Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Moradora do jardim Record que estava desaparecida morreu atropelada na Régis, corpo estava no IML de Taboão

Por Sandra Pereira | 3/11/2018

vanusa

Arquivo pessoalVanusa tinha 42 anos, ela deixa um casal de filhos. Morreu atropelada por caminhão na Régis Bittencourt

A moradora do jardim Record, Vanusa Maria da Silva, de 42 naos, que estava desaparecida há dois dias, foi encontrada morta. O corpo dela estava no IML de Taboão. As informações iniciais indicam que Vanusa foi atropelada na Régis Bittencourt no dia 31 por um caminhão com placa de Santa Catarina. Ela estaria sem documentos, o que dificultou sua identificação.

Vanusa deixa dois filhos um jovem de 21 anos e uma menina de 14 anos. Os familiares e amigos estão consternados com a tragédia.

Após a reportagem do Jornal na Net publicar matéria pedindo ajuda para localizar Vanusa Maria da Silva, uma leitora do site informou ter visto o corpo de uma mulher ser retirado sem vida das margens da Régis Bittencurt. A informação repassada por ela foi confirmada e o corpo de Vanusa foi encontrado no IML.

Uma utra moradora de Taboão da Serra, da região do Pirajuçara, também está desaparecida e a família segue angustiada em busca de notícias dela.

A família de Vanusa Maria está cuidando dos detalhes para o velório e o sepultamento. O corpo será velado no cemitério da Saudade.

O condutor do caminhão informou no Boletim de Ocorência lavrado na Delegacia Central de Taboão que a vítima foi atropelada. De acordo com ele, que Vanusa teria tentado atravessar o muro de concreto que corta a Régis Bittencourt.

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.