Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão na casa do prefeito Ney Santos

Por Sandra Pereira | 9/05/2018

ney

Divulgação - Rede GloboOperação aconteceu no começo do dia desta quarta-feira, ainda não há informações mais detalhadas das investigações

A Polícia Federal realizou uma megaoperação na manhã desta quarta-feira, 9, contra fraude em licitações de várias prefeituras do Estado. Um dos locais alvos da operação foi a casa do prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB). As informações iniciais apontam que 600 agentes cumpriram 120 mandados de busca e apreensão em várias cidades. A Globo registrou policiais do Grupo de Pronta Intervenção, grupo tático da PF, na casa do prefeito de Ney Santos. A operação foi chamada de Prato Feito, por ter relação com a merenda escolar.

Por telefone, a defesa do prefeito Ney Santos disse a reportagem do Jornal na Net que ainda não tem maiores informações sobre o fato e confirmou que a operação da Polícia Federal aconteceu em várias cidades paulistas.

De acordo com informações publicadas na grande imprensa, a operação tem como objetivo combater fraudes em licitações para a compra de merenda escolar e tem como origem análises feita pelo Tribunal de Contas da União, que identificou desvios da chamada “máfia da merenda”.

A Polícia Federal chegou a pedir a prisão de 62 pessoas ligadas ao esquema, mas a Justiça negou e autorizou apenas os mandados de busca e apreensão.

Entre as cidades que estariam sendo investigadas pela suposta prática irregular estão Águas de Lindóia, Araçatuba, Araras, Cubatão, Itaquaquecetuba, Jaguariúna, Leme, Mairinque, Mauá, Monte Mor, Peruíbe, Pirassununga, São Bernardo do Campo, São Paulo, São Sebastião, Sorocaba, Tietê, Várzea Paulista e Votorantim.

Ainda não há informações precisas sobre a investigação em Embu das Artes e nem quais acusações recaem sobre o prefeito Ney Santos. O prefeito já foi acusado ligação com o crime e responde a processo por abuso de poder econômico na eleição de 2016. Ele obteve habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal pelos ministros Marco Aurélio Mello e Alexandre de Moraes. Dois ministros votaram contra, em caso de empate, a decisão é favorável ao réu.

O prefeito Ney Santos afirma frequentemente que as acusações contra ele são ataques de adversários inconformados com a derrota na eleição e da imprensa.

A Prefeitura de Embu divulgou nota sobre o assunto, leia abaixo:

Nota à imprensa

A Prefeitura de Embu das Artes esclarece que as investigações da Polícia Federal que estão ocorrendo se referem à operação em curso em São Paulo, no Paraná e no Distrito Federal, que investiga contratos de licitação para merenda escolar, uniforme, material didático e outros serviços.

No estado de São Paulo estão sendo investigadas outras 21 cidades: Águas de Lindóia, Araçatuba, Araras, Barueri, Cubatão, Itaquaquecetuba, Guarulhos, Jaguariúna, Leme, Mairinque, Mauá, Monte Mor, Peruíbe, Pirassununga, São Bernardo do Campo, São Paulo, São Sebastião, Sorocaba, Tietê, Várzea Paulista e Votorantim.

A Prefeitura de Embu das Artes está colaborando com as investigações.

Att,

Secretaria de Gestão Tecnológica e Comunicação

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.