Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Motoqueiro acusado de assalto é suspeito de assassinato em Taboão da Serra

Por Luciana Santos | 20/02/2018

dptaboao

Divulgação Até o momento a polícia não tem pista sobre o paradeiro do criminoso. O caso será investigado pelo D.P. de Taboã

Um adolescente foi morto e homem ficou ferido após serem vítimas de um homem que praticava assaltos na região da Rua Júlio Fernandes, em Taboão da Serra. O individuo estava armado e circulava em uma motocicleta Honda Fan 150 preta.

Policiais realizavam patrulhamento de rotina pela região quando foram acionados via COPOM para atender uma ocorrência de disparos de arma de fogo na Rua Júlio Fernandes. A equipe se deslocou até o local e ao chegarem encontraram unidades do Corpo de Bombeiros e da SAMU que prestava socorre a vítima, porém o óbito veio a ser confirmado pelo médico da equipe.

Após a confirmação do óbito e a ocorrência foi tratada como homicídio. Os policiais realizaram os primeiros levantamentos e solicitaram uma equipe para a realização da pericia no local. Foi quando descobriram também que havia uma segunda vítima, que tinha sido assaltada pelo suposto assassino e que para não morrer entrou em luta corporal contra o mesmo.

Segundo informações da vitima identificada como Gutemberg de Sá Conceição, ele havia saindo às quatro da manhã de uma casa de Forró da região e seguiu caminhando sozinho para casa. Durante o percurso um homem em uma motocicleta Honda Fan 150 preta, com baú pequeno, se aproximou apontou a arma e anunciou o assalto e levou a quantia de R$ 50,00.

Após o assalto a vítima seguiu caminho em direção a sua residência e após algumas quadras avistou novamente o homem que o havia assaltado, discutindo com uma usuária de drogas da região.

Ao se aproximar da sua residência próximo às 6h da manhã ele avistou dois rapazes que vinham conversando e se aproximaram dele, quando logo surgiu uma moto e o mesmo individuo que havia lhe roubado se aproximou deles e apontou a arma, um dos rapazes correu ele olhou para o Douglas e mandou ele correr, quando ele correu ele efetuou um disparo.

Gutemberg relatou que com medo de morrer pulou em cima do homem e começou a gritar por socorro, foi quando a mãe dele e outros vizinhos se aproximaram e conseguiram render o criminoso.

Após ser rendido o criminosos disse que não queria matar Gutemberg e logo após conseguiu se soltar se evadiu do local.

A vítima informou ainda que antes daquela dia nunca havia visto o homem e que ele também não aparentava conhecer o rapaz que foi assassinado pois não havia chamado ninguém pelo nome.

Gutemberg já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas, mas garante que hoje não tem mais nenhum envolvimento com atos ilícitos e está trabalhando. Ele informou também que conhecia Douglas, mas não sabia informar se ele tinha alguma ligação com o tráfico de drogas.

Após cometer os crimes o indivíduo ainda voltou ao local acompanhado de uma mulher alta e magra e fez algumas perguntas aos policiais e depois se evadiu do local.

Assim que o criminoso foi embora à vítima informou que ele era o responsável pelo crime, questionados pelos polícias as vítimas relataram que ficaram com medo e por isso não avisaram.

Os policiais informaram que por não terem sido avisados de imediato que o suposto autor do crime estava no local, impediu que qualquer ação efetiva fosse tomada contra o criminoso.

Até o momento a polícia não tem pista sobre o paradeiro do criminoso. O caso será investigado pelo D.P. de Taboão da Serra.

 

 

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.