a todos que participaram do projeto Sto. Antonio, e gostaria de lembrar também que refletissimos um pouco sobre a questão das criticas do Marcelo. Pois devemos pensar, o que estamos fazendo para melhorar o mundo em que vivemos? Será que sentar e analizar e criticar os erros dos que tentam fazer algo é a melhor maneira de ajudar? Ou seria melhor somar-se a estas pessoas e tentar melhorar o pequeno espaço que vivemos? É fácil sentar-se e esperar que os outros façam por nós, eu sei que o governo tem o dever, porém também sei que a unica coisa que vou ganhar sentado é calo na bunda. conheço dois ditados que dizem: 1°- Prefiro a dor da derrota à vergonha de não ter lutado. 2° Não espere o futuro mudar sua vida, pois o futuro é o reflexo do que se faz hoje. Reflitam!

Marcel

Oi Pessoal, tudo bem? Eu gostei muito do trabalho de vocês. O mais interessante é saber que as soluções que encontraram estão bem alinhadas com o mundo em que vivemos. Na busca de novos materiais, diversas organizações no mundo têm se preocupado em aumentar o ciclo de vida de seus produtos desenvolvendo novas funções para eles. Nesse cenário, o uso de pneus por possuir um grande ciclo de vida e difícil descarte tem sido foco de muitas instituições. Há uma pesquisa do departamento de engenharia civil da USP que está utilizando restos de pneu junto com outros materiais para construção de asfalto (aqui está o link: http://inovacao.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-23942007000300008&lng=pt&nrm=iso). Além disso, basta digitar tire (pneu em inglês) e playground ("parquinho" de diversões em inglês) no google, youtube ou qualquer outra ferramenta de busca para ver o número de projetos relacionados a esses dois termos. Aqui há alguns: http://www.motherearthnews.com/Do-It-Yourself/1979-07-01/Build-A-PlaygroundTires.aspx?page=2 e http://www.youtube.com/watch?v=fVLM-JYGt08. Não saciado por minha pesquisa, eu fui a um site de teses e artigos utilizado por grandes pesquisadores de diversas universidades no mundo chamado www.sciencedirect.com e digitei tires playground. Qual não foi minha surpresa que já há artigos acadêmicos estudando o impacto de materiais, assim como o pneu, na interação do desenvolvimento educacional de uma criança. Dessa forma, eu gostaria de parabenizar e muito essa soluçaõ que encontraram. O mais legal foi ler e saber que não foi a única. Muitas vezes para inovar e impactar devemos realmente sair do senso comum e tentar olhar de uma forma que poucos conseguem olhar...Por fim, eu gostaria de sugerir que lessem um livro chamado Banqueiro dos Pobres de Muhammad Yunus(http://pt.wikipedia.org/wiki/Muhammad_yunus). Ele ganhou o prêmio nobel da paz de 2006 por conseguir tirar 1 milhão da população de seu país, Bangladesh, da linha da pobreza. E se lerem o livro verão que a solução que ele encontrou parece do passado frente pneus e garrafas. Mas se analisarem mais aprofundamente perceberão que a solução que ele desenvolveu é simplesmente fantástica.

Carlinhos

Marcelo, saiba que a os governantes de nossa cidade só lembram que o meu bairro existe em tempo de eleições ou quando é para tirar proveito da situação, somente por este motivo foi que o Sr. Prefeito nos convocou em seu gabinete.É por isso que o Brasil não vai para frente, ainda mais se formos pensar igual você Marcelo que fez e faz tantas críticas, e para você fica o convite: A nossa comunidade está de portas abertas para que você possa conhecer a nossa realidade e se você tiver disponibilidade de nos fornecer brinquedos ou recursos para construirmos o parquinho das crianças e que não sejam uma "VERGONHA", receberemos de bom coração. Vergonha maior seria se estas poucas pessoas da comunidade ficassem de braços cruzados e não fizessem nada para melhorar um pouco a situação das nossa crianças que até ontem não tinham onde brincar a não ser na rua. Lamentável é que ainda exitam pessoas igual a você MARCELO que só sabem criticar as iniciativas dos outros, dê graças a DEUS que você e seus filhos não passam por estas necessidades. Tá na hora de você levantar a bunda da cadeira e fazer algo que valesse a pena em prol do próximo. Desculpe se fui ignorante mas estou cansado de ouvir críticas de pessoas que não fazem nada.

Carlinhos

Karen Santiago o nome do Bairro é JARDIM SANTO ANTÔNIO e não parque. Valeu por acreditar em nossos sonhos

marcelo

... parabens oela iniciativa, mas acho que o bairro mereceria uma melhor atenção da prefeitura e não projetos de ongs sociais e esmolas!

Aline

Marcelo, Sinto informar que faltou um pouco mais de conteúdo nas suas críticas. Incentivo você a entrar em contato com o Miguel ou a ONG que é da comunidade sobre este projeto. A prefeitura não está envolvida neste trabalho, logo recursos (R$), ficou à cargo da criatividade desses estudantes que tiveram a iniciativa de fazer algo sem depender de prefeituras e instituições (R$).E ao contrário do que você imagina com o tempo, pessoas e R$ disponível, o resultado foi de grande valia. Não conheço você, mas sugiro que nas suas futuras críticas pense, reflita e pesquise melhor o que vc está propenso a falar. Sugiro também você conhecer melhor a comunidade em questão. Acredito que uma iniciativa sua, seja ela qual for, seria muito bem aceita. Afinal, o bom é fazer e não falar. Att,

Aline

Marcelo, Sinto informar que faltou um pouco mais de conteúdo nas suas críticas. Incentivo você a entrar em contato com o Miguel ou a ONG que é da comunidade sobre este projeto. A prefeitura não está envolvida neste trabalho, logo recursos (R$), ficou à cargo da criatividade desses estudantes que tiveram a iniciativa de fazer algo sem depender de prefeituras e instituições (R$).E ao contrário do que você imagina com o tempo, pessoas e R$ disponível, o resultado foi de grande valia. Não conheço você, mas sugiro que nas suas futuras críticas pense, reflita e pesquise melhor o que vc está propenso a falar. Sugiro também você conhecer melhor a comunidade em questão. Acredito que uma iniciativa sua, seja ela qual for, seria muito bem aceita. Afinal, o bom é fazer e não falar. Att Aline Souza

marcelo

... chamar isto que esta na foto de parque de diversões e é zoar coma inteligência das pessoas. è claro que para as crianças vale tudo, mas este parquinho ta horrível, deprimente, com a prefeitura gastando rios de dinheiro com coqueiros e palmeiras reais, bem que poderia criar um parquinhod ecente para a população do jd santo antonio, Tirando o lixo do ex vereador nereu que nunca fez nada pelo bairro e ainda mama nas tetas da prefeitura, e agora o bairro tem que ficar aceitandoe essas esmolas. Nunca deixaria meu filho brincar nesse pulgueiro!

marcelo

analisando a foto: 1 - Garrafão de água no chão "mas que porquisse" 2 - Pmeus no chão "olha a dengue" 3 - Banco em forma de pneus "tentaram sentar neles?" Rídiculo, se for para fazer porcaria seria bom não ter essa iniciativa. Faça algo bom e não essa porcaria!

29/05/2017

Diário Oficial de São Paulo será publicado exclusivamente em versão digital

Seguindo uma tendência do mercado global e caminhando em direção a um futuro moderno e...

29/05/2017

Vinttage Music Bar & Restaurante agora é point de Stand Up em Taboão

Estreia na próxima terça-feira, 30/05, a partir das 20h, no Vinttage Music Bar & Restaurante,...

26/05/2017

Palestra marca encerramento da Semana da Enfermagem de Taboão

A Secretaria de Saúde de Taboão da Serra promoveu na sexta-feira, 19 de maio, um encontro de...

24/05/2017

Shows adiados do Embu Country Fest acontecem neste fim de semana

Na sexta-feira, dia 26, acontecem os shows de MC Kevinho, Ricardo Ozcar e do embaixador do...

15/05/2017

Embu Country Fest começa na quarta-feira com diversidade musical

Organizado pela A Luz Eventos, o Embu Country Fest, festival sertanejo que acontece em Embu das...

10/05/2017

Taboão da Serra recebe Circuito Sesc de Artes no sábado, 13

Uma parceria entre a Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura de Taboão da Serra e o Sesc...

08/05/2017

Bombeiros de Itapecerica resgatam cadela que caiu em um buraco em Juquitiba

Integrantes do corpo de bombeiro de Itapecerica da Serra fizeram um resgate inusitado e perigoso...

08/05/2017

Vândalos voltam a agir e ateiam fogo no Galpão de Coleta Seletiva em Itapecerica

Vândalos voltaram a agir durante a madrugada desta segunda-feira (08). Moradores da Avenida dos...

05/05/2017

Câmara de Taboão da Serra abrirá concurso público para 25 vagas

A Câmara Municipal de Taboão da Serra abriu o concurso público para o preenchimento de 25 vagas,...

04/05/2017

Vereador apresentará palestra sobre mercado de trabalho em Embu

Desde 2014 o Brasil passa por uma crise econômica muito densa, e assim as empresas buscam...

29/05/2017

Acidente com um vítima fatal travou o trânsito na Régis Bittencourt em Taboão

Uma pessoa morreu por conta de um acidente grave envolvendo 5 veúlos no começo da noite deste...

29/05/2017

FF sinaliza que poderá dar abono para os servidores públicos em Taboão

O prefeito Fernando Fernandes sinalizou com a possibilidade de conceder abono salarial aos...

29/05/2017

Diário Oficial de São Paulo será publicado exclusivamente em versão digital

Seguindo uma tendência do mercado global e caminhando em direção a um futuro moderno e...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.