Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Meio Ambiente

Embu discute mudanças no Plano Diretor

Por | 1/12/2010

plano

Karen SantiagoPrefeito e Secretário apresentam Plano Diretor da cidade

Com o objetivo de ordenar as diretrizes gerais da política urbana de desenvolvimento dos moradores e também determinar por onde e como a cidade vai crescer o Secretário de Desenvolvimento Urbano, Geraldo Juncal Júnior, juntamente com o Prefeito Chico Brito explicaram o Plano Diretor de Embu das Artes para os moradores no Centro Cultural Valdelice Aparecida Medeiros Prass, nesta terça-feira, 30 de novembro.

Os cerca de 400 moradores conheceram os pontos positivos, negativos, as características do Plano e também o cronograma de reuniões e audiências públicas para as iniciativas do governo em relação ao futuro da cidade e como ela irá se desenvolver.

Analisada como um todo, a cidade de acordo com Juncal foi dividida por regiões e cada uma apresentou pontos positivos e negativos, sendo que as diretrizes de 2003, onde o plano diretor foi sancionado, é bem diferente das análises deste de 2011 que vira projeto de lei em julho do próximo ano.

“O desafio do plano é como vamos planejar a cidade para os próximos anos. O plano reconhece as diferenças das regiões e de cada bairro e as características especificas, com isso conseguimos propor ações gerais para cada local. As diretrizes serão direcionadas para várias questões, como: acessos na rua, acessibilidade, segurança, sistema de transporte, ampliação de áreas verdes, otimização de corredores empresarias, entre outras questões”, explicou Juncal.

Chico Brito, prefeito de Embu, ressaltou que o Plano Diretor é um instrumento político e é a partir dele que a cidade será projetada para o futuro. “A partir de julho de 2011 o Plano passará a ter valor jurídico, porque vai se tornar uma Lei. Este projeto precisa ser um resultado do consenso e igualdade, assim como foi o de 2003 que contou com a participação de todos os munícipes”, ressaltou.

De acordo com Chico Brito os moradores que tiverem alguma dúvida podem participar a partir de março do ano que vem das audiências públicas ou acessarem o site da prefeitura (www.embu.sp.gov.br). “As sugestões podem ser enviadas por e-mail. Os moradores poderão posicionar-se nas audiências públicas, e o poder público fará a mediação dos conflitos”, disse.

Satisfeito e otimista com o Plano Diretor, o prefeito afirmou que o plano precisa ser revisado e que o processo seja completo. “O plano diretor tem diretrizes e leis específicas, o produto final deve ser um arcabouço político para muitos anos”, finalizou.

Estiveram presentes, os secretários Paulo Giannini (Governo), Paulo Oliveira (Cultura), João Ramos (Meio Ambiente), Selma Fernandes (Assistência Social) e Sandra Magali (Saúde). Os vereadores Silvino Bomfim (presidente da Câmara), João Leite e Maria Cleuza Gomes (Ná), também compareceram na apresentação do Plano Diretor.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.