Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Meio Ambiente

Itapecerica aprova contrato com a Sabesp

Por Outro autor | 15/12/2010

camara 1_2

Sandra PereiraContrato entre Prefeitura e Sabesp é aprovado pelos vereadores

A Câmara de Itapecerica da Serra aprovou o contrato celebrado entre a prefeitura e a Sabesp para a continuidade do serviço da empresa na cidade. Com discursos firmes os vereadores deixaram claro que pretendem fiscalizar o cumprimento na íntegra do contrato entre a empresa e a prefeitura de Itapecerica, especialmente no que se refere às obrigações contratuais da empresa.

O vereador José Maria lembrou que a empresa tem o prazo de 24 horas para tapar os buracos feitos no asfalto durante os serviços de ligação de água. José Martins criticou a atuação da empresa na cidade e alegou que seria preciso debater mais o contrato. “Meu voto vai impregnado de ceticismo. Em respeito aos vereadores dessa casa”, disse.

Já o vereador Clóvis Pinto mandou um recado claro à empresa. “O que aqui se aprova, se revoga, se renova, se altera. A Sabesp tem que ter isso claro para nos atender devidamente”, afirmou Clóvis Pinto.

João Miranda votou a favor e declarou que o fez em função dos compromissos assumidos no contrato entre a Sabesp e a prefeitura da cidade. “Voto a favor confiando que será feita a obra do Jacira e do Embu-Guaçu”, afirmou.

Os demais vereadores seguiram o tom da fala dos pares. “Voto confiante de que a Sabesp vai cumprir as regras contratuais”, declarou Regina Corsini.

Os vereadores aprovaram por unanimidade de votos os Projetos de Lei no 1.444/10 e 1.439/10 que autoriza o Poder Executivo a celebrar convênio com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e com a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do estado de São Paulo (ARSESP). 

O convênio com a Sabesp tem por objetivo o repasse de recursos para fins de urbanização integrada, e remanejamento de moradias e regularização em Áreas de Proteção Ambiental do Parque Horizonte Azul I e II e do Jardim do Carmo III e implantação do Conjunto Habitacional M’Boi Mirim.

De acordo com o projeto de lei a regularização urbanística depende da implantação de sistemas de abastecimento de água e energia, sistema de saúde e coleta de esgotos em condições dignas de moradia, além de obras de contenção, sistema viário principal, vielas, escadarias, drenagem, readequação de edificações, paisagismo e áreas de lazer.

O Projeto de Lei no 1.439/2010 garante por meio das clausuras I e II que a Sabesp é a responsável por refazer o calçamento das vias e passeios públicos após as obras no prazo máximo de 24 horas após o término dos serviços, além disso, a empresa custeará o prolongamento das redes de água e esgoto do município.

A lei também propõe que a Sabesp disponibilize um desconto de até 60% para os órgãos públicos, diferente do valor cobrado para os moradores da cidade. O contrato passou de 30 para 4 anos, e se os vereadores e a prefeitura não estiverem satisfeitos com o trabalho prestado podem cancelar o contrato antes do prazo estipulado.

Texto: Karen Santiago e Sandra Pereira

ADRIANO

Só se esqueceram de um detalhe:mandar água pros moradores. Na rua onde moro falta água todos os dias,sei disso por que tenho uma torneira ligada direto da rua,mas não é gato rsrssr.. é comum todos os dias usa-la,e quase sempre não tem. vou monitorar os dias certos,fazer anotações e mandar ver aqui... Adoro comentar em matérias antigas,que invariavelmente são fatos atuais nessa região.. Mas se trocar a SABESP,qual empresa ocuparia o lugar?? Eita monopólio malditooooooooooooooooo

12/05/2017

Prefeitura de Itapecerica realiza limpeza no Jardim das Oliveiras

A Secretaria Municipal de Obras e Serviços, por meio da Regional do Jardim Jacira, finalizou a...

09/05/2017

Morador do centro de Embu cobra poda de árvore há 5 anos

Há cinco anos, Luiz Carlos Lombardo solicita a poda ou remoção de árvores na Rua Belo Horizonte,...

04/05/2017

Empresa é acusada de descartar lixo hospitalar em afluente do rio Embu-Mirim

Uma empresa que segundo as informações iniciais faz a coleta de lixo hospitalar nas cidades de...

27/04/2017

Alckmin quer garantir preservação em área que abastece Embu e Itapecerica

O governador Geraldo Alckmin encaminhou à Assembleia Legislativa o Projeto de Lei 199/2017, que...

25/04/2017

Embu das Artes terá palestra gratuita sobre conservação de animais silvestres

No próximo dia 29 de abril, o município Embu das Artes, na Região Metropolitana de São Paulo,...

05/04/2017

Tratamento de esgoto com plantas é alternativa para evitar poluição dos rios

As informações são da palestra “Introdução ao Saneamento Ecológico”, ministrada por Rodolfo...

05/04/2017

Carreta da Sabesp proporciona conhecimento, conscientização e diversão á Itapece

Uma parceria da Prefeitura de Itapecerica da Serra com a Sabesp trouxe para a cidade a Exposição...

30/03/2017

Cooperzagati recebe antigas TVs de tubo até 5 de abril em Taboão

O desligamento do sinal analógico de televisão em São Paulo nesta quarta-feira, 29 de março, fez...

29/03/2017

Administração Jorge Costa reforça Coleta Seletiva em Itapecerica

Dar uma destinação ao lixo produzido no diaadia é um dos grandes desafios dos municípios na...

28/03/2017

Carreta Somos Água estará aberta à visitação gratuita em Embu-Guaçu

Nesta terça e quarta-feira (28 e 29) em Embu-Guaçu. Já nos dias 30 e 31, a carreta estará em...

28/05/2017

Taboão Plaza Outlet recebe neste domingo evento de noivos

No próximo domingo (28 de maio) acontece em Taboão da Serra, o “Outlet de Noivas”, evento com...

27/05/2017

Prefeito Fernando Fernandes e deputada Analice inauguram abrigo municipal

O prefeito Fernando Fernandes e deputada estadual Analice Fernandes inauguraram na quinta-feira,...

27/05/2017

Atividades marcaram o Dia da Luta Antimanicomial em Taboão da Serra

Durante todo o mês de maio uma equipe de saúde mental da Secretaria de Saúde de Taboão da Serra...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.