Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Mulher suspeita de praticar golpe do ‘boa noite cinderela’ que resultou na morte de gerente de banco é presa em Itapecerica

Por Luciana Santos | 13/07/2018

vanuzia

Reprodução/TvRecord Para a polícia Vanuzia é a responsável por dopar e matar o gerente de banco.

Vanuzia Alves Santos, foi presa na última quarta-feira 11, suspeita de matar um gerente de banco após aplicar o golpe do ‘boa noite cinderela” no mês passado na capital paulista. Segundo a polícia ela faz parte de uma quadrilha especialista nesse tipo de golpe.

O gerente de banco Edivaldo Melania de 45 anos comemorava a vitória do Brasil no dia 27 pela Copa do Mundo da Rússia, num bar no centro da capital paulista. Câmeras de segurança flagraram o momento em que a vítima sai acompanhada por Vanuzia e outra mulher que agia junto com ela.

De acordo com a polícia três pessoas teriam participado do crime, que consiste em dopar a vítima e em seguida roubar todos os seus pertences.

Edivaldo foi encontrado caído em rua próximo ao estabelecimento sem nenhum documento e com sinais de violência.  Ele foi socorrido pela SAMU, mas não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito.

A polícia chegou até a criminosa após familiares rastrearem os cartões de crédito da vítima que estavam sendo usados. Familiares informaram à polícia que e chegou até Vanuzia.

Imagens de segurança de uma loja na M'Boi Mirim, mostram o momento exato em que Vanuzia efetuava compras usando o cartão de crédito da vítima.

Vanuzia foi detida e acusada de latrocínio (roubo seguido de morte). A polícia segue investigando o caso e procura por uma mulher e um homem que participaram do crime. Ela já tinha duas passagens pela polícia pelo mesmo crime.

Para a polícia Vanuzia é a responsável por dopar e matar o gerente de banco.

 

.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.