Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Ação da Mulher Trabalhista de Taboão realiza roda de conversa

Por Renata Gomes - Assessoria de Imprensa | 6/04/2018

projeto900

Renata Gomes - Assessoria de Imprensa O debate foi sobre “Recorte de Gêneros”

Para discutir os problemas existentes na sociedade em relação aos “recortes de gêneros”, a Ação da Mulher Trabalhista (AMT) do PDT de Taboão da Serra realizou na noite de quarta-feira, 28, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, na Vila Iase, uma roda de conversa acompanhada da apresentação do coral de mulheres Amor & Som.

Conduzindo o encontro, a presidente da AMT Estadual , da AMT e do PDT de Taboão da Serra, Gleides Sodré, falou da necessidade de debater o não a violência contra as mulheres todos os dias e também encaminhou a deliberação da criação de um observatório da Lei Maria da Penha no município e iniciou-se a discussão da criação de um projeto social psicológico de apoio às vítimas de violência com a realização de oficinas e também foi sugerido periodicidade mensal para a roda de conversa para discutir temas de forma suprapartidário.

O evento contou com a presença do vereador Ronaldo Onishi (SD) de Taboão da Serra, que contribuiu com a discussão e também ouviu as queixas sobre a insuficiência de políticas públicas efetivas na cidade.

A Dra. Maria Amélia Alencar, ícone regional de luta contra a violência doméstica, presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB de Taboão da Serra, apontou que não tem como uma mesma pessoa cuidar da vítima e do agressor, pois hoje, a dupla função é exercida pela mesma pessoa da Coordenadoria da Mulher. Outra crítica foi o projeto “Tempo de Despertar” que é uma referência nacional tendo se tornado modelo para outras cidades não ter sido realizado em 2017 por falta de verbas.

Psicólogas, advogadas, conselheira tutelar, jornalista, mães, filhas e avós também colocaram em debate outros tipos de agressões como filhos agressores e o sofrimento de vítimas de agressão que não encontram o apoio no poder público para se reestabelecer socialmente. Outro tema importante discutido pelo grupo foi em relação aos Direitos Humanos e o caso da morte brutal da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco.

 

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.