Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Meio Ambiente

Despejo de entulho continua na região

Por | 29/12/2010

entulho

Karen SantiagoRuas e calçadas estão repletas de entulho; moradores clamam por soluções

Apesar de ser crime contra o meio ambiente o descarte indevido de entulho continua acontecendo nas cidades de Itapecerica, Taboão e Embu das Artes. Nas calçadas, em terrenos baldios e até no meio da rua é possível notar a ação dos criminosos que em plena luz do dia, aproveitam os feriados e dias calmos para praticar o crime, sem ao menos se intimidar com vizinhos ou com a chegada repentina da Polícia.

O crime pode ser coibido por ações especificas das Policias Ambientais dos Municípios. Em Itapecerica, por exemplo, a GCM de Itapecerica combateu 22 vezes o crime ambiental de janeiro a novembro. “A GCM de Itapecerica não mede esforços para combater o despejo de entulho na cidade. Devido às limitações, como poucas viaturas e homens que muitas vezes estão empenhados em uma ocorrência e não podem se deslocar ao local dos fatos, não conseguimos atender a todos naquele momento. Mas estamos empenhados em acabar com o crime”, afirmou Fábio Pinto, Subcomandante da GCM.

Moradores insatisfeitos com o mau cheiro, ratos e baratas, denunciam o crime cometido e clamam por soluções urgentes, porque após o descarte os lugares ficam intransitáveis e muitos tem medo de passar pelo local. De acordo com denúncias encaminhadas ao Jornal na Net caminhões de fora depositam os restos de material de construção, móveis entre outros objetos, muitas vezes em lugares afastados e durante a madrugada.

“No último domingo, jogaram um caminhão lotado de sardinhas, o céu ficou preto, lotado de urubus. Neste dia eles vieram de manhã, despejaram e foram embora como se nada tivesse acontecido. Já pretendo mudar desta casa, me sinto tão mal com essa situação. Infelizmente os Guardas não conseguiram pegar os criminosos”, contou uma moradora que não quis se identificar por medo de represálias.

Denúncias ao Jornal na Net indicam que possíveis caminhões da prefeitura de Itapecerica também praticam o delito e afirmam que são fortes e que não adianta os moradores denunciarem. “Já presenciei diversos despejos e posso afirmar que são caminhões e funcionários da prefeitura. Após o despejo, retro escavadeiras encostam o entulho em muretas ou empurram para trás e depois de alguns dias, eles (criminosos) jogam novamente”, denunciou a moradora.

O despejo de entulho é constantemente discutido nas Câmaras Municipais de Itapecerica e Taboão da Serra. Para José Maria, a fiscalização juntamente com a GCM precisam trabalhar para acabar com o despejo de entulho”, frisou.

Já em Taboão, o vereador Olívio Nóbrega afirmou na última sessão do ano, dia 28, que há necessidade da criação de uma Secretaria do Meio Ambiente na cidade. Para o presidente Elói, essa criação é muito importante.

Para denunciar o despejo irregular de entulho no seu bairro acione a Guarda Civil Municipal (GCM) nos telefones: 0800 150 364 ou 153, não é preciso se identificar.

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.