Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Esporte

Atleta mirim de Itapecerica é destaque em levantamento de peso e conquista prata em Mundial da Juventude, nos EUA

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 15/03/2019

DivulgaçãoA jovem é considerada a 5º atleta mais forte em sua categoria e disputará as Olimpiadas de 2020

Curta o Jornal Na Net no Facebook e acompanhe as principais notícias da região! 

Nicole Cintra Lagos, moradora do Parque Paraiso, em Itapecerica da Serra, está fazendo história no Levantamento de Peso Olímpico. A atleta mirim, de apenas 15 anos, conquistou na última segunda-feira, dia 11, o segundo lugar na categoria de até 59kg do Mundial da Juventude, realizado em Las Vegas, nos EUA, e retorna ao Brasil com medalha de prata.

"Essa medalha aqui representa muito o esforço que a gente faz todos os dias, a batalha. Eu treino seis vezes por semana, duas por dia, é muito cansativo, mas vou sempre estar lá com amor e pensando nos meus sonhos. Eu agora consigo completar uma etapa dessa grande jornada, que foi essa competição mundial", afirmou a jovem.

Além do vice-campeonato, Nicole, com tão pouca idade, leva na bagagem diversos títulos importantes. Ganhou duas vezes o ouro no Campeonato Paulista Adulto e no Campeonato Brasileiro, sendo recordista em um deles nas três categorias, sub-15, sub-17 e sub-20. A jovem também levou bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude Santiago, no Chile, e no Pan-Americano, na Colômbia. Nicole disputará as Olimpíadas de 2020 em Tokio.

A história da Itapecericana com o levantamento é rodeada por dificuldades e tem início quando ela ainda tinha três anos, começando, na verdade, com outros esportes.

"Eu e meu esposo retomamos os treinos e aulas como professores de judô e jiu-jítsu e nossos filhos nos acompanharam treinado e competindo. Também faziam natação, até conhecer e treinar Crossfit, em que começaram a se destacar", relata a mãe, Susi Cintra. Tanto ela quanto o esposo e o filho Gregory sempre lutaram para que o esporte se mantivesse entre a família, o que influenciou para que Nicole se tornasse o fenômeno que é hoje.

Depois de finalmente conhecer o Crossfit, a pequena jovem ingressou no Halterofilismo, como também pode ser chamadoo LPO. Inicialmente, ela trainava no box que os pais têm na cidade. No entanto, após um técnico conceituado no esporte vê-la em ação, a menina passou a treinar no Esporte Clube Pinheiros.

Um dos propulsores da carreira de Nicole foi Fernando Reis, nome conhecido no esporte de quem a família era fã. Foi ele quem aprensentou a jovem atleta ao seu treinador, que reconheceu prontamente o talento da itapecericana no esporte.

"'Ela tem 11 anos, então não podia ser uma atleta da selação brasileira, mas a gente não pode deixar esse talento ir embora. Se você permitir, a gente vai lapidar a Nicole, o que ela sabe agora e ela vai melhorar isso'", disse o técnico à mãe.

À época que começou a ser treinada, Nicole conseguiu sua primeira conquista três meses antes de completar 12 anos. Levou o vice-campeonato paulista, ficando atrás apenas de uma atleta de 29 anos, campeã pan-americana. Um belo presente de aniversário. A partir daí, com uma desenvoltura de uma competidora adulta, a adolescente passou a se destacar no Halterofilismo.

"Eu acompanhei ela no Chile e lá as pessoas a conhecem", disse em tom orgulhoso a mãe. A adolescente também já recebeu convites para integrar outras seleções, mas recusou porque "quer construir aqui" sua carreira e ajudar a valorizar o esporte no país. O caminho para isso, porém, é dífcil, já que a jovem ainda não conta com nenhum patrocínio.

Como fruto de seu árduo trabalho, a adolescente de Itapecerica é considerada a 5º competidora mais forte do mundo em sua categoria. "A Nicole já teve lesões, já treinou com fome, muitas vezes com dores, mas ela está lá, todo dia na luta dela. E ela me fala 'eu nem comecei mãe'. E eu vejo que não é fácil, tem muitos obstáculos", finaliza Susi.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.