Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Dr. André Egydio cria Junho Vermelho em Taboão para estimular doações de sangue

Por Sandra Pereira | 16/05/2018

dr.andre900

Leandro Barreira - Assessoria de Imprensa da Câmara de TaboãJunho Vermelho vem para estimular a doação de sangue 

O vereador Dr. André Egydio apresentou projeto de lei criando o Junho Vermelho, dedicado a realização de campanhas de incentivo a doação de sangue em Taboão da Serra para estimular a realização de campanhas e incentivo a doação de sangue na cidade. A escolha do mês não foi por acaso, já que em 14 de junho celebra-se o Dia Mundial do Doador de Sangue, estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2004. O vereador lembrou que doar sangue ajuda a salvar vidas. Disse que a finalidade da lei é reforçar e incentivar as doações de sangue.

“Temos o núcleo de doação de sangue no HGP e queremos garantir novos postos de coleta de doação. Para isso vamos realizar campanhas de incentivo a doação de sangue com ações de caráter motivador e educacional. Vamos motivar as famílias, escolas e comunidade em geral, durante o Junho Vermelho, mês símbolo da doação de sangue”, afirmou Dr. André Egydio.

Ele disse que o objetivo é reunir as secretarias de Saúde e Educação em ações durante todo o ano para promover as doações de sangue.

Historicamente, de acordo com dados dos bancos de sangue em junho o país experimenta a queda das temperaturas e, em seguida, as férias, que provocam uma baixa de comparecimento de doadores: os estoques de sangue caem, em média, 30%. É para suprir a necessidade desse período de baixa demanda de doadores que nasceu o Junho Vermelho.

Consequência

Qualquer queda em um banco de sangue pode provocar um desequilíbrio no fluxo de funcionamento dos hospitais, por exemplo, quando um paciente dá entrada em um hospital, sendo para uma cirurgia eletiva ou para um procedimento de urgência, não se sabe se ele precisará de sangue e de quanto vai precisar. O banco de sangue deve sempre estar abastecido para servir à emergência.

Condições

- Para doar sangue, o candidato deverá estar alimentado. Se for doar pela manhã, uma refeição sem gorduras. Após almoço ou jantar, deve-se aguardar três horas;

- O candidato à doação deve comparecer em condições plenas de saúde. Se estiver apresentando qualquer sintoma, mesmo que leve, deverá aguardar a melhora;

- Frequência cardíaca e pulso devem estar regulares e serem analisados pelo médico. A pressão arterial é aferida no momento da doação, assim como a temperatura, que não poderá exceder 37°C;

- Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e com mais de 50 quilos. Idosos somente poderão doar caso já tenham realizado uma doação antes dos 60 anos e devem respeitar o intervalo de seis meses entre elas;

- O candidato deve ter dormido, pelo menos, quatro horas, sentindo-se descansado no momento da doação;

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.