Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Mulher é assassinada com 13 golpes de arma branca em Taboão, ex-marido é o suspeito

Por Sandra Pereira | 25/12/2017

feminiciddio

DivulgaçãoAssassinato foi registrado como feminicído, crime de ódio baseado no gênero, amplamente definido como o assassinato de mulheres 

Uma mulher de 42 anos identificada como Ivanilde Araújo Reis, foi brutalmente assassinada com 13 golpes de arma branca na sala de sua casa, no jardim São Salvador, em Taboão da Serra, na madrugada desta segunda-feira, 25, dia de Natal. O assassinato dela foi registrado como crime de femicídio. O suspeito de assassinato seria o ex-marido dela, Romério Bezerra de Moura. Segundo a polícia ele não aceitava a separação e está foragido.

A mulher foi encontrada sentada na poltrona da sala do imóvel onde morava. Ela estava ensanguentada e inconsciente, aparentemente com ferimentos de arma branca.

A casa da vítima encontrava-se quase no final do corredor de um terreno com várias casas, acessada por escadas íngremes. O corpo da mulher tinha lesões aparentes nas regiões do pescoço, peito, costas, braços e mãos, provavelmente provocadas por arma branca.

Quando ela foi assassinada usava vestido branco. A polícia não localizou a arma do crime na casa, contudo foram encontrados vestígios de sangue na sala da residência.

A polícia apurou que o ex-marido da vítima não aceitava a recente separação e, por volta das 02h00, após trocar mensagens de celular com ex-mulher, teria ido até a casa dela com uma faca de cozinha e a esfaqueou.

Em 2017 a quantidade de mulheres assassinadas em Taboão da Serra e na região foi imensa. Os casos exigem posicionamento firme das autoridades e ações educativas de combate à pratica que banaliza os casos de femicídio.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.