Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Qualidade no ensino de Taboão sobe e atinge 6.8 pontos no IDEB 2017

Por Outro autor | 4/09/2018

educacaosobe

EMEF Dalva Barbosa Lima Janson foi um dos destaques do IDEB Ricardo Vaz

Estudar em uma escola gratuita e com educação de excelência cujo nível de qualidade não para de crescer já é realidade para os 31 mil alunos da Rede Municipal de Ensino de Taboão da Serra. A comprovação de que a prefeitura oferece um dos melhores ensinos da região saiu nesta segunda-feira, 3 de setembro.

Segundo o Ministério da Educação, Taboão da Serra obteve 6.8 pontos no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB 2017, ultrapassando assim tanto a meta projetada para este ano, que era 6.0 pontos, quando a projeção esperada para 2021, que era de 6.5 pontos. Com a nota, mais uma vez, Taboão da Serra ficou à frente de Barueri (6.5 pontos), Itapecerica da Serra (6.3 pontos), Embu das Artes (6.2 pontos) e até mesmo São Paulo (6.0 pontos).  A nota nacional foi de 5.8 pontos e a do estado de São Paulo foi de 6.5 pontos.

O secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Prof. João Medeiros justificou a nota obtida no índice destacando os investimentos feitos pela prefeitura. “Há seis anos estamos investindo pesado na educação das nossas crianças. Contratamos mais professores, implantamos em nossas escolas diversos projetos e ações, como o Matematicando, o Mind Lab (Mente Inovadora), a Khan Academy, além da distribuição dos kits Jovens Leitores. Todas estas ações contribuíram para um aprendizado eficaz que elevou a qualidade no ensino. Esta nota é a certeza que continuamos no caminho certo”, afirmou o secretário de Educação, Prof. João Medeiros. 

Já o prefeito Fernando Fernandes destacou o compromisso da prefeitura com a educação e elogiou alunos e servidores. “Uma cidade sem educação é uma cidade sem futuro. Quando fui eleito assumi o compromisso de garantir uma educação de qualidade para os nossos alunos e o resultado do IDEB 2017 comprova o nosso empenho. Os meus parabéns a todos alunos, professores e profissionais que fazem a educação municipal de Taboão da Serra uma das melhores da região”, finalizou.

Destaques

De acordo com a o IDEB 2017, as melhores escolas publicas de Taboão da Serra são, em primeiro lugar, a EMEFEM Rui Barbosa (7.6 pontos) e em segundo a EMEF Prof. Oscar Ramos Arantes (7.5 pontos). Já o terceiro lugar ficou com as EMEFs Dalva Barbosa Lima Janson, Dr. Anísio Dias dos Reis, Cecília Meireles e Profª. Maria Alice Borges Ghion, todas com 7.3 pontos cada.

O grande destaque é a EMEF Dalva Barbosa Lima Janson. A escola do Jardim Salete que atende 840 alunos cresceu 1.1 pontos em comparação ao IDEB 2015, cuja nota foi 6.2 pontos, o que representa um salto de 18%. Na escola os alunos utilizam a plataforma digital Khan Academy, que oferece vídeos e desafios matemáticos on-line, e o programa Mind Lab (Mente Inovadora), que utiliza jogos de tabuleiro para o auxílio da tomada de decisões.

A diretora Priscilla Jensen Doimo atribui o expressivo crescimento da escola no índice ao comprometimento e ao trabalho sistematizado que buscou atingir as habilidades necessárias para o desenvolvimento de cada aluno. “A gestão escolar, juntamente com a equipe docente, mapeava e replanejava semanalmente as dificuldades de cada turma. Em conjunto, elaborávamos sequências didáticas para sanar as dificuldades. Conforme iam sendo aprendidas, conseguíamos fazer com que o aluno enxergasse o quanto ele é capaz, potencializando o seu rendimento”, explica a diretora EMEF Dalva Barbosa Lima Janson.

Com relação ao resultado de IDEB 2017, ela afirma que a equipe escolar ficou surpresa com o resultado. “Sabíamos que a escola teria um bom desempenho, mas ficamos surpresos com o tamanho do resultado. Hoje entendemos que não tinha como dar errado, afinal, o trabalho foi feito com comprometimento e dedicação, acreditando no potencial de cada um.”, comemora a diretora Priscilla Doimo.

IDEB

O IDEB faz parte do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), que estabelece metas para elevar a qualidade de ensino das escolas brasileiras. A nota é calculada com base no desempenho dos alunos na Prova Brasil, no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e na taxa de aprovação e evasão escolar. Quanto maior a nota dos alunos no teste, quanto menos desistências e repetências a escola registrar e melhor será a classificação da escola no índice.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.