Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Jovem de Taboão vítima de assédio em ônibus fala do medo e conta que acusado foi solto

Por Sandra Pereira | 2/03/2018

aamulher900

Divulgação

A jovem Amanda Brito vítima de abuso sexual dentro de um ônibus da linha 090 quando estava indo trabalhar na quinta-feira, 01, não vai trabalhar nesta sexta-feira, 02. Ainda muito abalada ele revelou sentir medo, indignação e muita revolta. Amanda Brito tem apenas 19 anos e nunca imaginou que seria alvo de assédio sexual dentro de um ônibus. A jovem ia ao trabalho, como faz todos os dias, no ônibus que sai de Embu das Artes e vai até Pinheiros. Ela ia em pé no coletivo superlotado, quando um homem sentado começou a passar os dedos na sua bunda. Toda a ação foi filmada por passageiros.

“Tudo isso parece um pesadelo. Nunca imaginei passar por uma situação tão humilhante como essas. Nunca mais vou conseguir andar com tranquilidade num ônibus por causa daquele doente”, desabafou.

O homem de camisa preta, da imagem acima, foi visto pelos outros passageiros praticando assédio sexual contra a jovem. 

O caso foi parar na Delegacia, mas o acusado, André Luiz da Silva, foi liberado depois que o Boletim de Ocorrência foi registrado. A menina afirma sentir medo de reencontrá-lo. Revela que chegou a descobrir que ele mora perto do seu bairro.

De acordo com Amanda o acusado de assédio não possui antecedentes criminais e essa foi a desculpa usada pela polícia para liberá-lo após o registro do BO.

A moça ainda está em choque e não sabe como voltará a encarar a rotina de andar no ônibus. Além disso ela teme reencontrar o homem que ficou tocando sua bunda com os dedos dentro do ônibus lotado.

Amanda disse que mesmo apesar de todas as provas coletadas em vídeo o homem negou ter cometido assédio e ainda chegou a ser agressivo com os policiais.

“Ele afrontava os policiais a todo instante imagina o que não pode fazer com as pessoas ou comigo”, desabafou.


Relembre o caso, clicando aqui.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.