Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Ex-secretário e fundador do PT de Embu, Paulo Giannini morre de infecção aos 64 anos

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 21/11/2018

giannini

Arquivo pessoal Com seus 64 anos recém completados no dia 14 deste mês, Paulo deixa sua esposa e seus três filhos

Paulo Giannini, fundador do Partido dos Trabalhadores (PT) em Embu das Artes e figura política com reconhecida atuação social na cidade, faleceu na manhã desta quarta-feira, dia 21, no Hospital Geral do Pirajussara, em decorrência de uma infecção generalizada contraída após complicação em uma cirurgia para a retirada de um tumor no cérebro.

Com seus 64 anos recém completados no dia 14 deste mês, Paulo deixa sua esposa, Maria Aparecida Almeida Giannini, e seus três filhos, Paulo, Larissa e Laís Giannini, além de um grande legado na cidade das artes.

Por sua atuação política, Giannini recebeu diversas vezes o título de Cidadão Embuense por suas contribuições à cidade, como a participação na regularização dos loteamentos irregulares, a criação e implementação da GCM Embu das Artes (2003), a cooordenação na reestruturação dos Cemitérios Jesuítas e Rosário, a reorganização e implementação da Funerária Municipal no Cemitério dos Jesuítas.

Foi ainda responsável pela remodelação da Divtran, possibilitando a criação da Secretaria de Trânsito e Transporte. Coordenou a reestruturação do transporte público municipal, a implantação do programa Frente de Trabalho e a campanha do plebiscito, que mudou o nome da cidade.

Também atuou como secretário de Governo no mandato de prefeito de Geraldo Cruz e Chico Brito,  ambos do PT, alem de ter coordenado a campanha do prefeito Geraldo, em 2008, na disputa a deputado federal e nas que o elegeu. Também participou das campanhas de para prefeito em 2000 e 2004.

Giannini chegou a Embu com seus 20 anos e, na bagagem, já levava uma grande história política, pois já havia participado do Movimento de Oposição Sindical, depois de se formar como torneiro no Senai de Santo Amaro, na Capital. Ele também integrou o Movimento de Luta contra a Carestia, lutou pelo fim da Lei de Segurança Nacional (LSN) e defendeu a Anistia Ampla Geral e Irrestrita, além de ter atuado nas Comunidades Eclesiais de Base, na Pastoral da Juventude Operária.

A vida inteira de Paulo foi dedicada a luta pela igualdade e justiça social. Em respeito e reconhecimento de sua história, a Câmara da cidade e a Prefeitura emitiram nota de pesar lamentando a morte de Giannini, que você pode conferir abaixo.

O velório será às 20h desta quarta-feira, dia 21, na Câmara Municipal de Embu das Artes, e o enterro no Cemitério dos Jesuítas a partir de 11h de amanhã, quinta-feira, dia 22.

Nota da Câmara

Nota da Prefeitura 

A Prefeitura de Embu das Artes lamenta o falecimento na tarde de hoje, 21/11, de Paulo Giannini, que foi secretário da municipalidade por 16 anos em gestões passadas.

Ele faleceu aos 64 anos em decorrência de infecção generalizada que o acometeu após a cirurgia para retirada um tumor na cabeça.

Paulo morreu no Hospital Pirajussara, onde estava internado há 15 dias. Ele deixa esposa, duas filhas, um filho e um neto.

Giannini era um dos mais influentes personagens da política embuense, sendo um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores na cidade.

 

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.