Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Ney Santos não consegue adiar julgamento e pede licença da prefeitura por tempo indeterminado

Por Sandra Pereira | 5/03/2018

ney900

Arquivo do Jornal na NetClima na cidade é bastante tenso por causa do julgamento marcado para acontecer nesta terça-feira dia 6 de março

Sem conseguir adiar o julgamento do mérito do Habeas Corpus que garantiu sua liberdade, o prefeito de Embu das Artes, Ney Santos, (PRB), pediu licença do cargo à Câmara Municipal para aguardar o julgamento das acusações feita pelo Ministério Público. A Câmara Municipal de Embu publicou nesta segunda-feira, dia 5, o edital de convocação da sessão extraordinária que acontecerá nesta terça-feira, 6. 

Já é dado como certo que a licença do prefeito deve ser aprovada pela maioria dos vereadores. A prefeitura de Embu das Artes emitiu nota oficial dizendo que o prefeito vai se afastar das funções por motivos pessoais. A nota informa que o vice-prefeito, Dr. Peter Calderoni, vai assumir o cargo interinamente pela segunda vez.

Desde a última semana o clima político de Embu é de expectativa. No final de semana mensagens de WhatsApp circularam por toda a cidade falando da negativa do STF de adiar o julgamento. Os aliados do prefeito Ney Santos temem que ele não consiga manter o Habeas Corpus concedido em caráter liminar pelo ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), mais alta instância do poder judiciário brasileiro.

O prefeito Ney Santos é acusado pelo Ministério Público por lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e associação com organização criminosa. Ele e outros réus foram alvos de uma operação no final de 2016 que culminou com seu pedido de prisão. O prefeito não tomou posse em 1º de janeiro, ficou foragido e só assumiu o cargo após obter a liminar. Agora o mérito do pedido será avaliado no plenário da suprema corte.

Veja pauta de convocação da Sessão publicada com exclusividade no site VerboOnLine

Leia a íntegra da nota divulgada pela prefeitura à imprensa:

A Prefeitura de Embu das Artes informa que o prefeito Ney Santos pediu afastamento na data de hoje (5/3/2018) para tratar de assuntos pessoais.

“Para não prejudicar o bom andamento da cidade e para que a disputa judicial não atrapalhe os projetos que estão sendo desenvolvidos em prol de nosso povo, peço afastamento do cargo para cuidar de perto do processo”, declarou o prefeito Ney Santos.

Após a sessão extraordinária da Câmara Municipal, dia 6/3/2018, onde acontecerá a votação para conceder a licença ao atual prefeito, o vice-prefeito Peter Calderoni assume interinamente a cadeira de prefeito de Embu das Artes.


Secretaria de Gestão Tecnológica e Comunicação da Prefeitura de Embu das Artes

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.