Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Variedades

Corpo do sargento suicida e de sua esposa assassinada foram sepultados em sigilo

Por Sandra Pereira | 15/03/2018

casal900

DivulgaçãoFamília proibiu hospital de divulgar qualquer informação sobre o estado de saúde da menina

O corpo do sargento da Polícia Militar Antônio Carlos Sassá dos Santos e da mulher dele Rose Adriana Lemes dos Santos, foram sepultados sob profundo pesar e comoção na manhã desta quinta-feira, 15. O sargento matou a mulher, atirou no rosto da filha e se matou em seguida, dentro do apartamento da família, no condomínio Vertentes, em Taboão da Serra. A polícia investiga as prováveis motivações da tragédia que chocou os moradores do local já marcado por mortes violentas.

Os familiares e amigos do casal estão consternados com a tragédia.
Pediram descrição da imprensa para não divulgar o local de sepultamento dos corpos.

Os parentes também proibiram a divulgação de qualquer informação sobre o estado de saúde da pequena Ana Julia, filha do casal e única sobrevivente da tragédia.

A assessoria de imprensa da SPDM, que administra o Hospital Geral do Pirajussara, para onde a menina foi levada depois de ser socorrida, informou a proibição feita pelos parentes à reportagem do Jornal na Net.

O condomínio Vertentes fica na Estrada de São Francisco. O sargento disparou dois tiros contra a esposa, um contra a filha e último nele mesmo.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.