Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Estudo mostra que música pode potencializar tratamento contra hipertensão

Por Outro autor | 9/04/2018

HIPERT

Divulgação Os pacientes foram estimulados com músicas instrumentais das cantoras pop Adele e Enya

Uma pesquisa desenvolvida na Universidade Estadual Paulista (Unesp) mostra que a música pode intensificar os efeitos de medicamentos contra a hipertensão arterial. O estudo, desenvolvido em parceria com a Faculdade de Juazeiro do Norte, a Faculdade de Medicina do ABC e a Oxford Brookes University (Inglaterra), identificou os benefícios da associação em 37 pacientes.

Os participantes da pesquisa foram avaliados durante dois dias. No primeiro, logo após ingerir a medicação, eles escutaram música durante uma hora. No segundo, os remédios eram administrados, mas eles apenas usavam os fones sem nenhuma melodia. “Nós concluímos que a música intensificou, em curto prazo, os efeitos benéficos do medicamento anti-hipertensivo sobre o coração”, disse o coordenador do estudo, o professor do Departamento de Fonoaudiologia da Unesp Vitor Engrácia Valenti.

Para verificar os efeitos da música, foi usado o método da variabilidade da frequência cardíaca, que tem mais precisão e sensibilidade para avaliar as alterações no coração. Entre os efeitos observados estão a desaceleração dos batimentos e a redução da pressão arterial.

Música pop

Os pacientes foram estimulados com músicas instrumentais das cantoras pop Adele e Enya. “Nós pensamos nessas músicas porque são mais popularmente aceitas”, comentou Valenti sobre a escolha. O grupo tem pesquisado desde 2012 os efeitos da música sobre o coração. Nos experimentos anteriores havia sido usada música erudita.

A partir de estudos feitos em animais, a hipótese dos pesquisadores para os resultados da associação entre o medicamento anti-hipertensão e a música é que a combinação aumenta a absorção dos remédios pelo organismo. “[A música age sobre] um nervo que estimula o sistema gastrointestinal, causa uma vasodilatação, aumenta a absorção do intestino nos animais. Uma hipótese é que a música acelerou a absorção do medicamento pelo intestino”, explicou o coordenador do trabalho.

Além de potencializar o tratamento em pacientes cardíacos ou hipertensos, Valenti acredita que a música pode se tornar um método auxiliar para prevenir o desenvolvimento da doença em pessoas com essa propensão. “A música pode ser associada com o medicamento para melhorar ainda mais a saúde dos pacientes, até preventivamente, quando a pessoa tem risco de desenvolver uma doença cardiorrespiratória”, acrescentou.

15/07/2018

SUS tem quase R$ 2 bilhões a receber das operadoras de planos de saúde

Quase R$ 2 bilhões devidos ao Sistema Único de Saúde (SUS) não foram repassados pelas operadoras...

04/07/2018

Programa de Saúde da Mulher é referência em política pública em Taboão da Serra

Já faz tempo que Taboão da Serra supera as cidades da região no tocante às políticas públicas...

02/07/2018

Ministério da Saúde faz parceria com o CVV e ligações se tornam gratuitas

Buscar ajuda por telefone agora é totalmente gratuito. Graças a uma parceria como Ministério da...

01/07/2018

Banco de Sangue montou posto de coleta na Câmara de Taboão

A Câmara Municipal de Taboão da Serra recebeu quase 200 pessoas interessadas em doar sangue e...

30/06/2018

Brasil está entre os países que menos ingerem cálcio no mundo

O Brasil está entre as populações que menos ingerem cálcio do mundo. Este é o resultado de uma...

19/06/2018

Vacina contra a gripe é prorrogada até o dia 22 em Taboão da Serra

A Prefeitura de Taboão da Serra prorrogou a campanha de vacinação contra a gripe até a próxima...

15/06/2018

Prefeitura de Itapecerica conquista R$ 3,5 milhões de investimentos para a Saúde

A Prefeitura de Itapecerica da Serra conquistou através da Autarquia de Saúde-IS uma série de...

15/06/2018

Maternidade de Embu tem índice de parto normal acima da média brasileira

Por Daniela Kartin

A Maternidade Municipal Alice Campos Mendes Machado vem se tornando...

14/06/2018

Vacinação contra a Febre Amarela é prorrogada até está sexta 15 em Taboão

A campanha de vacinação contra a febre amarela foi prorrogada até está sexta-feira 15 em Taboão...

17/07/2018

Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberão a primeira...

17/07/2018

Em um ano, EMTU cancela três linhas em Embu e Itapecerica da Serra

Entre Janeiro de 2017 e Maio de 2018, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos),...

17/07/2018

Brinquedo de infância levará Itapecerica da Serra ao livro dos Recordes

Para chegar ao GUINNESS WORLD RECORDS um grupo de amigos de Itapecerica da Serra, freqüentadores...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.