Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Adolescente de bairro carente em Itapecerica aceito em universidade dos EUA pede ajuda para conseguir pagar viagem

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 4/04/2019

DivulgaçãoDepois de aceito, o adolescente tentou pleitear uma bolsa, mas acabou não sendo comtemplado

Curta o Jornal Na Net no Facebook e acompanhe as principais notícias da região! 

O adolescente Matheus Bezerra Borges Gomes, morador do bairro Ressaca, em Itapacerica da Serra, sempre teve o desejo de tentar estudar em outro país. E agora realizar este sonho pode estar mais próximo do que ele imagina.

Com apenas 16 anos, o garoto foi aprovado em um processo seletivo para um curso sobre liderança e empreendedorismo, na Wake Forest University, localizada no Estado da Carolina do Norte.

Como os pais não têm condições de arcar com as despesas, depois de aceito, o adolescente tentou pleitear uma bolsa, mas acabou não sendo comtemplado. “Eu fui aceito na universidade, me candidatei para ganhar a bolsa de estudos, mas infelizmente não fui selecionado e confesso que isso mexeu comigo”, disse.

Aprovado, mas sem a ajuda de custo da universidade, Matheus decidiu não desistir e está se mobilizando na internet para conseguir embarcar. Uma vaquinha online para arrecadar cerca de 12 mil foi criada em seu nome. Esse valor, segundo o adolescente, é para arcar com as despesas do curso, do visto e das passagens.

O morador de Itapecerica conta que “sempre foi um sonho conhecer o mundo a fora e novas culturas” para “ter contato com povos de outros países e poder enxergar a realidade de cada um”. Por isso, nos últimos meses, vem se dedicando para isso. As aulas serão ministradas em inglês e para dominar o idioma está “treinando com um amigo estrangeiro”.

Apesar de morar em Itapecerica, Matheus nasceu em Curitiba e passou por diversas cidades até realmente se estabilizar com a mãe e a avó no município. “Morei em Cianorte [Paraná] até meus 2 anos, porém uma tragédia tirou meu pai de mim e tive que recorrer a São Paulo”, disse.

Ele também contou que ficou um pouco em Itapecerica, mas depois foi com a mãe para Suzano, também em São Paulo. “Tentamos a vida em Suzano 2 vezes e não foi nada bom, passamos por dificuldades lá e voltamos para cá”, relatou.

Atualmente, o pequeno jovem estuda na Escola Estadual Salvador Leone, no bairro Potuverá, zona rural da cidade, e reconhece que estar hoje na instituição “foi um fator que contribui muito na vida”, pois sabe da importância do poder transformador da educação.

O dinheiro para ajudar Matheus precisa ser arrecadado em menos de um mês, até o dia 1 de maio, para que ele possa conseguir resolver todos os trâmites burocráticos. Se você estiver interessado em ajudar, clique aqui e faça a sua contribuição.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.