Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Adolescente é apreendido após ameaça de ataque a escola em Taboão

Por Redação | 18/03/2019

DivulgaçãoAs ameaças foram feitas por um aluno que diz sofrer bullying

Curta o Jornal Na Net no Facebook e acompanhe as principais notícias da região! 

Um adolescente de 16 anos, acusado de ameaçar ataques na escola Reynaldo do Nascimento Falleiros, no Jardim São Salvador, foi apreendido pela polícia neste domingo, 17. O jovem teria sido vítima de bullying na escola e também teria alegado problemas familiares. As ameaças foram descobertas por uma funcionária da escola. Ela prontamente conversou com o rapaz. O caso foi encaminhado à polícia, ao Conselho Tutelar e será remetido para investigação pelo Ministério Público. O rap restou depoimento e foi liberado em seguida.

A prática de bullying na escola deve ser debatida e combatida por educadores e pais. Os casos de violência relacionados ao bullying evidenciam que o problema não pode ser negligenciado dentro ou fora da escola. Os especialistas na área orientam que o diálogo é a forma mais eficaz de lidar com essa problemática situação que interfere diretamente no ambiente escolar.

De acordo com o boletim de ocorrência sobre a ameaça, a vice-diretora recebeu prints de uma conversa em que o menor informava a um outro aluno que pretendia realizar o ataque nesta segunda-feira, dia 18. Ela foi até a delegacia junto com a diretora e relatou o ocorrido.

A reportagem teve acesso a uma das conversas do jovem. Nela, ele pede perdão e diz a um amigo próximo que "vai acontecer, vai" e que era para ele "se salvar e salvar seus amigos". "Quando você me ver na escola, não me veja como um aluno e sim como um assassino", dizia ainda a mensagem.

Ao ouvir os relatos, a delegada de plantão, juntamente com o apoio do GARRA, realizou diligências até a casa do autor das ameaças. Lá, os policiais foram atendidos pela mãe do adolescente, que informou que ele estava em uma igreja.

Ao chegar em casa, o menino confessou que pretendia realizar o ataque igual ao ocorrido na escola de Suzano porque era vítima de bullying. Em buscas por seus pertences, nada de irregular foi encontrado.  Ele e a mãe foram conduzidos ao DP. O Ministério Público e o conselho tutelar foram acionados e farão oo acompanhamento do caso. 

As ameaças causaram alvoroço entre pais e parentes de alunos da escola, que receberam as informações sobre as ameaças por diversos grupos no WhatsApp por meio de um comunicado. Com medo, alguns deles disserram que não levaram seus filhos para a aula hoje.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.