Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Maternidade de Embu das Artes tem índice de parto normal acima da média brasileira

Por Assessoria de Imprensa Prefeitura de Embu das Artes | 15/06/2018

maternidade

Prefeitura de Embu das Artes

Por Daniela Kartin

A Maternidade Municipal Alice Campos Mendes Machado vem se tornando referência em parto normal, com taxa de 70%. O índice geral da cidade (partos realizados na maternidade e na rede particular) é de 60%. Taxas superiores à média brasileira (44%) e ao Estado de São Paulo (40%). Os dados do primeiro quadrimestre deste ano apontam ainda que os partos normais aumentaram 49% e as cesárias 19% em relação ao mesmo período do ano passado.

O resultado se deve a um atendimento humanizado, que vem sendo priorizado pelo governo Ney Santos, e aos profissionais de saúde que incentivam o parto natural, desde que não haja prejuízo à saúde da mãe e do bebê. Os Protocolos Assistenciais e os Grupos de Gestantes realizados em todas as unidades básicas de saúde também contribuem para que a cidade mantenha um alto índice de parto normal.

Mais dados do primeiro quadrimestre

O trabalho sério da Secretaria de Saúde colaborou com a redução de 28% da mortalidade infantil, a queda no registro de casos de violência doméstica, sexual e outras violências (70%) e a diminuição dos casos de tuberculose (23%). Aumentaram as consultas médicas de saúde da família (46%), consultas básicas (6%), visitas domiciliares por agente comunitário de saúde (46%), consultas odontológicas (7%), eletrocardiograma (8%), teste rápido de gravidez (11%), teste rápido de HIV (49%) e teste rápido de sífilis (52%), além do aumento na participação em grupos de hipertensos, diabéticos, puericultura, binômio mãe bebê, grupos terapêuticos, em 31%.

Prêmio David Capistrano

Ainda no primeiro quadrimestre, o destaque foi para o Premio David Capistrano. Profissionais da Secretaria de Saúde participaram do 32º Congresso do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (COSEMS/SP), em Rio Claro/SP. Na ocasião, foram apresentados três trabalhos: A experiência exitosa de Embu das Artes com as Redinhas, Desafios e-SUS. Prontuário Eletrônico do Cidadão – PEC na Atenção Básica e A experiência da Câmara Técnica e do Núcleo de Educação Permanente e Humanização (NEPHS) da Região dos Mananciais no processo de reorganização dos grupos técnicos e condutores.

Nesse mesmo congresso, foi premiado um trabalho apresentado no ano anterior, com o tema: Compartilhando informações como instrumento de gestão. O mesmo foi escolhido para o Boletim do Instituto de Saúde (BIS).

19/09/2018

Segundo IBGE, ¼ dos municípios brasileiros não tem política de gestão saneamento

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e...

14/09/2018

Agosto Dourado foi marcado por ações de orientações sobre amamentação

O Agosto Dourado foi fundado em 1991 pela Aliança Mundial de Ação pró-amamentação. Desde então o...

10/09/2018

Osasco e região promove a II Jornada Ostomia dia 22 de setembro

A cidade de Osasco e região realizará, no dia 22 de setembro, das 09h às 13h, a II Jornada Sobre...

10/09/2018

Começa a valer suspensão da venda de 26 planos de saúde

ingle

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.