Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Meio Ambiente

Especialista diz que sociedade precisa estar preparada para viver com menos água

Por Outro autor | 20/01/2018

aguases

José Cruz/Agência Brasil O diretor-presidente da Aadasa, Paulo Salles, e o diretor da agência Jorge Enoch Furquim Werneck Lima participam de palestra sobre o 8º Fórum mundial da Água, na EBC

O diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa), Paulo Salles, disse hoje (19) que a sociedade precisa estar preparada para viver com menos água e que isso implica, do ponto de vista tecnológico, na aposta em técnicas de reúso da água. Durante palestra na Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o biólogo falou sobre os preparativos para o 8º Fórum Mundial da Água, que ocorrerá em Brasília de 18 a 23 de março.

“Precisamos rever nossos conceitos com relação ao uso da água e com relação à maneira como estamos tratando os recursos naturais que garantem a permanência da água nos ecossistemas. É um processo educacional que já vem sendo feito e acredito que esses momentos de dificuldade que estamos vivendo estimulam ainda mais nosso empenho no sentido de mudar essa cultura e tornar a população mais bem-educada”, disse Salles ao se referir à crise hídrica em parte do país.

Além da necessidade de se avançar em técnicas de reúso, Salles também defendeu a busca por outras fontes de abastecimento, como a dessalinização da água do mar em cidades litorâneas e, particularmente, no Nordeste brasileiro. “A água está presente em todas as atividades humanas, inclusive nas atividades econômicas. E o fórum vai tratar um pouco de cada coisa. Não é um evento científico nem organizado exclusivamente pra governo ou sociedade civil. É uma plataforma que vai abordar todos esses assuntos numa perspectiva diversificada, para atender a todos os públicos”.

O especialista lembrou que o Brasil sempre chamou a atenção do mundo em razão do volume de água doce acumulada. Para ele, o país tem também uma legislação avançada e instituições com bom desempenho no setor. “Já temos um protagonismo. Com a realização do fórum em Brasília, neste momento em que a crise é tida como mundial, temos uma oportunidade muito grande de reafirmar os nossos compromissos, valores e ideias, compartilhar aquilo que temos de boas práticas e aprender as soluções já testadas e aprovadas em outros países”.

Hemisfério Sul

Essa é a primeira vez que o Fórum Mundial da Água será realizado no Hemisfério Sul. O tema da oitava edição, Compartilhando Água, será debatido por representantes de governos, da sociedade civil, de empresas públicas e privadas e de organizações não governamentais de diversos países.

A organização espera receber mais de 60 chefes de Estado em Brasília, além de especialistas internacionais. Na programação, estão previstos mais de 200 debates e atividades educativas, informativas e culturais.

Espaço gratuito

Na edição de Brasília, o evento vai contar com um espaço gratuito, chamado Vila Cidadã, uma espécie de arena de debates, palestras, exposições, cinema, artesanato, bate-papos e espaço gourmet.
A estrutura ficará montada no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, próximo ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

O 8º Fórum Mundial da Água é organizado pelo Conselho Mundial da Água, pelo governo de Brasília, representado pela Adasa, e pelo Ministério do Meio Ambiente, representado pela Agência Nacional das Águas (ANA).

Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o fórum foi idealizado para estabelecer compromissos políticos acerca dos recursos hídricos. O evento ocorre a cada três anos e já passou por Daegu, na Coreia do Sul (2015); Marselha, na França (2012); Istambul, na Turquia (2009); Cidade do México, no México (2006); Quioto, no Japão (2003); Haia, na Holanda (2000); e Marrakesh, no Marrocos (1997).


 

 

05/06/2018

Dia Mundial do Meio Ambiente: Óleo de cozinha usado é transformado em sabão

A alternativa sustentável de transformar óleo comestível residual em sabão ecológico é uma das...

02/06/2018

Criação de abelhas sem ferrão é tema de palestra em Embu das Artes

Com o intuito de estimular a criação de abelhas nativas brasileiras sem ferrão, bem como...

28/05/2018

Embu das Artes promove mesa redonda sobre Profissões Ambientais no 1º Simpósio

No dia 05 de junho, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06) será realizado o 1º...

18/05/2018

Embu das Artes terá o Primeiro Simpósio de Economia Verde

Em homenagem ao dia nacional do meio ambiente, comemorado em 05 de junho, a cidade de Embu das...

13/05/2018

Astral faz dedetização e controle de pragas em Taboão, Embu, Itapecerica e SP

Quem mora ou trabalha em Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecerica e Zona Oeste de São Paulo...

07/05/2018

Moradores do Embu Mirim revitalizam espaço degradado pelo lixo

Moradores do Embu Mirim se uniram e juntos conseguiram revitalizar um espaço antes degradado...

05/05/2018

Itapecerica da Serra ganha manifesto para a preservação ambiental

25/04/2018

Viveiro Municipal promove ação de reciclagem de óleo em Embu

O Viveiro Municipal, localizado em Embu das Artes, está promovendo a ação Reciclagem de Óleo,...

24/04/2018

Prefeitura de Itapecerica realiza plantio de árvores na Praça Marilene Benedicta

A Prefeitura de Itapecerica da Serra, através da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente,...

23/04/2018

Taboão está entre as melhores cidades no ranking de saneamento básico

Foi lançado na última quarta-feira (18) pelo Instituto Trata Brasil e em parceria com a GO...

20/06/2018

Coquetel marca lançamento oficial da 40ª Festa do Peão de Itapecerica da Serra

Foi realizado, na última sexta-feira (15), o coquetel de lançamento da 40ª Festa do Peão de...

20/06/2018

GCM prende dois suspeitos após denúncia de roubo no Jardim São Marcos, em Embu

Dois homens foram detidos pela Guarda Civil Municipal, no último dia 13, no bairro Jardim São...

20/06/2018

Pré-candidatura de Aprígio a deputado estadual é oficializada em Taboão da Serra

Em evento realizado no Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região em Taboão da Serra, o...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.