Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Embu das Artes lidera ranking de estupros e Taboão sai na frente nos casos de roubo

Por Juliana Ribeiro | 31/03/2018

estupro900

Divulgação

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) mostram que a cidade de Embu das Artes registrou o maior índice de criminalidade nos primeiros meses deste ano no comparativo com outras cidades da região. A cidade saiu na frente nos casos de latrocínios, estupros e homicídios, quando comparados ao ano de 2017. Taboão sai na frente nos casos de roubo.

Um fator preocupante, principalmente para as mulheres, foi o crescimento dos casos de estupros na cidade. Nos meses de Janeiro e fevereiro deste ano, foram 21 ocorrências. Já no ano de 2017, neste mesmo período, foram registrados nove casos. Além destes, o aumento no número de estupros de vulneráveis também impressiona: 18 no primeiro bimestre deste ano, enquanto no ano anterior, foram registrados sete casos.

Embu fica a frente de cidades da região, como Taboão da Serra e Itapecerica da Serra, quando o assunto é violência. Em 2017 foram registrados três casos de Latrocínio no local, durante todo o ano, já em 2018, somente nos meses de janeiro e fevereiro, já foram registradas duas ocorrências deste tipo. A cidade de Taboão da Serra, localizada na mesma região, não apresentou nenhum caso como este no mesmo período. Já Itapecerica apresentou um caso.

Embu também apresenta dados elevados quando se trata de lesão corporal dolosa. O município totaliza 127 ocorrências, seguida por Taboão da Serra com 84 e Itapecerica com 59.

Apenas quando se trata de casos de roubo é que Embu ocupa a segunda posição, com 206 registros. Quem lidera o ranking neste quesito é Taboão, com 428 casos registrados somente nos dois primeiros meses de 2018.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.