Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Itapecerica proíbe tráfego de caminhões

Por | 9/01/2011

caminhao

Sandra Pereira Tráfego será proíbido a partir do dia 27 de janeiro

Agora é oficial. A partir do dia 27 de janeiro, os caminhões estão proibidos de trafegar nas principais ruas e avenidas de Itapecerica da Serra. A definição foi divulgada na última sexta-feira, 7 de janeiro, em entrevista com o secretário de Segurança, Trânsito e Transportes, João Pereira. A Avenida XV de Novembro, Estrada Ari Domingues Mandu e as ruas Treze de Maio e Manoel Maximino da Rosa, são as vias proibidas.

Na cidade, a proibição será de segunda a sexta-feira, das 5 às 21h e aos sábados, das 5 às 14 horas. Os caminhões previamente autorizados para carga e descarga nos comércios da cidade são transportes de combustíveis e gás de consumo local, coleta de lixo, transporte de valores, produtos alimentícios perecíveis, socorro mecânico, obras e serviços de emergência, prestação de serviços públicos essenciais, mudanças, transporte de presos, socorro de incêndio, salvamento e de operação de trânsito.

Para ficarem isentos da proibição, os motoristas que realizam carga e descarga na cidade precisam requerer um cartão na secretaria de Trânsito e Transportes do município. “O cartão pode ser adquirido por meio de requerimento no site da prefeitura (www.itapecerica.sp.gov.br), o motorista do caminhão imprime o requerimento, preenche e entrega na secretaria”, explicou o secretário João Pereira.

joao

Secretário João Pereira fala sobre a proibição

De acordo com João Pereira, o motorista que não cumprir a lei será multado em 80 U.F.M (unidade fiscal do município) valor equivalente a R$ 4,00. “Novos agentes de trânsito vão fiscalizar os veículos e aplicar as multas”, finalizou.

Em Taboão a medida já foi tomada em dezembro de 2010. Os caminhões também precisaram fazer o cadastro do RCC (Requerimento de cartão Caminhão) no site da prefeitura e entregá-lo na secretária, assim como em Itapecerica.

A cidade de Embu das Artes sentiu a restrição de caminhões nas principais vias de São Paulo, pelo Prefeito Gilberto Kassab, e também em Taboão da Serra. O vereador Carlos Pires de Lima, afirmou na penúltima sessão da câmara em 2010, que a cidade está sendo invadida pelos caminhões, após a proibição feita por Taboão.
 

“A quantidade de caminhões acabam deixando a população se sentir ilhada. Muitos caminhões trafegam pela Estrada São Judas, São Marcos, Avenida Elias Yasbek e Rotary”, afirmou.

Carlos Pires salientou que é necessário preparar uma estrutura em relação à quantidade de caminhões e também aos efeitos que eles deixam nas ruas da cidade. “Peço a DIVITRAN para regular o trânsito dos veículos pesados em nossa cidade e que faça estudos para dar resposta à população de Embu”, finalizou.

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.