Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Funcionários denunciam sujeira, ratos e pombos no CDD do Ricoy em Taboão, empresa nega e diz que fotos são antigas

Por Sandra Pereira | 2/09/2018

ricoy

Fotos funcionários do Ricoy - arte Jornal na NetFuncionários reclamam de sujeira, pombos e descaso da empresa com alimentos a serem vendidos

Funcionários do Centro de Distribuição de Alimentos do supermercado Ricoy, localizado na avenida Laurita Ortega Mari, ao lado da Cinpal, em Taboão da Serra, enviaram fotos e vídeos ao Jornal na Net denunciando a sujeira, e a existência de ratos e pombos em contato com os pacotes de produtos que posteriormente serão colocados à venda. Os representantes do mercado do Ricoy alegam que as fotos são antigas e justifica que recentemente demitiu funcionários que causavam “arruaças”, por esse motivo pode ter gerado descontentamento motivando a denúncia.

De acordo com os funcionários, as mesas do refeitório estão sem condições de uso. O piso tem várias partes quebradas que acumulam água. Eles relatam que os pombos circulam normalmente dentro do local e espalham suas fezes nas embalagens dos produtos. Numa das fotos é possível constatar manchas de sangue numa embalagem fechada de arroz.

"Aqui é uma nojeira total. É rato andando por cima das coisas, merda de gato, pombo morto, sangue de pombo e gato andando pra todo lado. É um absurdo geral e depois tudo vai ser vendido nos mercados da rede", contou indignado um homem que pediu para não ser identificado.

Em um dos vídeos aparecem vários pombos beliscando um pacote de arroz para se alimentar.

A reportagem do Jornal na Net enviou todo o material recebido para a Vigilância Sanitária de Taboão. O órgão afirma que realiza vistorias períodicas nos estabelecimentos e durante a mais recente os problemas citados na reportagem não ocorriam.


O outro lado


O gerente de Marketing do Ricoy, Alex Garcia de Paula, alega que as fotos são antigas e justifica que recentemente demitiu funcionários que causavam “arruaças”, por esse motivo pode ter gerado descontentamento motivando a denúncia.

"O relatório fotográfico e fatos narrados causam profunda surpresa e já demandou imediata averiguação no local, visto que temos controle de pragas com empresa prestadora que está ativa no local”, afirmou em nota enviada ao Jornal na Net por email o gerente de Marketing do Ricoy, Alex Garcia de Paula.

Segundo ele, empresa se compromete a apurar os fatos, pois não se trata de uma prática da companhia que preza pela qualidade e higiene de seus produtos, bem como pela saúde dos consumidores.

“O nosso CD hoje emprega 500 colaboradores, e recentemente houve várias dispensas por justa causa de funcionários que causavam arruaças, desordem entre outros motivos”, concluiu.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.