Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Polícia prende acusado de matar empresário de Taboão em padaria do Morumbi

Por Da Redação do Jornal na Net | 13/06/2018

xandao

Reprodução / TV GloboAlexandre foi morto durante assalto a padaria no Morumbi, em maio deste ano

Um dos suspeitos da morte do empresário taboanense Alexandre Muller, que foi morto durante assalto em uma padaria no Morumbi, foi preso na manhã da última segunda-feira (11) em Taboão da Serra. Segundo o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), outros dois assaltantes já foram identificados e são procurados.

Ainda de acordo com o Deic, no local em que o suspeito foi encontrado, havia uma camisa social igual à usada pelo acusado no dia do assalto a padaria. Segundo informações, o homem admitiu participação no crime.

O acusado apresentava passagens anteriores por roubos e saiu da cadeia após conseguir liberdade condicional. O bandido também está sendo investigado por suspeita de participação em arrastões por São Paulo.

O caso

O empresário Alexandre Muller, mais conhecido com Xandão, foi morto em um tiroteio durante assalto a uma padaria na região do Morumbi, Zona Sul de São Paulo, no dia 16 de maio deste ano. Alexandre, que tinha 49 anos, era dono de uma empresa de segurança e levou um tiro a queima roupa.

Alexandre era casado e pai de três filhos. Ele era muito querido na região de Taboão da Serra e já foi proprietário de negócios na cidade, dentre eles um lava-rápido na avenida Dr. José Maciel, no Jardim Maria Rosa.

No dia do crime, o empresário estava na padaria, localizada na Avenida Doutor Luiz Migliano, quando três bandidos chegaram ao local e anunciaram o assalto. Os ladrões começaram a recolher objetos dos clientes quando um policial civil, amigo de Alexadre, reagiu, dando início à troca de tiros.

Através das imagens do circuito interno da padaria foi possível ver os criminosos se aproximando da mesa onde estava o policial e pegando o relógio de um cliente. Alexandre correu em direção à porta, mas foi baleado no tórax por um dos criminosos.

As vítimas foram levadas ao Hospital Israelita Albert Einstein. Alexandre não resistiu aos ferimentos e morreu.
Na época, após a fuga dos bandidos, a Polícia coletou digital na padaria e em um carro encontrado em uma comunidade próxima ao local, para tentar identificar os criminosos.

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.