Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cultura

Itapecerica da Serra recebe Título de Cidade Benemérita da Cultura Tradicional Bantu no Brasil

Por Assessoria de Imprensa da prefeitura de Itapecerica da Serra | 10/05/2018

bantu

Divulgação

A cidade de Itapecerica da Serra foi homenageada no último dia 4 de maio durante o Encontro Internacional das Tradições Bantu – IV ECOBANTU. O município recebeu o Título Benemérito da Cultura Tradicional Bantu no Brasil; a honraria foi recebida pelo secretário de Governo, Ciência e Tecnologia, Dr. Claúdio Silvestre Júnior, representando o prefeito Jorge Costa.

“Nossa cidade e esta Administração têm apoiado e estreitado laços com todas as representatividades que defendem a igualdade e o desenvolvimento da sociedade. Para nós cada cidadão é importante. É um prazer receber esse título, em nome do prefeito Jorge Costa eu agradeço ao Povo Bantu pela honraria”, disse Dr. Claúdio Silvestre Júnior.

O IV ECOBANTU reuniu entre os dias 4 e 6 de maio mais de 1600 pessoas no Memorial da América Latina, em São Paulo, e abordou o tema: “A Tradição Bantu no Brasil e África: Gabão, Angola, Kongo, Moçambique e Camarões”. O intuito da ação foi celebrar as raízes do Povo Bantu na America Latina junto ao continente africano; além de sensibilizar o mundo no âmbito da luta contra os preconceitos, a intolerância, a xenofobia e o racismo.

O coordenador geral do Instituto Latino Americano das Tradições Bantu (sediado em Itapecerica da Serra) e representante para a América Latina do Centro Internacional das Civilizações Bantu (CICIBA), Walmir Damasceno dos Santos, foi o organizador do evento.

“Em consonância aos objetivos da Década Internacional de Afrodescentes proclamada pela Assembléia Geral das Nações Unidas (ONU) organizamos esta quarta edição com a plataforma fraternal bantu das Américas, nascida do espírito de luta e reafirmação da dignidade bantu. Sem esquecer os nossos ‘antepassados vivos’ vindos da nossa terra de origem, a África, que preferimos dizer a África Bantu”, explicou Damasceno.

Durante a ação, Walmir Damasceno dos Santos, ainda recebeu o Título de Cidadão Paulistano outorgado pela Câmara Municipal de São Paulo pelo seu importante legado, de mais de 30 anos, como árduo defensor e impulsionador na revalorização dos aportes culturais dos africanos e seus descendentes na diáspora, lutando pela visibilidade cultural e identitárias desses povos.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.