Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Márcio França visita Taboão e promete usar recrutas para combater violência, se for eleito

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 21/08/2018

gastro900

Gabriela Pereira O programa consiste em convocar jovens dispensados pelo exército para que eles possam atuar como “guardas” nas ruas

O governador de São Paulo e candidato à reeleição Márcio França (PSB) esteve em Taboão da Serra, nesta terça-feira, dia 21, e disse que se for eleito pretende implementar um programa de alistamento civil para combater o aumento da criminalidade, um dos principais problemas enfrentados pelo município. A declaração foi dada durante uma visita de campanha eleitoral ao restaurante Bom Prato, instalado no mesmo prédio do Poupatempo, no Pirajuçara.

O governador atual e candidato a reeleição esteve no Bom Prato e chegou a servir dois moradores que foram almoçar no local. Em seguida ele fez corpo a corpo com a população e falou das principais propostas que pretende trazer para a região, ele foi acompanhado por várias lideranças e candidatos.

A nova proposta consiste, segundo o governador, em recrutar jovens de 18 anos dispensados pelo exército para atuar junto ao poder público como uma espécie de guarda nas ruas. “Eles trabalharão 4 horas conosco, em convênio com as prefeituras, e andarão pelas ruas uniformizados”, explica.

Com essa nova ação, Márcio França diz que dará à população “uma sensação boa [em relação à segurança]”, ao mesmo tempo que criará oportunidade aos jovens das periferias.

“Todo o esforço que nós estamos fazendo é para prender as pessoas, mas não tem lógica você atingir os efeitos e não atingir a causa. A causa é a falta de oportunidades das pessoas carentes, que não têm chances. E essa chance se modifica totalmente com uma bolsa, com um curso técnico”, completa o governador.

Hoje, em Taboão, os índices criminais vêm aumentando cada vez mais. No primeiro semestre de 2018, em comparação com igual período do ano anterior, por exemplo, o homicídio cresceu cerca de 22% e o estupro, 47%. Já roubo em geral subiu para 17%, enquanto o roubo e o furto de veículo aumentaram 3% e 9% respectivamente. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-SP).

Outro ponto questionado foi em relação à mobilidade urbana e a promessa sobre a vinda do metrô para a cidade.

O governador disse que tanto Taboão, quanto outras cidades da Grande São Paulo devem receber, sim, investimentos no entanto, devido à capacidade econômica do Estado, não é possível construir transporte sob trilhos em todas as cidades, por isso, “é preciso priorizar ou então criar outras formas de arrecadar receitas.”

Durante sua breve estádia ao município, o candidato a reeleição cumprimentou alguns moradores que estavam no local e ainda visitou a cozinha do restaurante popular para conhecer a forma como os alimentos eram preparados e a forma de distribuição à população.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.